Está com viagem programada para a capital argentina? Então, você precisa conferir esta lista com lugares secretos em Buenos Aires para tornar sua viagem ainda mais interessante.

A capital portenha é um dos destinos favoritos de quem acessa o Quanto Custa Viajar. Mas não é para menos! Buenos Aires, mesmo sendo uma metrópole, não deixa de lado seu jeitinho de cidade pequena, com todo o romantismo do tango, arquitetura surpreendente e vida noturna agitada!

Partiu, Buenos Aires? Encontre passagens aéreas em promoção aqui!

Lugares secretos em Buenos Aires

De bares badalados a feiras nas regiões mais remotas e divertidas da cidade: confira lugares secretos para conhecer em Buenos Aires e se apaixonar ainda mais pela cidade!

Veja também: 18 hostels em Buenos Aires para você se hospedar com estilo e economia

1. Florería Atlantico

A fachada mostra a floricultura charmosa considerada uma das melhores de Buenos Aires, mas no subsolo deste local pouca gente sabe que fica um bar capaz de garantir uma noitada regada a álcool e boa comida. A porta de entrada do Florería Atlantico fica tão escondida entre prateleiras de vinhos e flores que você terá que pedir para a florista indicar a “passagem secreta” para a diversão.

Este bar descolado é um dos destinos que você deve colocar roteiro de passeios pela capital portenha. Experimente a gin tônica de erva mate, considerada por muitos como uma das melhores do mundo!

O bar Florería Atlantico está localizado no bairro do Retiro, distante de toda a badalação turística da cidade. Inclusive, vale a pena ficar na região, confira aqui hotéis para se hospedar.

2. The Uptown Bar

the uptown bar
Foto: Reprodução / TripAdvisor

Este bar subterrâneo em Buenos Aires recria com perfeição uma estação de metrô de Nova York! Do lado de fora do restaurante La Mar fica a escadaria para chegar ao The Uptown. É importante frisar que os visitantes precisam fazer uma reserva no site oficial do bar, caso contrário, a entrada será negada.

Descer as escadas para acessar o The Uptown Bar já é uma atração, porque você realmente se sente em uma estação nova-iorquina, com placas de sinalização e tudo mais! Atravesse a catraca, aperte o botão para abrir o vagão e comece a curtir a noite!

O bar subterrâneo fica no badalado bairro de Palermo, conhecido como um paraíso gastronômico e boêmio da cidade. Existe até um tour em Palermo para experimentar comidas tradicionais, descobrir restaurantes secretos e mergulhar na culinária e na cultura da Argentina.

3. Feira de Mataderos

lugares secretos em buenos aires
Foto: Wikimedia Commons

A 30 minutos do centro, em frente ao antigo Mercado Nacional da Fazenda na periferia da cidade, acontece uma das feiras mais divertidas de Buenos Aires: a Feira de Mataderos. Celebrando a tradição gaúcha, o forte são as programações artísticas — tanto que a feira já foi declarada Patrimônio Cultural da Cidade pela Legislatura.

Com músicas gauchescas tocadas ao vivo ou nos alto-falantes, as ruas ficam tomadas por gaúchos e prendas que dançam e animam ainda mais a feira. Quem gosta de objetos de decoração, itens de couro, artesanatos, ponchos, mantas, facas e muito mais vai se esbaldar passeando em los Mataderos.

Se quiser, programe-se para almoçar na feira, já que a oferta gastronômica é farta, com empanadas, locro e tantas outras delícias argentinas. A feira acontece todos os domingos de março a dezembro, das 11h às 20h.

Veja também: 7 lugares para voltar no tempo em Buenos Aires

4. Botica del Ángel

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Abigail T. M. (@abigail.t.m.75) em

Escondido no bairro de San Telmo fica o Botica del Ángel, um local considerado um templo da cultura popular argentina. O espaço era a antiga casa de Eduardo Bergara Leumann, o exuberante apresentador de TV e ator argentino, que nos anos 60 oferecia frequentemente festas badaladas nesta mesma casa.

Cada cantinho do imóvel, que hoje abriga um museu com acervo riquíssimo, é repleto de glamour, com anjos dourados, espelhos e mobílias que são verdadeiros espetáculos. A entrada para exposição de artistas plásticos argentinos apenas nos setores “La Nave” e “Pasillo Di Tella” é gratuita.

Para se aprofundar na história, as visitas guiadas têm duração de duas horas e acontecem de segunda a sexta das 9h às 18h, inclusive com degustação de café Cabrales e Alfajores Guaymallen. Emende o passeio com uma degustação de vinhos de Buenos Aires em San Telmo 😉

5. Manzana de las Luces

Foto: Wikimedia Commons

No coração do centro histórico de Buenos Aires está Manzana de las Luces, um conjunto arquitetônico com mais de 400 anos de história, construído no final do século XVII pelos jesuítas. A arquitetura é um retrato da Buenos Aires colonial, da influência jesuíta e da organização nacional.

O tour pelo complexo é exuberante! Além de se aprofundar na história da construção, os visitantes passam pelo gabinete do procurador das missões jesuítas, um prédio de dois andares todos de tijolos aparente, abóbadas de barril e forro de cal. O passeio segue pelos túneis coloniais construídos entre os séculos XVII e XVIII que ligam todos os cantos do complexo.

O Complexo Histórico Cultural Manzana de las Luces fica pertinho de Montserrat, um dos bairros mais antigos e interessantes da capital argentina e ótimo lugar para você ficar. Veja aqui opções de hospedagem no bairro.

6. Palácio Barolo

Foto: Wikimedia Commons

O Palácio Barolo é um dos prédios mais surreais de Buenos Aires! O edifício, inaugurado em 1923, ilustra e faz um tributo à Divina Comédia escrita por Dante Alighieri.

O projeto arquitetônico é exclusivo, misturando a aparência romantista e gótica, seguido da cúpula, com seu design original hindu, que pertence à região de Bhubaneshwar. Ele representa a união tântrica entre Dante e Beatriz, ambos protagonistas da Divina Comédia.

A construção foi o primeiro edifício de concreto reforçado com mais de 100 metros da América do Sul (o palácio tem 24 andares no total). Ao subir a cúpula, onde fica o farol giratório com mais de 300 mil luzes, é possível ter uma vista maravilhosa da cidade. É possível visitá-lo durante o dia ou à noite em uma excursão guiada pelo Palácio Barolo para desvendar diversas curiosidades sobre o local.

7. El Zanjón de Granados

Foto: Tanenhaus

Embaixo de uma casa centenária encontra-se uma das relíquias escondidas mais impressionantes de Buenos Aires: El Zanjón de Granados. Este antigo córrego foi descoberto após escavações e hoje é considerado um intrigante sítio arqueológico que leva os visitantes a uma viagem às origens da capital da Argentina.

Em meio a túneis iluminados que mais parecem com um labirinto, os turistas são guiados em uma visita especial, observando artefatos e imagens de Buenos Aires ao longo dos séculos. O tour segue pelo casarão, uma construção realmente impressionante no bairro de San Telmo.

8. Las Violetas

Foto: Wikimedia Commons

A hora do chá se torna muito mais especial com um dos cafés e tortas da Las Violetas, considerado em 2017 como o melhor café de Buenos Aires. Além da confeitaria, também existe um restaurante que surpreende pelas cores e sabores dos pratos requintados servidos diariamente.

O edifício, construído em 1920, encanta com seus vitrais franceses que deixam a luz natural passar na medida certa, proporcionando uma atmosfera agradável. Os pisos de mármore italiano trazem ainda mais requintes para um momento de descanso.

Las Violetas é um lugar tão importante na cidade que chegou a ser declarado como Patrimônio Cultural pelo governo de Buenos Aires em 1998! Você vai se surpreender ao visitar esta joia portenha!

9. Parque de la Memoria

Foto: Gustav’s

O Parque de la Memoria é um lugar de recordação e homenagem às vítimas do terrorismo do Estado. Um monumento, com o Rio Prata ao fundo, traz os nomes dos desaparecidos e assassinados pelas ações repressivas do Estado.

O objetivo deste parque público é que as gerações atuais e futuras que visitam o parque se conscientizem do horror cometido pelo Estado e da necessidade de assegurar que NUNCA mais repitam eventos semelhantes.

Com estas dicas de lugares secretos em Buenos Aires, temos certeza que sua viagem será bem diferente do senso comum e inesquecível. Conte aqui nos comentários se você já conhece uma dessas joias da capital da Argentina 😉

6 comentários

  1. Só um toaue pra ajustar a dica. A Feira de Mataderos vai de março a dezembro. Fui lá em fevereiro desse ano e simplesmente não tinha feira. Aí um morador me explicou isso da data. Acho que vale vcs complementarem isso pra não acontecer com os outros o que aconteceu comigo. Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *