Além do litoral com praias maravilhosas, existem vários lugares para conhecer no interior de Santa Catarina que rendem uma viagem surpreendente.

Tanto em destinos da Serra Catarinense quanto em outros com fortes raízes de seus colonizadores, o estado é perfeito para quem gosta de cair na estrada, desbravando novos destinos.

Por isso, preparamos uma lista com destinos legais em Santa Catarina para você sair da rota tradicional de viagens, vendo de perto as belezas o estado.

Se você vem de fora do estado ou quer fazer uma parte da viagem de avião, confira aqui passagens em promoção de todo o Brasil. E para seguir sua viagem nas belezas de Santa Catarina, que tal alugar um carro?

1. Nova Veneza

O primeiro destino da nossa listinha de lugares para conhecer no interior de Santa Catarina é Nova Veneza. Fundada em 1891 com a vinda de aproximadamente 400 famílias de Veneza, da Itália, para desenvolver a região, por muitos anos era apenas um vilarejo, até que a chamada Colônia Nuova Venezia se emancipou de Criciúma a partir de 1958, caminhando com as próprias pernas desde então.

Rodeado por um cadeia montanhosa, o município a 215 km de Florianópolis tem pouco mais de 14 mil habitantes atualmente. Graças aos imigrantes, tradições e costumes italianos estão presentes até hoje por Nova Veneza, incluindo o Carnevalle de Venezia, um autêntico baile carnavalesco no estilo veneziano, com trajes e máscaras que recordam o teatro renascentista, sempre na segunda quinzena do mês de junho, juntamente com a Festa da Gastronomia.

Veja aqui onde se hospedar em Nova Veneza

2. Urubici e Serra Catarinense

Para sentir o friozinho na pele, a dica é conhecer a Serra Catarinense. A principal cidade é Urubici, onde você pode montar acampamento e, de lá, partir para muitos passeios simplesmente sensacionais.

Percorrer as curvas da Serra do Rio do Rastro, que fica em Lauro Mueller, ou se aventurar no Cânion Espraiado com uma subida de 12 km e dirigir pela Serra do Corvo Branco serão apenas alguns dos passeios a se fazerem na região. Você pode até dar um pulinho em São Joaquim para curtir o Parque Nacional da cidade, inaugurado em 1961, repleto de belezas e paisagens únicas.

Inclusive, nós montamos um roteiro de 3 dias em Urubici para te ajudar a organizar os passeios, já que a quantidade de lugar bacanas é bem grande!

Encontre sua hospedagem em Urubici aqui

Confira opções de cabanas na Serra Catarinense

3. Pomerode

Bem pertinho de Jaraguá do Sul e de Blumenau fica a encantadora cidade de Pomerode. A pequena cidade com pouco mais de 30 mil habitantes se orgulha de suas casas no estilo Enxaimel, que compõem o maior acervo do tipo fora da Alemanha.

No total, são mais de 240 construções que fazem parte da Rota do Enxaimel. Essa rota possui 16 km e 50 edificações neste percurso, passando por paisagens tipicamente rurais e impreterivelmente bucólicas.

Com raízes germânicas fortes até os dias de hoje, a cidade é perfeita para quem deseja se jogar na culinária alemã, saboreando muito chopp artesanal durante uma refeição no Festival Gastronômico de Pomerode. As festas também são tradicionais, como a Osterfest durante a Páscoa, e a Weihnachtsfest na época do Natal.

Veja aqui hotéis e pousadas para ficar em Pomerode

4. Timbé do Sul

Não é exagero dizer que Timbé do Sul é um oásis de ecoturismo. Localizada entre os Cânion Rio Fortuna e Cânion do Amola Faca, a apenas 270 km de Florianópolis, a região atrai aventureiros em busca de cachoeiras e montanhas a perder de vista.

Visitar as mais de 20 piscinas naturais na região diverte turistas e moradores aos finais de semana, sendo o Poço do Caixão, com águas cristalinas, o mais conhecido na região.

A Cascata do Padre com quase 50 metros de altura fica na área do Cânion Rio Fortuna, a 12 km de Timbé do Sul e que vale muito a pena ser visitado.

5. Piratuba

Também temos águas termais em Santa Catarina! O município, localizado a 130 km de Chapecó, é sempre uma boa pedida para quem precisa relaxar em águas termais ou até mesmo que deseja se divertir no parque aquático.

De um poço com 674 metros de profundidade é jorrada naturalmente a água sulfurosa da cidade, que abastece as Termas de Piratuba todos os dias. A temperatura de cerca de 38ºC é viável em qualquer época do ano, garantindo um banho agradável e relaxante.

Bem estruturado, o parque conta com piscinas abertas, cobertas, chuveirinhos ao ar livre, banheiras de hidromassagem, duchas e rampas de deslizamento. Também há áreas de camping para os visitantes que dormem sob o céu estrelado!

Onde se hospedar em Piratuba? Veja as melhores opções aqui

6. Cachoeiras do Oeste de Santa Catarina

Não só uma, mas pelo menos sete cidades para você conhecer no Oeste de Santa Catarina com cachoeiras bem legais, que tal? Esse tipo de passeio é perfeito para quem tem tempo no roteiro para ir de uma cidade para a outra. Nossa dica é montar acampamento em Chapecó e, de lá, fazer os passeios.

Em Quilombo, a 56 km de Chapecó, encontramos uma cachoeira formada pelas quedas d’água do Rio Chapecó. O Salto Saudades é um verdadeiro tesouro do Oeste catarinense, cachoeira que muitas vezes é comparada com as Cataratas do Iguaçu em miniatura.

A 84 km de Chapecó fica Abelardo Luz que abriga o Parque das Quedas do Rio Chapecó que oferece trilhas e piscinas naturais formadas por cachoeiras que vão lavar sua alma. O visitante pode se planejar para ir a Xanxerê, Anchieta, Ponte Serrada e Saudades para desbravar as cachoeiras do Oeste de Santa Catarina.

Pesquise hotéis e pousadas para ficar durante sua viagem

7. Rota da Cerveja no Vale do Itajaí

rota da cerveja vale do itajai
Foto: Reprodução / Berghain Cervejaria

A região do Vale tem tanta cidade fofa para você conhecer durante uma viagem a Santa Catarina que rende passeios inesquecíveis de verdade. Pomerode é uma delas, mas ainda tem Timbó, Gaspar, Brusque, Ibirama e a própria Blumenau.

Estando no Vale Europeu, uma coisa também é certa: tem muita cerveja boa para você experimentar durante seu passeio. Fazer a Rota da Cerveja, indo a fábricas que produzem diversos rótulos artesanalmente dessa bebida tão apreciada pelos brasileiros tem tudo para agradar!

Viu quanto lugar legal para conhecer em Santa Catarina, saindo um pouquinho do litoral e desbravando o interior do estado? Conta aqui nos comentários quais outros cantinhos você curte em Santa Catarina 😉 vamos adorar descobrir mais destinos!

8. Treze Tílias

lugares para conhecer no interior de Santa Catarina
Foto: divulgação/Turismo de Treze Tílias

Um resgate da Áustria no Brasil. Assim podemos definir o município de Treze Tílias, carinhosamente chamado de “Tirol brasileiro”, graças à sua arquitetura e belezas naturais.

Por lá, você pode visitar museus, parques, capelinhas, vinícolas e cervejarias. Um destaque na região é o turismo rural, que garante bastante contato com a natureza além de cafés coloniais deliciosos.

Outro lugar que vale a pena conhecer na cidade é a Vinícola Kranz que faz tours para grupos de 10 pessoas no qual é possível ver todo o processo de produção da bebida dos deuses.

Encontre o hotel ou pousada perfeito em Treze Tílias

9. Rancho Queimado

No começo da subida para a Serra Catarinense está Rancho Queimado, uma pequena cidade com clima de serra que é destino de final de semana para muitas pessoas de Florianópolis, que fica a 55 km de distância.

Museu Hercílio Luz. Foto: Equipe QCV

Rancho Queimado tem um delicioso café colonial, o Museu Hercílio Luz no charmoso distrito de Taquaras que também conta com um posto (que funciona) vintage muito legal e um restaurante de comida tropeira, além da paisagem maravilhosa do Morro do Boa vista, ponto mais alto da cidade com 1.200 m de altitude. Em novembro ocorre a Festa do Morango, já que a cidade é a Capital Catarinense do Morango.

Alugue um carro para fazer seu passeio: encontre aqui os melhores preços

10. Siderópolis

sideropolis igreja
Foto: reprodução / Mapio

Mais uma opção de destino no interior de Santa Catarina para conhecer. Siderópolis é destino de ecoturismo que conta com cachoeiras, trilhas e diversas opções de passeios ao ar livre.

Localizado a 50 km de distância da Serra do Rio do Rastro e na divisa com Nova Veneza e Bom Jardim da Serra, vale a pena colocar o município no roteiro de passeios.

Por lá, uma das atrações é uma capela submersa pelas águas da barragem do Rio São Bento que garante um visual incrível para fotos. Além disso, você pode passar o dia no Aguaí Santuário Ecológico, um espaço com trilhas, tirolesa, pedalinho e outras atividades perfeitas para fazer em família.

Os apaixonados por trekking podem encarar a Trilha das Pedras do Castelo, que tem 12 km de extensão, ou a Trilha dos Tropeiros, com 11 km.

Partiu, Siderópolis? Veja aqui onde se hospedar

11. Roteiro pelas vinícolas de SC

Além das belezas naturais, o enoturismo também ganha força no estado. Com várias cidades pequenas para visitar no interior de Santa Catarina, com certeza valerá a pena colocar os destinos com vinícolas no meio do caminho.

Em Bom Retiro, que não fica tão longe assim da capital, você pode ir até à Thera para degustações e visitas aos vinhedos. Ali pertinho, ainda tem a Pousada Fazenda Bom Retiro, uma acomodação boutique para saborear bons vinhos e uma noite de sono em meio à natureza.

Além de Bom Retiro, conheça outras vinícolas na Serra Catarinense para colocar em seu roteiro de passeios.

12. Blumenau

Pela influência alemã, muitas das construções são similares às europeias/Foto: Wikimedia Commons

Quem nunca ouviu falar da tradicional cidade Catarinense que é sede do festival Oktoberfest? Se você não ouviu falar da festa e nem da cidade, está na hora de colocar esse destino em seu roteiro.

Localizada a apenas 150 km de Florianópolis, Blumenau possui grande influencia dos imigrantes europeus, destacando a colonização alemã, que influenciou nas construções e costumes locais. Na cidade é possível conferir construções típicas enxaimel e pontes em estilos variados.

Em Blumenau é celebrada a segunda maior festa cervejeira do mundo, a Oktoberfest, que dura 17 dias, com roupas, comidas e bebidas típicas da Alemanha.

Para quem gosta da cultura e da comida, é com certeza um festival imperdível, que reúne milhares de brasileiros e viajantes do mundo todo, tradicionalmente no mês de outubro.

Conheça 10 patrimônios arquitetônicos para visitar e fotografar em Blumenau e para hospedagens, confira algumas opções clicando aqui.

13. Lages

Festa do Pinhão em Lages/Foto: Prefeitura de Lages

O município a 250 km da capital Catarinense é mais uma opção no estado quando pensamos em festivais diferentes para visitar, além de oferecer hospedagens rústicas em fazendas no meio da região serrana.

A Festa Nacional do Pinhão, comemorada em Lages, é uma festa popular gastronômica e cultural, centrada no pinhão.

O evento atrai todos os anos mais de 350 mil visitantes durante 11 dias de celebrações, recebendo boa parte dos seus viajantes direto da Argentina.

Lages é atualmente a maior cidade da região serrana de Santa Catarina, sendo a pioneira na abertura de suas fazendas para a hospedagem rural no Brasil.

A cidade possui alguns pontos turísticos, mas é na zona rural que as mais belas e charmosas paisagens estão, como os Campos da Coxilha Rica.

Em Lages, conheça o Boqueirão Hotel Fazenda e mais opções de hospedagem clicando aqui.

14. Santo Amaro da Imperatriz

Aproveita para praticar esportes ao ar livre na cidade/Foto: Pixabay

Esse município coladinho com Floripa, a apenas 35 km, é uma ótima dica para quem gosta de águas termais e belezas naturais.

Santo Amaro da Imperatriz possui muitas montanhas, cavernas, vasta flora e fauna, tornando a região cada vez mais popular entre os amantes da natureza e praticantes de esportes radicais.

As águas termais presentes na cidade brotam a 39ºC e foram qualificadas como uma das melhores do mundo.

Para quem quer se aventurar, motocross, canoagem, cachoeira e outras atividades podem ser praticadas na região, que inclusive recebe eventos esportivos a nível nacional.

Para curtir a viagem com calma e não precisar bater e voltar, aproveite para ficar em algum hotel em Santo Amaro da Imperatriz.

15. José Boiteux

Foto: Pixabay

Para os viajantes que buscam calmaria e reconexão com a natureza, o pequeno município de José Boiteux vai com certeza ser uma ótima opção.

A cidade de apenas 5 mil habitantes fica a 240 km de Florianópolis e seu grande atrativo são as cachoeiras e trilhas.

A cidade é um destino ainda mais rústico e “raiz” para os amantes do ecoturismo imperdível.

Para saber onde se hospedar, quais cachoeiras visitar e mais dicas para conhecer José Boiteux, confira nosso guia.

16. Cocal do Sul

O castelo tem várias alas temáticas para visita/Foto: Divulgação

A pequena Cocal do Sul, a 190 km da capital Catarinense, possui um grande atrativo que já compensa a viagem: um Castelo Britânico.

O castelo foi erguido no interior do estado, inspirado em uma versão Escocesa, e conta com uma coleção de objetos vindos do Reino Unido, despertando a curiosidade do público.

O espaço foi criado para realizar eventos e ensaios fotográficos e com certeza serve o propósito. Quem nunca sonhou em visitar um castelo de verdade e ainda poder fazer belas fotos?

Para saber tudo sobre as visitas e a construção, é só clicar aqui.

17. Morro Grande

Foto: Pixabay

Este pequeno município perto de Criciúma é pouquíssimo conhecido e guarda belíssimas cachoeiras e grutas para o viajante explorar.

Em Morro Grande, visite a cachoeira do Bizungo, que tem mais de 100 m de altura, a Paleotoca, antiga morada de animais pré-históricos e a trilha do Pico Realengo.

A pequena cidade não possui muita variedade de hospedagens, por isso aposte nas cidades vizinhas de Timbé do Sul e Nova Veneza para acomodações.

18. Joinville

Imperdível para os amantes de diferentes categorias de dança/Foto: Flickr

Consideravelmente famosa, a cidade de Joinville fica a 185 km de Florianópolis, é a maior cidade do estado e para os amantes da dança, no mês de julho acontece um dos maiores festivais de dança do mundo, recebendo visitantes de todos os países.

Joinville ainda possui bastante influência alemã, por isso é possível ver construções claramente inspiradas no país.

Conheça ainda o jardim que é florido o ano todo na cidade.

19. Treviso

Foto: Flickr

Mais uma opção para os aventureiros, Treviso fica a 216 km da capital, próximo a Criciúma. Com algumas atividades voltadas ao ecoturismo, cachoeiras e formações rochosas acessíveis, a pequena cidade – um tanto desconhecida – passa a englobar a rota do ecoturismo do estado.

Em Treviso aproveite para fazer rapel, trilhas, visitar a Cachoeira do Rio Manin, Cânion do Cirenaica e a Pedra dos Dois Dedos, formação rochosa de 50 metros no topo de uma montanha, oferecendo um visual imperdível.

20. Corupá

Conheça a rota das cachoeiras em Corupá/Foto: Pixabay

Recebemos essa dica nos comentários deste post e já acrescentamos, pois é um lugar incrível no interior do estado de Santa Catarina ainda pouco desbravado.

Em Corupá, pertinho da serra de São Bento do Sul, a 211 km de Florianpólis, aproveite a rota das cachoeiras, e várias outaras atrações ligadas ao ecoturismo.

A leitora Karine, que deu a dica, disse que uma das atrações que vale o passeio é o parque Emílio Basttistella, que possui 14 quedas d’água em uma trilha de 2.900m que terminam em uma cachoeira de 125m de altura. Imperdível!

Para ajudar no seu roteiro, veja algumas acomodações em Corupá.

21. Urupema

As opções ao ar livre ficam mais restritas no inverno pelas baixas temperaturas/Foto: Marleno Muniz Farias / Divulgação Urupema

Urupema, a 215 km da capital, é uma das cidades mais frias do estado e lá é possível ver neve, entre julho a setembro!

Com belas paisagens e natureza quase intocada, a cidade possui cachoeiras (que inclusive congelam no período). A cascata congelada é um ponto turístico durante as baixas temperaturas.

Confira aqui algumas opções de hospedagem para sua viagem e fuja do frio de forma confortável e aconchegante!

14 comentários

  1. Outra dica é conhecer Corupá, que tem a rota das cachoeiras, pertinho da serra de São Bento do Sul. A cidade tem várias atrações ligadas ao ecoturismo, sendo uma delas o parque Emílio Basttistella. São 14 quedas d’água em uma trilha de 2.900m que terminam em uma cachoeira de 125m de altura. Imperdível!

  2. Eu conheço a capital dos canyons… Praia Grande… É uma linda cidade no extremo sul catarinense! Vale a pena conhecer!!

  3. Que legal minha cidade está na rota, Timbé do Sul, com várias cachoeiras para conhecer além da Serra da Rocinha que está muito linda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.