Praias, montanhas, safáris, grandes cidades ao lado de charmosas vinícolas e muitas culturas reunidas são parte de um mesmo país. Se tudo isso te agrada, talvez valha dar um pulo no continente africano. Para te dar uma mãozinha na hora de escolher seu roteiro, selecionamos 8 lugares para conhecer na África do Sul na próxima viagem.

Entre os oceanos Atlântico e Índico, o país tem clima favorável com poucas chuvas, invernos amenos e verões ensolarados. Considerada o centro de aventura do mundo, a África do Sul reúne mais de 130 tipos de atividade para os adeptos a uma boa dose de adrenalina, além de imensas reservas naturais de onde se veem animais selvagens. Não por acaso, é também um destino para trabalhos voluntários em projetos sociais e de conservação.

Outro atrativo são os preços, que permitem pequenas extravagâncias mesmo aos viajantes mais econômicos. Com o real brasileiro valendo mais do que a moeda local, o Rand, é possível equilibrar bem o orçamento. Com voos diretos saindo diariamente do Brasil, em torno de oito horas você chega à Joanesburgo para desfrutar de todas essas belezas.

Lugares para conhecer na África do Sul

1. Simon’s Town

A poucos quilômetros da Cidade do Cabo, Simon’s Town atrai 60 mil visitantes anualmente por conta dos habitantes de Boulders Beach: uma porção de pinguins. É nesta praia onde se tem a experiência única de se aproximar de pinguins africanos, preservados com a ação de diversas entidades. Além deles, a cidade conta com museus, praias maravilhosas, pontos para mergulho e snorkel.

simons-town2

simons-town

2. Joanesburgo

Uma das portas de entrada para a África, a capital da província de Gauteng é a mais jovem e maior cidade da África do Sul. É notável seus contrastes entre arranha-céus modernos, bazares indianos e mercados africanos, revelando parte de seu mix cultural. Ali está parte da trajetória de Nelson Mandela e do Apartheid, o estádio da Copa do Mundo de 2010, a colorida região de Soweto e os floridos Jacarandás roxos de Parkwood. Nas proximidades, visite sítios arqueológicos e safáris como o Pilanesberg National Park. Com sorte, dá pra avistar animais como o leão, o elefante africano, o leopardo, o búfalo e o rinoceronte.

pilanesberg-national-park

joanesburgo-jacaranda

3. Durban

Embora seja a maior colônia indiana fora da Índia, Durban é como uma “Austrália africana”: vibrante, jovem, litorânea, cheia de points descolados e moderninhos onde circulam surfistas. Enquanto a orla reúne a galera interessada em esportes radicais e famílias, cafés, lojas, monumentos arquitetônicos e centros de lazer se espalham por toda a cidade, que é uma das maiores da África do Sul. Não deixe de ir ao Jardim Botânico, um dos mais antigos do país.

durban

4. Mpumalanga

É nesta região onde fica o Blyde River Canyon, o terceiro cânion mais profundo do mundo e o maior da África do Sul. Com três espirais maciços de dolomita, uma coluna de quartzito e confluência dos rios Blyde (da alegria) e Treur (da tristeza), tem 50 km de extensão, formando uma das mais belas reservas naturais do país. Outro fenômeno geológico é Bourke’s Luck, que após erosão é composto de belas piscinas naturais repletas de peixes. Mpumalanga também é a porta de entrada do Parque Nacional Kruger, onde se observa a vida selvagem típica dos safáris.

blyde-canion

blyde-canyon
Confira aqui quanto custa viajar para a África do Sul!

5. Franschhoek e Stellenbosch

O vale de Stellenbosch tem a segunda maior colônia européia da África do Sul, resultando na segunda maior região vinícola do país. Com mais de 200 produtores em seu território, a região fica a apenas 50 km da Cidade do Cabo. Para quem gosta de vinhos e pitorescas paisagens, vale a pena incluir Franschoek no roteiro. Com heranças francesas, o destino é parada obrigatória para enólogos e apreciadores da bebida.

stellenbosch

franschhoek

6. Port Elizabeth

Mais de 40 km de praias banhadas pelo oceano Índico compõem o cenário de Port Elizabeth, uma simpática metrópole com traços da colonização inglesa. Um dos pontos mais conhecidos da região é a Rota Jardim, que ao longo de 316 km de belas estradas entre a Cidade do Cabo e Port reúne vinícolas, reservas naturais, safáris, museus, parques, bons restaurantes e lojas. Plettenberg Bay, Knysna, George e Hermanus são algumas das paradas obrigatórias.

porto-elizabeth

knysna

7. Pretória

Próxima a Joanesburgo, é nesta cidade onde se reúne o poder executivo da África do Sul e indústrias tecnológicas. A cidade é tranquila e conhecida por suas ruas floridas, repletas de 70 mil Jacarandás que florescem na Primavera. A natureza é uma grande atração turística, vista também em belos parques. Museus, teatros, baladas, lojas, galerias de arte e um antigo mercado de agricultores compõem seus atrativos. Não deixe de visitar Ndebele, uma tribo que vive na região e que colore suas casas de forma bem inusitada.

Scenes of South Africa

pretoria2

ndebele

8. Rustemburgo/Sun City

Logo ao lado do Parque Nacional Pilanesberg, em Rustemburgo, está Sun City, que não é bem uma cidade e sim um grande complexo hoteleiro. Chamado de The Palace, por muito tempo carregou o título de “único hotel seis estrelas do mundo”. Tão enorme quanto uma cidade, é uma grande área de lazer com direito a praia artificial, piscinas, spa, campo de golf, cassinos, danceteria, quadras de tênis, viveiro de crocodilos, centro de compra, cinema, restaurantes, entre outros. Durante uma caminhada por lá é possível encontrar macacos que andam livremente por seus cantos. Dentro de suas instalações também está a maior e mais rápida tirolesa do mundo, a Zip 2000.

rustenburg
sun-city
Post por Brunella Nunes
Fotos: divulgação

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *