A gente aqui do Quanto Custa Viajar incentiva muito o turismo no Brasil, que tem lugares incríveis e ainda pouco explorados pela maioria das pessoas. Um deles é o Largo do Boticário, um refúgio bucólico no Rio de Janeiro, onde o passado ainda se faz tão presente que parece até uma viagem através do tempo.

Bem fotogênico, está num cantinho escondido no bairro do Cosme Velho, próximo a estação do bondinho do Corcovado. Com cara de vilarejo, guarda a arquitetura das casas construídas na segunda metade do século 19. Foi lá onde residiu o boticário da família imperial, Joaquim Luís da Silva Souto.

Hoje, o complexo de casas neocoloniais se transformou em um hotel, que preservou a fachada e garantiu que a convivência entre passado e presente fosse a maior beleza do lugar. Agora, a proposta mescla o conceito de hostel e hotel tradicional, mantendo as características bucólicas de lá.

Clique aqui e descubra quanto custa viajar para o Rio de Janeiro.

Ao todo, são 80 quartos privativos e compartilhados, cada um decorado de um jeito e preparado para receber de uma a oito pessoas.

O atual responsável pelas hospedagens é a rede de hotéis francesa Accor, que nomeia o espaço como Jo&Joe Rio de Janeiro. Outros hotéis da rede estão localizados em cidades tão fantásticas como o Rio de Janeiro, como Medelin, Paris e Viena.

Dicas de 30 lugares para conhecer no Rio de Janeiro depois de visitar o Largo do Boticário


Foto: Divulgação

O que fazer no Largo do Boticário

Apesar de ter se transformado em um hotel de rede, existem várias áreas que não são exclusivas para hóspedes: restaurante, bar, as três piscinas, quadra de basquete e espaço de coworking. Ah! E fique atento às redes do hotel, porque a previsão é de muitos eventos pelos próximos meses.

O restaurante

“Churrasco com maravilhosos coquetéis brasileiros” – é assim que o restaurante do largo se vende. E cá entre nós: quem não compra esse discurso, num lugar tão maravilhoso assim? Lá, você vai encontrar comida caseira, frutas locais, preço justo e mesas aconchegantes, grandes o suficiente para compartilhar mais que comida.


Foto: Divulgação

Seja para o café da manhã, almoço, jantar ou só um drink (que acabam se tornando vários), o lugar é perfeito e vale a pena conhecer. Funciona o dia inteiro, das 7h às 22h.

As piscinas

Com três piscinas, você vai poder se refrescar com a floresta ao redor, garantindo o melhor da região – e com o corcovado aos seus pés. É a melhor opção para um dia de calor no Rio.


Foto: Divulgação

Espaço coworking

Quem gosta de privacidade vai poder desfrutar da paz e da concentração em um espaço de coworking super moderno e bem decorado. Depois do trabalho, aproveite pra tomar uma no bar, porque ninguém é de ferro.


Foto: Divulgação

Como chegar no Largo do Boticário

Para chegar até o Largo do Boticário, basta pegar as linhas 1 ou 2 do metrô: descer na Estação do Largo do Machado e de lá pegar um ônibus ou carro de aplicativo até a Rua Cosme Velho, na zona Sul do Rio.

O local é realmente uma visita à história, porque o acesso é feito por uma ruela, chamada Travessa ou Beco do Boticário.

O Largo fica próximo à Casa Roberto Marinho, que tem um grande acervo de arte do “dono” da Globo. Ah! E fica a uma pequena caminhada do Trem do Corcovado. Tá esperando o que pra aproveitar?

Ainda não reservou sua passagem para a cidade maravilhosa? Clique aqui e compre agora!

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.