La Boca é o bairro mais antigo de Buenos Aires e só por esse motivo já merece sua visita durante uma viagem à capital portenha. Mas, duas das maiores atrações da cidade ficam nesse bairro: La Bombonera, o estádio do Boca Juniors; e a Rua Caminito, a mais colorida da cidade e considerada um museu a céu aberto.

O bairro La Boca começou a ganhar forma em Buenos Aires em 1870, já que ficava pertinho do porto do Rio de La Plata, principal porta de desembarque de imigrantes que saíram da Europa em busca de trabalho na Argentina. Assim, os operários foram construindo casas coletivas, os clássicos “conventillos”, que eram feitas de madeira e ferro.

Bora? Encontre sua passagem aérea para Buenos Aires aqui!

la boca buenos aires
Foto: Pxhere
la boca buenos aires
Foto: Wikimedia Commons
Foto: Pexels

Essas famosas casas coletivas com fachadas coloridas e vibrantes, inclusive, foram preservadas até hoje e são marca registrada de La Boca, tornando o bairro uma referência histórica e cultural.

Bairro La Boca: conheça Caminito

A colorida Rua Caminito é um ponto turístico clássico para quem visita Buenos Aires. O trecho que até 1928 era uma ferrovia tornou-se um dos espaços culturais mais interessantes da cidade com a ajuda da vizinhança e do pintor Benito Quinquela Martín.

Aos poucos, a rua com 150 metros de comprimento foi ganhando vida e muita cor, transformando-se em um museu a céu aberto. A construção mais famosa da rua que também recebe o nome de Caminito hoje abriga uma loja da Havana. As escadinhas em frente à entrada são disputadas entre os turistas!

la boca buenos aires

Foto: PixabayVisitar a “Feria de Artistas Plásticos de Caminito” que funciona diariamente das 11h às 18h é tradição! A rua Caminito é muito popular por conta de suas lojas e artesanatos, com certeza você vai trazer algum mimo para casa. Só tenha paciência com os vendedores de rua, já que a insistência deles em muitos momentos pode cansar sua beleza.

Bairro La Boca: La Bombonera

la bombonera boca juniors la boca
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:La_Bombonera_-_Buenos_Aires_-_Argentina.jpg

O futebol faz parte do dia a dia do bairro La Boca em Buenos Aires. Também, não é para menos, isso porque o estádio do Boca Juniors, a famosa La Bombonera, fica nessa região, praticamente a 500 metros da Rua Caminito.

Quem é apaixonado por futebol precisa visitar o estádio e também o museu que existe dentro dele. O tour guiado é um dos mais emocionantes da América do Sul, afinal de contas, a torcida do Boca é maluca pelo time e você sente isso durante seu passeio!

Existem três possibilidades de tour: visitar somente o Museo de La Pasión Boquense, que conta a história de glória do time; fazer o tour express pelo estádio e museu e; o melhor de todos, um tour completão guiado pelo estádio e pelo museu, escutando histórias centenárias sobre o time. Clique aqui e confira os valores atualizados.

Veja também: 15 estádios de futebol para visitar pelo mundo durante sua viagem

Bairro La Boca: passeios para quem gosta de artes

Foto: K.B.L Luccia

Quem gosta de museus e obras de arte pode emendar mais passeios pelo bairro La Boca. A dica é ir ao Museu de Arte Quinquela Martín, que tem um andar dedicado aos trabalhos do pintor Benito Quinquela Martín, que ajudou a construir La Boca e até hoje é considerado a maior referência artística da região. Você vai encontrar telas que retratavam a vida agita do bairro, a atividade do porto, as casas coloridas e até as cantinas e bares

A Usina da Arte é mais um espaço cultural dedicado às artes visuais e à música, situada em um prédio histórico tombado como Patrimônio Histórico da Cidade. Logo, quem gosta de arquitetura também vai se divertir no passeio.

Para apreciar arte contemporânea, a dica é ir à Fundação Proa, localizada em um casarão histórico do século XIX. O acervo é composto por fotografias, músicas, desenhos e vídeos, além de receber exposições temporárias, concertos, cursos e programas educacionais.

O Teatro de la Ribera é mais um espaço cultural construído graças à doação do terreno feita por Benito Quinquela Martín. O hall também tem peças do artista argentino, além de ser palco para muitos espetáculos de tango. Ainda no coração de La Boca fica o Museu Histórico de Cera que leva os visitantes a fazerem uma viagem pelo passado por meio de sua coleção.

⚠️Atenção durante seu passeio⚠️

Ao planejar sua visita, foque em montar um roteiro para caminhas pelas partes mais movimentadas do bairro. O estilo de La Boca é meio sinistro, underground e muita gente considera o bairro perigoso fora das zonas turísticas, ok?

Ir para Caminito e La Bombonera é tranquilo, mas tente não se aventurar fora dessa rota popular, principalmente à noite ou quando já começar a escurecer. Não dê bobeira!

Como chegar em La Boca

Foto: Hernán Piñera

Apesar de ser bem afastado do centro de Buenos Aires, ir para La Boca é relativamente simples. Várias linhas de ônibus passam na região, sendo elas: 8, 29, 33, 53, 64, 86, 152. Quem resolve ir de táxi demora aproximadamente 15 minutos para chegar ao bairro, saindo do centro.

Onde se hospedar em Buenos Aires? Encontre seu hotel aqui!

Onde comer?

Foto: reprodução / Wikimedia Commons

Você já sabe que regiões turísticas costumam ter os preços elevados e em La Boca não seria diferente. Entretanto, existem dois lugares icônicos no bairro que vale a pena conhecer.

O primeiro é o Bar La Perla, que funciona em Caminito há mais de 80 anos! Dentro, o visitante se impressiona com a decoração toda de madeira que vai desde o balcão, a porta da geladeira até o teto.

Outra opção é conhecer o clássico El Obrero, fundado em 1954. Não se assuste pela fachada medonha, isso porque esse botequim serve opções genuinamente portenhas! Tanto que pessoas famosas, como Francis Ford Coppola, Mick Jagger, Vox e até o rei da Espanha, Juan Carlos, já visitaram o local. Apesar de ser sempre bem cheio, as filas são pequenas, mas sempre vale a pena chegar cedo se não quiser esperar um tempinho.

Agora que você já conhece um pouquinho mais sobre esse bairro de Buenos Aires, conta aqui nos comentários: você já visitou La Boca antes? Se sim, como foi sua experiência, vamos adorar saber!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *