Está a fim de um passeio cultural diferente na terra do grunge? Então você precisa conhecer essa galeria de arte em Seattle. Batizada de Chihuly Garden and Glass, reúne as incríveis obras de vidro do artista Dale Chihuly, que desde a década de 60 realiza trabalhos manuais com o material, explorando suas mais diversas cores, texturas e formas.

Dez anos depois, ele fundou sua própria escola em Washington, que se tornou um centro internacional de estudos de vidro como fine art, aquela que é apreciada por seu conteúdo estético, imaginativo ou intelectual, elevando sua metodologia e desenvolvimento artístico ao status de vanguardista.

Foto: divulgação/Chihuly Garden and Glass

Ao longo do tempo, Chihuly acumulou prêmios e espalhou peças por mais de 200 museus ao redor do mundo. Em 2012 foi então aberta uma exposição de longa duração dedicada a seu extenso acervo no Seattle Center, onde permanece até hoje.

A peça central da atração é a Casa de Vidro, uma enorme estrutura de aço e vidro, com 418 metros quadrados e 12 metros de altura, se enchendo da luz natural do dia, ao mesmo tempo em que propaga a iluminação noturna de sua área interna, como um lustre no meio do terreno da galeria de arte.

Foto: divulgação/Chihuly Garden and Glass
Foto: divulgação/Chihuly Garden and Glass

Encontre aqui sua passagem aérea para Seattle!

Fazendo alusão a um conservatório, espaço muito apreciado pelo artista, tem uma imponente instalação de 30 metros de comprimento, uma das maiores esculturas suspensas já criadas por ele, recaindo do teto ao chão, com elementos semelhantes a flores nas cores laranja, vermelho, âmbar e amarelo pendurados. A incisão de luz traz novas percepções para a obra a cada momento.

O restante dos mais significativos trabalhos de Chihuly foram colocados em oito galerias e três paredes desenhadas, para não apenas retomar sua carreira como também mostrar a expansão dos limites das obras de arte em vidro em termos de conceito, execução e apresentação. É interessante notar todos os formatos que o material pode ganhar, em níveis de complexidade distintos. As peças têm um toque de surrealismo, dando asas à imaginação de cada espectador.

Foto: divulgação/Chihuly Garden and Glass

Um dos destaques da galeria é o jardim, pensado dentro das vertentes da surpresa e da descoberta. Entre as passarelas, o público observa árvores, plantas e flores, como camélias, cornisos e brincos-de-princesa (fuchsia) crescendo no meio de quatro esculturas monumentais. No centro do exuberante cenário, eis que surge o Sol, uma obra que se assemelha à estrela-maior das galáxias, como uma explosão de amarelo e laranja em contraste com a grama-preta no chão.

Foto: divulgação/Chihuly Garden and Glass

Por fim, mas não menos importante, há um cinema dedicado a exibir vídeos curtos do processo criativo de Chihuly, com entrevistas e bastidores do trabalho junto à sua equipe. O campo audiovisual e arquitetônico, bem presentes na composição da galeria, são duas áreas tão próximas do artista, que ele já declarou que seria diretor de filme ou arquiteto caso tivesse seguido outro rumo. Provavelmente, teria dado igualmente certo!

Saiba onde se hospedar em Seattle

Foto: divulgação/Chihuly Garden and Glass
Luz penetra a instalação artística, formando um efeito bacana para o público que observa debaixo. Foto: divulgação/Chihuly Garden and Glass

Quanto custa

Os preços dos ingressos possuem três modalidades: regular, para pessoas de 13 a 64 anos (US$ 26); sênior, para pessoas a partir dos 65 anos (US$ 22); e jovem, para crianças de 5 a 12 anos (US$ 17). Menores de 5 anos não pagam entrada. Compre os tickets através do site oficial e confira os pacotes que incluem outros museus ou passeios pela cidade.

Partiu Seattle? Confira aqui todos os custos da sua viagem!

Foto: divulgação/Chihuly Garden and Glass

Como chegar

A galeria de arte de Chihuly fica pertinho do Museu de Cultura Pop e do Museu Infantil, na 305 Harrison Street, em Seattle. Um jeito pratico de chegar lá é pegando o monotrilho até Westlake Center.

Foto: divulgação/Chihuly Garden and Glass

 

Fundação Louis Vuitton, em Paris, ganha cores com mais de 3 mil peças de vidro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *