Já imaginou conhecer o badalado bairro japonês Shibuya sem sair do Brasil? Essa é a proposta do edifício Tokyo, em São Paulo, que abre as portas a partir do dia 11 de maio. O espaço, espalhado por nove andares, reúne karaokê, bar, restaurantefestas no rooftop, além de uma extensa programação cultural.

Foi depois de uma viagem ao Japão que os sócios Hunior Passini e Fábio Balestro - que já são donos do Selva Club, na Rua Augusta  - , se inspiraram para criar em Sampa city um reduto cheio de referências aos centros urbanos e a alguns clássicos do cinema. Bem localizado, pertinho do metrô República e outros endereços badalados da cidade, o Tokyo ocupa o tombado edifício ABC, erguido em 1949, com arquitetura modernista assinada por Oswaldo Bratke.

 

Agora, quem assume o controle do projeto interno é o renomado escritório MM18, que tratou de encher os espaços com luzes de todos os tipos, especialmente os neons coloridos. Os ambientes pegam referências de filmes como o futurista “Blade Runner“, de Ridley Scott, “Enter the Void“, de Gaspar Noé, e principalmente os cenários de “Encontros e Desencontros“, da diretora Sofia Coppola. As amplas janelas de vidro que compõem a fachada dão visão para o entorno de vizinhos icônicos, como os edifícios Copan e Itália.

Os primeiros cinco andares são dedicados a economia criativa, com salas que serão ocupadas com iniciativas relacionadas a teatro, cinema, fotografia, moda, tatuagem, arte, arquitetura e experimentações. Ainda não está 100% pronto e nem aberto ao público.

Subindo ao 6º andar se chega ao lounge e karaokê coletivo, com palco e telão para grandes grupos de até 40 pessoas. No andar de cima, há três salas privativas temáticas para soltar a voz a vontade. Elas foram batizadas com nomes de bairros de Tóquio: Shibuya, Akihabara e Roppongi.

 

Já o oitavo andar é reservado a um restaurante que funde as culturas oriental e ocidental, com receitas do chef Atusi Kohara. O cardápio inclui pratos como ceviches, lamen, yakitori (espetinhos orientais), pho e karaguês - sempre com as opções veganas também - com preços entre R$ 10 e R$ 50.

No terraço, em frente à pista de dança está uma área de convívio a céu aberto. A programação da casa é versátil, progressista e inclui festas e DJs celebrados da capital, como KL Jay, Marky, Selvagem, Gop Tun, Downtown Inc e Pilantragi. Com DNA essencialmente noturno, a proposta da casa é a diversão despretensiosa e livre de dresscodes. Pelo o que presenciamos na noite de ontem, podemos dizer que é isso mesmo.

Como chegar: o Tokyo fica na Rua Major Sertório, 110 - Vila Buarque, em SP. Fica a poucos metros da estação de metrô República. A entrada para as festas custará entre R$ 15 a R$ 40 por pessoa.

Fotos: Brunella Nunes e Fabio Feltrin para o Quanto Custa Viajar

Foto: divulgação

Robot Restaurant em Tóquio

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *