Quem é que não sonha em conhecer um lugar tão lindo quanto cenários de filmes? Navegando entre fotografias na internet, a nossa imaginação vai longe, mas na verdade nem precisa atravessar oceanos. Conheça 18 ilhas paradisíacas no Brasil que vão tirar seu fôlego e poupar seu bolso de uma viagem internacional.

Para descobrir quanto custa chegar até estes destinos deslumbrantes do Brasil, é só clicar nos links, logo no nome de cada um deles. Assim fica mais fácil não só sonhar, mas realizar. 😉

Atol das Rocas – Rio Grande do Norte

Um atol é basicamente um anel de corais que forma uma ilha oceânica. O Brasil é dono do único atol do Atlântico Sul, que está a 260 km de Natal e a 140 km de Fernando de Noronha. A reserva biológica é fonte de pesquisas e reúne diversas espécies marinhas, sendo o segundo maior local de reprodução da Tartaruga Verde em todo mundo.

atol das rocas

Ilha Grande – Rio de Janeiro

Um dos lugares mais bonitos do Rio, Ilha Grande é a maior dentro da baía de Angra dos Reis. As águas cristalinas são um convite ao mergulho, que revela diversas espécies da rica vida marinha. O centrinho da ilha é rústico e preza pela simplicidade. Rios e cachoeiras no meio da Mata Atlântica também ajudam a espantar o calor.

Fotos de Ilha Grande para o www.ilhagrande.com.br e sua rede de websites de turismo
Fotos via

Angra dos Reis – Rio de Janeiro

Há tantos lugares para conhecer em Angra, que fica até difícil escolher um. São oito baías, 365 ilhas e 2 mil praias espalhadas pela região a 166 km de distância do Rio de Janeiro. O mar esverdeado permeia todo o território turístico, sendo Ilha Grande e Búzios os mais famosos entre eles. Praias reservadas e cachoeiras atraem os casais que querem unir sossego e agito no mesmo período, já que com barco se alcançam outras praias facilmente.

Não deixe de conferir no RJ também: ilhas Tijucas, ilha do Japonês e ilha da Gigóia.

ilhas-paradisiacas

Ilha do Gajiru – Ceará

Ainda pouco explorada pelos brasileiros, essa ilha de Itarema faz a cabeça dos gringos viciados em kite surf. A três horas de carro de Fortaleza, Guajiru tem condições de vento e lagoa perfeitas para a prática do esporte, atraindo desde os que desejam aprender até os profissionais da modalidade. Tranquila e rústica, é a escapada ideal para as próximas férias.

guajiru3

Ilha do Amor – Ceará

Em Camocim, a ilha que “não é bem uma ilha”, fica isolada às margens do Rio Coreaú, bem em frente a cidade. O lugar atrai casais e famílias que se divertem nas dunas, nadam em lagoas com águas cristalinas e percorrem os mangues. Durante o Carnaval, o destino entra na folia e recebe muitos turistas da região e do Brasil todo.

ilha do amor
Foto: Alex Uchoa

Morro de São Paulo – Bahia

Renda-se aos encantos baianos em Morro de São Paulo, ilha acessada através de barco em Salvador ou Valença. Rodeada de natureza, conta com praias paradisíacas, ótimos restaurantes pé na areia e pousadas aconchegantes, deixando difícil a tarefa de ir embora. A Praia do Encanto, ou Quinta Praia, é a mais preservada e isolada, para os que desejam tranquilidade.

morro de sp

Itaparica – Bahia

A 280 km de Salvador, é uma das ilhas mais famosas da região e tem praias encantadoras regadas pelos raios do sol e águas mornas. Esportes náuticos costumam fazer sucesso por lá. Na parte histórica, casarões coloniais e construções dos séculos 17 e 18 chamam a atenção. O município de Vera Cruz, dentro da ilha, abriga barreiras de corais.

itaparica

Abrolhos – Bahia

O arquipélago dos Abrolhos é perfeito para quem quer conhecer a vida marinha de perto. Descoberta em 1503, é um dos melhores pontos do mundo para o mergulho, onde as águas cristalinas convidam todos a explorar a fauna e os corais. Cinco ilhas vulcânicas formam o local, repleto de vegetação e piscinas naturais onde vivem tartarugas e baleias.

abrolhos

Arquipélago de São Pedro e São Paulo – Rio Grande do Norte

O conjunto de 10 ilhas rochosas não parece tão atraente para quem quer curtir praia, mas sim para os mergulhadores de plantão. Entre Natal e África (a cerca de 1.000 km de distância de cada um), o arquipélago é uma estação científica da Marinha brasileira por conta das espécies no fundo do mar. Para mergulhar, é preciso de autorização da

arquipelago sao pedro-saopaulo

Foto: ©André Seale – ArteSub.com

Fernando de Noronha – Pernambuco

O arquipélago brasileiro já é famoso por suas vistas impressionantes. Entre pedras escuras de origem vulcânica e próximo a uma grande falésia estão piscinas naturais, ricas em fauna marinha, que torna o local uma região de preservação. O acesso a algumas das praias mais bonitas do Brasil é difícil, mas o esforço por um mergulho compensa.

noronha4

Ilha do Bananal – Tocantins

Muita gente não sabe, mas essa é a maior ilha fluvial do mundo. Bem na divisa com Goiás e Mato Grosso, é formada pelos rios Araguaia e da Morte, resultando em 20 mil km² de extensão. Pela rica biodiversidade que ali se encontra, incluindo botos, onças-pintadas e tartarugas, é considerada como Reserva da Biosfera da UNESCO.

ilha do bananal

Alter do Chão – Pará

No Pará, o balneário é considerado o “Caribe Amazônico” por conta das praias fluviais que ficam às margens do rio Tapajós. As águas doces desta ilha de pescadores são tão tranquilas quanto a terra firme, onde casais curtem o dia todo até admirarem o pôr-do-sol.

Ilha do Marajó – Pará

famosa por sua pororoca – grande onda criada pelo encontro das águas – e pela grande quantidade de búfalos usados para carga e transporte, a Ilha do Marajó fica no encontro entre o Atlântico e os rios Amazonas e Tocantins. Praias, lagos, dunas e florestas fazem parte deste santuário ecológico.

Ilha de Marajo

Florianópolis – Santa Catarina

Um dos melhores lugares para se viver no Brasil, Floripa é realmente a Ilha da Magia. Os brasileiros adoram se perder na cidade com o maior número de praias de Santa Catarina, que pode chegar a mais de 100. De lagoas tranquilas a ondas alucinantes que encantam os surfistas, existe praia para todos os tipos de público. Dunas e trilhas complementam o visual e as atrações, assim como museus, mirantes, parques, bares e baladas.

Foto: Brunella Nunes
Foto: Brunella Nunes

Ilha do Mel – Paraná

Saindo de Curitiba, o destino para se chegar até a Ilha do Mel é Paranaguá. O percurso pode ser feito através da estrada ou num encantador passeio de trem, que percorre lindas paisagens e inspira o clima de romance. Já na ilha,  que tem 90% da área protegida pela Unesco, vale conhecer a Fortaleza de Nossa Sra. dos Prazeres, o Morro do Farol e a Gruta das Encantadas.

Ilha do Mel - Farol das Conchas

Ilhabela – São Paulo

A apenas 130 km da capital e próxima a Mata Atlântica, Ilhabela tem praias tão lindas que fica difícil escolher a mais encantadora. Chegando a vila após um percurso de balsa, saindo de São Sebastião, já se reconhece um lugar ainda rústico mesmo sendo tão turístico. Entre as praias mais conhecidas e as mais escondidas, que têm acesso somente por trilha, quem brilha mesmo é o mar cristalino, que  torna esportes aquáticos bastante propícios, incluindo o mergulho.

ilhabela

Ilha das Couves – São Paulo

Próximo a Barra do Sahy estão as ilhas dos Gatos e das Couves, ambas muito belas. Parte de Ubatuba, a Ilha das Couves tem águas claras propícias para quem curte mergulho e são um tanto isoladas. Os surfistas estão sempre por lá, assim como os adeptos do windsurf.

Ilha do Cardoso – São Paulo

A Ilha do Cardoso é conhecida por reunir algumas das melhores e mais preservadas praias do Estado. Escondida, a praia da Laje traz à tona a formação de piscinas naturais que fazem a alegria daqueles que percorrem 10 km de trilha. O mesmo acontece nas praias Ipanema, Fole Grande e Fole Pequeno.

Ilha do Cardoso

Fotos: reprodução

5 comentários

  1. A foto do Arquipélago de São Pedro e São Paulo que ilustra este post pertence ao fotógrafo André Seale – Artesub.com. Favor creditar o fotógrafo em seu post ou retirar a foto por uso sem autorização devida.

    1. Oi Lucia,

      Agradecemos a informação e já adicionamos os créditos. Às vezes fica difícil encontrá-los na internet mesmo e comentários como o seu certamente nos ajudam com essa questão. 🙂

      Abs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *