Situada no Canal da Mancha (entre França e Reino Unido), a Ilha de Sark tem ganhado alguma fama após a divulgação da Internacional Dark-Sky Association, que a colocou entre os céus mais escuros do mundo. Com apenas 3,2 km quadrados, a pequena notável não tem iluminação artificial nas ruas, fazendo com que as estrelas brilhem mais do que tudo.

Para preservar o céu, a população de 600 habitantes usa lanternas para caminhar durante a noite e a proibição de carros também ajuda a manter a poluição longe, colaborando com a magnífica visão noturna. O primeiro observatório, bem simples, foi aberto no final de 2015, abrigando até seis pessoas que tem acesso a um telescópio.

Com a fama pela escuridão propícia para a contemplação celeste, a ilha próxima ao Reino Unido tem atraído turistas e assim poderá investir mais em infraestrutura. Durante a noite, é possível avistar Marte, a constelação de Orion, partes da Via Láctea, Plêiades e Cassiopeia. Demais, não?

Quem procura um cantinho para ver as estrelas brilhantes ou as auroras, temos post aqui e aqui.

Sark

sark3

sark2

sark10

sark7

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

sark4

Post por Brunella Nunes
Fotos: Sark Tourism

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *