Entre as serras no Rio de Janeiro cercadas pela beleza da Mata Atlântica fica a cidade de Mangaratiba, um lugar charmoso que atrai viajantes que gostam de contato com a natureza. Por lá, um dos destinos ideais para uma viagem a dois é a Ilha de Jaguanum, reduto com lindas praias e cachoeiras.

Perfeita para se desligar da correria do dia a dia, ir para a ilha é garantia de banhos em águas morninhas com aquela coloração verde esmeralda bem conhecida no Rio.

A região faz parte da conhecida Costa Verde, que recebe esse nome justamente pelo fato de ser abençoada com a natureza em sua forma mais pura, abrangendo 2.000 praias e 365 ilhas.

ilha de jaguanum
Foto: reprodução / Pousada e Restaurante Jaguanum
ilha jaguanum
Foto: reprodução / Pousada e Restaurante Jaguanum

Partiu, RJ? Encontre passagens aéreas com os melhores preços

Como chegar à Ilha de Jaguanum no Rio de Janeiro

Para visitar esse paraíso, siga pela Rio Santos em direção à Praia de Itacuruça, distrito de Mangaratiba — fica a aproximadamente 90 km da capital.

Também é possível ir de ônibus. Nesse caso, vá até o centro de Itacuruça ou até o centro de Itaguaí — aqui, pegue uma van para o centro de Itacuruça depois no Porto.

No distrito de Itacuruça existem vários barqueiros que fazem a travessia até a Ilha do Jaguanum. O valor custa em média R$ 50, já com a ida e volta. O percurso de barco leva mais ou menos 20 minutos. Agora, é só desembarcar nessa belezinha de ilha e começar seu passeio!

O que fazer na Ilha de Jaguanum

pousada e restaurante jaguanum
Foto: reprodução / Pousada e Restaurante Jaguanum

Esta ilha selvagem cercada pelo mar verde esmeralda tem 14 praias praticamente inexploradas. A orla de todas elas é coberta de verde e árvores frutíferas. Qualquer uma terá águas quentinhas ótimas para banho e muitas pedras ao redor.

As mais importantes são Pitangueiras, Cabeceiros, Calabouços, Calhaus, Mocambo, Várzea, da Estopa, do Catito, do Sul e Araçá. Araça, inclusive, possui boa infraestrutura para atender os turistas.

Muita gente aproveita para caminhar em volta da ilha. Será um tour de aproximadamente 10 km com dificuldade moderada, já que a exposição ao sol será o fator mais desafiador. Mas com certeza é uma maneira bonita de conhecer toda a região.

ilha de jaguanum
Foto: reprodução / Pousada e Restaurante Jaguanum

O trajeto começa na Praia da Pitangueira, com muitos mirantes no meio do caminho, até a Praia da Jaqueira. Depois, uma pausa na Calabouço, na linda praia da Estopa e termina na Praia do Araçá. Aqui, você pode ver a trilha com foto no WikiLoc.

Se quiser mais tranquilidade, é possível conversar com os barqueiros para que eles deem uma volta na ilha pelo mar. O ponto de vista será diferenciado e bastante especial. Ainda com os barqueiros, se possível veja para fazer passeios pelas ilhas Bonitas, Pompeba e Vigia Pequena, com certeza valerá a pena!

Onde ficar na Ilha de Jaguanum

pousada e restaurante jaguanum
Foto: reprodução / Pousada e Restaurante Jaguanum

Não existem muitas opções de pousadas na Ilha de Jaguanum. O que funciona muito bem por lá são as locações de casas via AirBnb. Existem acomodações para todos os gostos e bolsos, com preços que partem de R$ 290 para o casal. Avalie bem as opções e converse com os anfitriões para acertar na sua escolha.

A hospedagem mais conhecida na ilha é a Pousada e Restaurante Jaguanum, um lugar muito aconchegante e acolhedor que fica na Praia da Pitangueira. Para fazer uma reserva, entre em contato pelo Facebook.

Na pousada, ainda é possível alugar caiaques para passeios deliciosos e também pranchas de stand up paddle.

Foto: reprodução / Pousada e Restaurante Jaguanum

Além dos quartos, a pousada tem uma área de camping. Leve sua barraca e equipamentos para curtir ainda mais os momentos na natureza. Os preços do campings partem de R$ 30,00, com acesso a banheiros e espaço para preparar as refeições.

O que levar para a Ilha de Jaguanum

pousada e restaurante jaguanum
Foto: reprodução / Pousada e Restaurante Jaguanum

Para sua viagem, seja estilo bate e volta ou para ficar por lá, você deve levar:

  • Repelente, tem muito inseto e pernilongo por lá;
  • Protetor solar e roupas de banho;
  • Chapéu, boné e óculos de sol;
  • Tênis ou bota confortável para fazer trilhas;
  • Mochilinha se for caminhar;
  • Água potável, mesmo que não fique em camping (calcule pelo menos 3 litros por dia);
  • Lanches rápidos (barra de cereais, doces, isotônico, frutas, sucos).

Curtiu essa dica?

Conta aqui nos comentário: você já visitou esse paraíso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Viajar é pra todo mundo!

Até 70% de desconto em passagem aérea