Com os dias quentes de verão se aproximando, nada melhor do que encontrar lugares perfeitos para ver paisagens bonitas e curtir praias cheias de charme pelo Brasil. Quem estiver no Rio de Janeiro pode aproveitar o mar da Ilha de Itacuruçá, um pedaço do céu na Terra que fica entre os municípios de Mangaratiba e Itaguaí.

Uma coisa que surpreende é que a Ilha de Itacuruçá fica pertinho da Zona Oeste do Rio de Janeiro e muitos moradores da capital fluminense nem sabem da existência desse cantinho calmo e bastante seguro no estado.

Partiu, Rio? Encontre sua passagem aérea aqui

A trilha sonora ambiente é composta pelo som de grilo, pássaros e outras espécies da Mata Atlântica. Este é realmente o lugar para desacelerar, fugir do agito, meditar e se conectar com a beleza da Costa Verde fluminense.

Ah, é importante saber: Itacuruçá e Ilha de Itacuruçá são lugares diferentes, apesar de possuírem o mesmo nome. Um se trata do distrito de Mangaratiba e bastante procurado pelos turistas; e a outra a ilha rústica e pacata propriamente dita.

Para chegar até a Ilha de Itacuruçá, basta pegar um barco que parte ou da Ilha da Madeira ou do distrito de Itacuruçá. Dependendo de onde deseja chegar, em apenas 15 minutos a embarcação estará na ilha.

O que fazer na Ilha de Itacuruçá

Por lá, esqueça o agito da cidade grande, já que nem supermercados ou caixas eletrônicos são encontrados pelas ruas da pacata região. Carros? Não se vê isso por lá! Até mesmo o sinal de operadoras de celular é ruim, fazendo com que muitas pousadas ofereçam Wi-Fi via satélite para os hóspedes se comunicarem com amigos e familiares.

As praias com águas tranquilas e aquele sentimento de segurança imperam por toda a Ilha de Itacuruçá. A Praia do Boi e a Praia do Sapioeira são rústicas e local onde os pescadores vivem. A Praia Grande é o destino mais movimentado e ideal para um mergulho no mar sem ondas.

A Praia da Maria Russa, também conhecida como Prainha, é mais um ponto de visitação imperdível. Com jeitão selvagem e rústico, é boa para um momento de meditação ou simplesmente ficar olhando para o mar, esperando o dia passar cercada pela natureza. Inclusive, o grupo É O Tchan já gravou um clipe neste local!

As opções de trilhas com diferentes quilômetros de extensão possuem visual variado que surpreende a cada pausa. Com 994 hectares e vinte e seis quilômetros de perímetro, a ilha pode cair no gosto de quem adora trilhas ecológicas.

Uma das caminhadas mais legais é até a Pedra da Pegada, trilha de subida com 5 minutinhos de duração. Lá do alto, o visitante tem vista para a Praia de Águas Lindas, para o Píer (também chamado de Ponte pelos moradores locais), para bares e pousadas em frente à praia. Falando em bares, existem vários espalhados pela ilha, mas eles só abrem de quinta a domingo.

Onde ficar na Ilha de Itacuruçá

Foto: reprodução / AirBnb

O principal ponto para encontrar uma hospedagem na Ilha de Itacuruçá é na enseada de Águas Lindas, um vilarejo com pousadas rústicas e charmosas.

Tem casas para locação no AirBnb, como a Casa da Costa, com varanda e piscina sobre as rochas; e a Casa Alta, local também com varanda que garante uma linda vista para o mar.

Ganhe até R$ 179 de desconto em sua primeira reserva no AirBnb

É incrível pensar que essa ilha caiçara tão pertinho da Zona Oeste do Rio, com acesso fácil e rápido é tão pouco conhecida! Se você mora na capital fluminense ou está com as férias agendadas para lá, coloque a Ilha de Itacuruçá em seu roteiro de passeios para passar um final de semana no local, você não vai se arrepender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *