Imagina acordar com vista para os Cânions do São Francisco, uma das maiores maravilhas naturais do Nordeste. É o que oferece esse hotel em Alagoas, que aproveita a localização privilegiada para oferecer vários ângulos da paisagem do sertão.

Batizado de Pedra do Sino, o hotel fica na cidade de Piranhas, a 199 km da vizinha Aracaju (SE) e a 284 km da capital, Maceió. Com tranquilidade e opções para aventureiros, a pequena notável atrai turistas em busca de contato com a natureza, arquitetura histórica e boa comida.

Foto: divulgação

O principal chamariz do hotel em Alagoas é o deck de madeira onde foi construída a piscina de borda infinita. Ali também estão espreguiçadeiras para curtir um dia de sol e mesas que servem de opção para desfrutar o buffet de café da manhã.

Além de estar de frente para os morros cobertos de vegetação, a hospedagem conta com visão para o rio, correndo lá no horizonte. A vista mais privilegiada é da suíte Master, na qual os hóspedes podem relaxar numa banheira de hidromassagem enquanto apreciam as belezas do Xingó, como também é conhecido o cânion.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Os demais quartos contam com varanda que também mira para o cânion. Apenas a suíte Standard não tem a mesma visão. Com leves mudanças na decoração e no tamanho da estrutura, os equipamentos são os mesmos em todas: cama queen size, secador de cabelo, frigobar, ar-condicionado, TV, armário e cofre.

O artesanato local é uma característica muito presente no hotel em Alagoas. Além de enfeitar os espaços, as peças feitas a mão por artesãos são vendidas na própria acomodação. Porcelanas, quadros, bonecas de pano, camisetas, roupas de crochê e outros itens estão disponíveis para levar de recordação.

Curtiu o hotel? Consulte as datas disponíveis e faça sua reserva!

Foto: divulgação

O que fazer em Piranhas

O município às margens do rio São Francisco e cravado entre serras é apelidado carinhosamente de Lapinha do Sertão. O principal atrativo é o passeio pelas águas esverdeadas de um dos maiores cânions navegáveis do mundo.

Dali é possível percorrer 17 km de barco pelo rio, observando as exuberantes formações rochosas do vale, que ao todo tem 65 km de extensão, envolvendo outros destinos nordestinos pelo caminho da região de Xingó.

Um belo conjunto arquitetônico compõe o centro histórico, que é permeado de casarões coloniais coloridos e bem conservados. É ali que se concentra o burburinho noturno, devido a presença de bares e restaurantes ao redor da praça principal; e também os programas culturais, que incluem o Museu do Sertão e a antiga estação ferroviária, onde repousa uma locomotiva Maria Fumaça.

Foto: Tom Alves/Turismo de Alagoas

Outro tour bem conhecido em Piranhas é a Rota do Cangaço. A bordo de um catamarã, percurso de 1,5 km refaz o trajeto de Lampião até a Grota do Angico, o ponto da morte dele, que foi considerado o Rei do Cangaço e principal símbolo do banditismo cangaceiro no Brasil.

A jornada pode seguir, em outro barco, até o povoado de Entremontes. O lugarejo ganhou fama quando Dom Pedro II passou por lá, mas hoje quem faz sucesso mesmo são as mulheres ribeirinhas, que fazem manualmente o bordado Redendê, uma ótima lembrança regional.

Vista do Mirante Secular, acessado a partir de 300 degraus – Foto: Turismo Alagoas
Foto: Turismo Alagoas

O passeio pelo rio

Muitas agências pipocam suas ofertas de passeio pelo rio São Francisco e pelo Cânion de Xingó, uma das maiores belezas intocadas do sertão nordestino. Você pode comprar por conta ou pedir indicação por meio do hotel.

Um dos roteiros mais conhecidos é vendido pelo Restaurante Ecológico Castanho, que fica na beira do rio. Além de navegar entre os paredões de arenito de até 30 metros de altura, a operadora faz uma pausa em uma plataforma de mergulho e oferece também, por um custo extra, um passeio de canoa até a Gruta do Talhado.

Se quiser incluir outro mirante de tirar o fôlego nas recordações da viagem, não deixe de ir até o Mirante do Talhado, que fica em Delmiro Gouveia, parte de Alagoas. O percurso é feito através de uma trilha no meio da vegetação da Caatinga, revelando outro trecho deslumbrante do Velho Chico.

Foto: Turismo Alagoas
Foto: Turismo Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Viajar é pra todo mundo!

Até 70% de desconto em passagem aérea