Não é novidade dizer que música combina com comida e vice-versa, e se você gosta dessa mistura, é bem provável que já tenha sentido vontade de conhecer um dos restaurantes da famosa rede Hard Rock Cafe.

A história desse gigante começa em Londres, no ano de 1971, quando o primeiro Hard Rock Cafe foi inaugurado pelos parceiros norte-americanos Isaac Tigrett e Peter Morton que, com saudades da terra do Tio Sam, decidiram criar um restaurante onde se pudesse comer um hambúrguer americano de respeito.

Foto: Pixabay

Assim que a ideia de transformar aquela nostalgia alimentar em negócio começou a sair do papel, os dois alugaram um espaço comercial que servia anteriormente como uma concessionária da Rolls-Royce. A logomarca foi criada por Alan Aldridge, um ícone do mundo da ilustração e que já trabalhou para clientes como os Beatles e Elton John.

Falando em Beatles, vale ressaltar que Paul McCartney e Wings foram os primeiros a se apresentar no restaurante, em 1973, quando o lado musical começou a ficar, finalmente, mais bem desenvolvido.

Veja também: 14 lugares para os fãs de Beatles conhecer

O fato é que os negócios começaram a ir bem e, como você já sabe, a marca continua fazendo sucesso até hoje, com sedes em 59 países ao redor do mundo, com mais de 190 unidades a pleno vapor.

Produtos Hard Rock Cafe

hard rock cafe
Foto: Pixabay

Se você acha que a ideia de estampar a logo da marca em camisetas, moletons, e bonés foi algo que surgiu depois de muito se pensar a respeito, saiba que não foi nada disso!

Na verdade, o nome da rede foi impulsionado graças ao bom e velho futebol. Tigrett e Morton patrocinaram um time de futebol local em 1974, o que fez com que os atletas usassem camisetas com a marca do restaurante.

Acontece que algumas camisetas sobraram e voltaram para os sócios, que decidiram presentear seus clientes mais assíduos com as peças. A coisa foi tão maluca que a demanda cresceu ao ponto de os caras decidirem fazer mais camisetas para vender. O resultado está aí: tão famosas quanto os hambúrgueres da marca, as peças, que hoje não são apenas camisetas, são vendidas feito água para os clientes e fãs do Hard Rock.

Música por todos os lados

hard rock cafe
Foto: Pixabay

A verdade é que os sócios e criadores do Hard Rock Cafe tiveram um excelente timing na hora de pensar em um restaurante que fosse uma verdadeira ode à comida americana e à boa música.

Em plena década de 1970, os caras conseguiram se destacar e viraram queridinhos entre grandes músicos da época – a cantora Carole King tem uma música feita especialmente para o restaurante, só para você ter ideia.

Já a coleção invejável de itens musicais começou com uma doação do lendário Eric Clapton, que pendurou uma de suas guitarras no restaurante para marcar onde era seu lugar. Adivinha o resultado disso? Uma semana depois, o guitarrista Pete Townshend, do The Who, enviou sua guitarra para o restaurante e brincou que ela era melhor que a de Clapton.

A partir daí, os sócios começaram a buscar instrumentos musicais de pessoas famosas para deixar em exposição e, em 1986, conseguiram itens de Michael Jackson, Madonna, John Lennon e Jimi Hendrix em um leilão. Foi nessa compra bizarra que eles conseguiram o vestido usado por Madonna no clipe “Like a Virgin”, a jaqueta vermelha que Michael Jackson usou no clipe de “Beat it!”, os caricatos óculos de Lennon e a guitarra Flying V, de Hendrix, por exemplo.

O que começou com uma brincadeira de Eric Clapton se transformou em um acervo gigantesco com quase 80 mil itens de músicos de renome internacional.

Hard Rock Cafe no Brasil

hard rock cafe
Foto: divulgação / Hard Rock Cafe

Para a alegria geral da nação, temos três restaurantes da rede no país, e eles ficam em Gramado (RS), em Curitiba (PR) e em Fortaleza (CE).

O cardápio é composto por muitas opções de hambúrgueres, acompanhamentos, bebidas e sobremesas, e os preços variam conforme o pedido.

Os sanduíches, que são muito bem servidos, custam, em média, R$ 46,90, e também há opções de fajitas, com preços que vão de R$ 65,90 a R$ 75,90. A carta de chopes e cerveja conta com as marcas Heineken, Amstel e Munich Helles, custando de R$ 11,90 a R$ 13,90. Os drinks elaborados oferecidos pela rede custam todos R$ 29,90, ou seja: os valores não são exorbitantes, e é totalmente possível conhecer os restaurantes sem gastar muito.

Endereços:

  • Curitiba: Rua Buenos Aires, 50, Bairro Batel;
  • Fortaleza: Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500, Bairro Papicu;
  • Gramado: Rua Wilma Dinnebier, 180, Bairro Belverede.

Encontre as melhores hospedagens nessas cidades aqui

É bem comum vermos um monte de turista visitando os restaurantes da rede fora do Brasil (é quase como uma atração e realmente algo imperdível durante a trip). Entretanto, os restaurantes aqui no Brasil também são bem legais e vale uma visita.

O de Curitiba é um dos nossos favoritos: estiloso, com aquela guitarra gigante na frente e sempre com shows ao vivo para embalar a noite. Vale a pena visitar todos!

Você já conheceu algum dos restaurantes da rede? Conte para a gente como foi a sua experiência!

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para ajudar você a enfrentar essa quarentena...

Preparamos muito conteúdo bacana para você viajar sem sair do sofá!