Com os Alpes ao fundo e uma das mais antigas minas de sal do mundo, a cidade é ponto turístico indispensável para quem está na Áustria

Sabe aquelas paisagens que parecem de filme? Chegar em Hallstatt, um pequeno vilarejo na Áustria, proporciona esta sensação. A aldeia fica em Salzkammergut, Alta Áustria, e está localizada perto do lago Hallstätter See, o que proporciona, junto com Alpes cobertos de neve ao fundo e suas pequenas casas, a vista de tirar o fôlego.

Considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco desde 1997, o vilarejo não é daqueles que enche apenas os olhos, mas também conta com muita história por abrigar uma das – ou talvez até a primeira – mina de sal do mundo. O local hoje tem menos de mil habitantes e depende basicamente do turismo, mas já foi um dos mais ricos da região e deu seu nome inclusive à uma cultura da Idade de Ferro.

Seja pela história ou por sua beleza, Hallstatt vale e muito a visita, e é bom lembrar que em apenas um dia a vila pode ser explorada. Se você vai à Salzburg, por exemplo, faça um bate e volta.

Como chegar

Para aproveitar bem o dia, é importante acordar cedo para chegar em Hallstatt. Você pode escolher pegar o ônibus BUS 150 em Salzburg, que demora cerca de duas horas, e descer na estação Bad Ischl para pegar o trem para Hallstatt. Também é possível pegar um trem de Salzburg direto para o vilarejo, mas sai um pouco mais caro. Das duas maneiras, ainda é preciso atravessar o rio de barco. A travessia é bem curta e você vai passar o tempo boquiaberta com a vista.

Encontre sua passagem aérea para a Áustria e outros destinos do mundo em nosso buscador!

A melhor época para visitar o local é entre Abril e Outubro, já que o inverno é rigoroso e muitos locais ficam fechados – até o tradicional passeio pela mina de sal.

O que fazer

Caminhar pelo centrinho da cidade e admirar a delicadeza de suas casas é fácil, você nem vai precisar de um mapa e se perder tornar-se uma agradável experiência. Durante o passeio é possível visitar o Museus Hallstatt, com objetos antigos bem preservados que contam a história da cidade.

People Town Market Square Hallstatt Austria

Você também vai passar e pode visitar uma igreja que normalmente sai nas fotos dos turistas que visitam Hallstatt: a Evangelisches Pfarramt, uma pequena igreja luterana. Bem perto de lá você também vai encontrar a igreja católica da cidade, o cemitério, e a Capela de Ossos, que abriga ossos dos moradores do vilarejo. Parece macabro, mas vale a pena fazer esse roteiro.

Mas vamos ao passeio mais comum: a visita a uma das minas de sal mais antiga do mundo – ou até a mais antiga. É possível chegar à Salz Welten depois de uma longa caminhada de uma hora ou um funicular que demora menos de 5 minutos. Para aproveitar o dia todo e ainda passear pelo centro é aconselhável pegar a segunda opção. Chegando lá você pode aproveitar o passeio guiado em grupo, passando por túneis e ouvindo a história do local. Lembre-se de levar um agasalho a mais, pois na mina a temperatura é melhor, e usar tênis confortáveis.

Um negócio da China

Em qualquer momento do ano é possível encontrar muitos chineses em Hallstatt. E o motivo é um tanto quanto curioso. Em 2011, uma companhia estatal minera chinesa, Minmetals Land, construiu uma cópia idêntica do vilarejo em Guangdong, no sul do país. O lugar chama Hallstatt See e no começo desagradou os moradores do verdadeiro vilarejo, mas o aumento do turismo fez a opinião mudar um pouco.

Outra curiosidade é que Hallstatt é considerado o vilarejo mais bonito da Europa segundo Instagram. Então, se você ainda tem dúvidas se deve visitar o local, procure por fotos na rede social que tomará uma decisão na hora.

Texto por Daniela Fescina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *