Entre labirintos e cenários que parecem ter saído de um filme, as cavidades naturais possuem variadas formas. O nosso território verde e amarelo possui mais de 6.300 catalogadas, uma das maiores concentrações do mundo! Reunimos 10 grutas no Brasil para conhecer na sua próxima aventura, assim você descobre, pelo menos, parte delas.

Com diferentes tipos e dimensões, tais cavidades são chamadas de cavernas ou grutas quando são horizontais, e abismos, quando são verticais. Algumas ganham a característica de “vivas”, pois ainda seguem em constante processo de transformação, enquanto outras se mantêm quase intactas há centenas de anos.

Vamos conferir a nossa seleção?

Gruta da Tapagem/Caverna do Diabo – SP

No município de Eldorado, em São Paulo, está uma das cavernas mais famosas do mundo: a Gruta da Tapagem, conhecida como Caverna do Diabo, a maior do estado. Seus enormes salões apresentam um mundo subterrâneo aparte, cheio de formações curiosas esculpidas nas pedras, lembrando os traços de um elefante, um rinoceronte e até o bolo de uma noiva. Basta deixar a imaginação fluir! O rio das Ostras percorre 8 km da cavidade e a evaporação da águas resultou em várias colunas e estalagmites de calcário.

Gruta do Lago Azul e Abismo Anhumas – MS

Dentro dos inúmeros atrativos naturais de Bonito, existem dois que são imperdíveis. A Gruta do Lago Azul, a 20 km da cidade, foi descoberta por um índio Terena em 1924 e segue atraindo turistas por conta da coloração suas águas azuis. Há ainda a Gruta São Mateus e a Gruta São Miguel, uma das cavidades mais antigas do planeta, conhecida também como Abismo Anhumas, que tem 72 metros de profundidade e oferece mergulhos imperdíveis.

Gruta da Pratinha – BA

Não faltam belezas na Bahia e a Gruta da Pratinha é uma delas. Dentro do Parque Nacional Chapada da Diamantina, essa é uma das poucas grutas no Brasil onde dá para fazer flutuação nas águas intensamente azuis e transparentes. Na mesma propriedade, a Fazenda Pratinha, está a Gruta Azul, um lago translúcido com até 70 metros de profundidade, em que o nado não é permitido, mas o visual impressiona.

Gruta de Suçuapara – TO

Dentro do belo parque Jalapão estão muitos atrativos naturais, incluindo a Gruta de Suçuapara. Entre as rochas de arenito, que formam uma fenda de entrada e seguem por 60 metros de comprimento, está um lago onde o banho é permitido. O visual parece de filme. Em Aurora, outra cidade, existem mais de 280 grutas e cavernas catalogadas. Sigam nosso Instagram pois estamos indo para o Jalapão e vamos mostrar tudo para vocês!

Gruta do Talhado – AL

Navegando de barco ou catamarã pelas águas esverdeadas do Velho Chico, o rio São Francisco, se chega até a Gruta do Talhado ou do Paraíso – como também é chamada -, com enormes paredões que parecem ter sido esculpidos a mão. O trajeto até lá é belíssimo e, ao chegar ao ponto final, é possível mergulhar e se aproximar do santuário feito para o santo. Esse trecho não fica em Sergipe e sim em Delmiro Gouveia, Alagoas.

Gruta da Judeia – AM

Quem vai até a Amazônia não pode deixar de conhecer o município de Presidente Figueiredo, a 130 km de Manaus, conhecido por suas centenas de cachoeiras. É lá onde fica também a Gruta da Judeia, um lugar muito especial junto a Caverna Refúgio do Maroaga. O cenário inclui uma queda d’água que forma uma piscina natural, o refúgio perfeito para um banho em águas doces e douradas. Mais uma gruta que nós iremos conhecer 🙂 Siga nosso Instagram e acompanhe nossa viagem para o Amazonas em Julho!

Gruta do Acaiá – RJ

As praias de Ilha Grande já são conhecidas por suas águas azuis, onde se avistam alguns peixinhos. Mas sabia que lá também faz sucesso uma gruta? Batizada de Acaiá, tem 30 metros de comprimento e um cenário um tanto surreal: as águas azuis que parecem reluzir como um diamante. O brilho é devido a incidência de luz solar que entra pela fenda.

Foto: Yuri Kiddo photography

Gruta Rei do Mato – MG

Com formações de estalagmite e estalactite (que parecem lanças brotando do teto) raras em todo o mundo, a gruta do Rei do Mato, em Sete Lagoas, faz parte do roteiro que inclui as grutas Lapinha, em Lagoa Santa, e Maquiné, em Cordisburgo. Essa é uma das 50 maiores cavernas de Minas Gerais, contando com 998 metros de extensão, sendo 220 visitáveis através de passarelas e escadarias. E ela segue em contínuo processo de formação devido à ação da água.

Foto: Jonatan Lopes – MNEGRM

Grutas e cavernas do PETAR – SP

Sabia que em São Paulo está o maior pórtico de caverna do mundo? É na cidade de Iporanga, a cinco horas de distância da capital, que está o PETAR – Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira. Em sua área se espalham mais de 350 cavernas, além de trilhas, cachoeiras e comunidades quilombolas. Entre os destaques estão a Caverna Casa de Pedra, que possui o maior portal de caverna do mundo segundo título do Guinness Book, e a Caverna de Santana, a segunda maior do Estado de SP, com mais de 8 km de extensão, considerada também a mais linda do Petar.

Gruta de Bacaetava – PR

No município de Colombo, Paraná, está uma caverna com 700 milhões de anos. Não por acaso, a gruta de Bacaetava é um dos principais atrativos da região, exibindo estalactites e estalagmites em seu interior, além de um rio homônimo, que nasce em Rio Branco do Sul e segue até a formação rochosa. Passarelas de metal levam o público adentro de parte de seus 200 metros de extensão.

Post por Brunella Nunes
Fotos: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *