Existem lugares que a gente assemelha rapidinho com cenários de filmes, de tão inacreditáveis. É o caso da Gruta da Judéia, um lugar muito especial junto a Caverna Refúgio do Maroaga em Presidente Figueiredo, no Amazonas. Com visual cinematográfico, você certamente vai querer ir lá para, ao menos, tirar umas fotos.

Depois de passar por uma trilha moderada por meio de árvores centenárias, das quais as raízes enormes chamam a atenção, se alcança o oásis no coração da floresta amazônica. Um paredão verde e rochoso é pano de fundo para uma galeria com queda d’água que forma uma piscina natural, onde as pessoas se banham em águas doces e douradas.

O visual no coração da floresta amazônica impressiona e, para preservá-lo, só é permitida a entrada de até 60 visitantes por dia acompanhados de guia. Ao longo do caminho para a caverna estão árvores com raízes tão grandes que trazem uma leve lembrança daquelas de Angkor Wat, cenário do filme Tomb Raider.

 

Entrada da Caverna do Maroaga

Embora estas sejam as principais atrações da cidade a 107 km de Manaus, Presidente Figueiredo ainda tem muitas outras belezas naturais, incluindo 150 cachoeiras, piscinas naturais, mais cavernas e grutas. Entre fevereiro e junho acontece a cheia dos rios, então vale a pena aproveitar este período.

Como foi nosso passeio para Presidente Figueiredo

Presidente Figueiredo é conhecida como a “Terra das Cachoeiras” por ter em sua região mais de 100 quedas d´água! O aconselhável é ficar por 2 ou 3 noites na cidade para aproveitar melhor seus atrativos. Alguns requerem uma trilha um pouco mais demorada e/ou complexa como a da Caverna do Maroaga-Gruta da Judéia, já algumas cachoeiras são de fácil acesso.

As raízes das árvores se espalham para colher mais nutrientes já que o solo é pobre

Como tínhamos pouco tempo de viagem em Manaus, optamos por fazer um passeio bate-volta com a Biotur Amazonas. Nos buscaram cedinho no hotel em Manaus e fizemos a Caverna do Maroaga-Gruta da Judéia além da Cachoeira da Iracema com direito a almoço incluso no passeio.

Fomos guiados pela Juliane que é bióloga e mora há anos em Presidente Figueiredo. Durante os passeios, ela foi passando seu conhecimento e informações sobre a região. Aliás, você sabia que a Amazônia há milhares de anos já foi mar? É por isso que a região tem diversas grutas que são formadas de terreno arenoso, seus formatos e suas cavernas foram formadas pelo movimento do mar durante anos.

O passeio é incrível, a caverna e a gruta são de uma beleza singular e contrastam muito com a floresta amazônica alagada que conhecemos dias antes desse passeio. Na caverna é possível adentrar alguns metros, é super escuro e cheio de morcegos e aranhas (na grande maioria inofensivas). Nós ficamos com um pouco de medo, mas depois vimos que era super seguro e adoramos a experiência!

Dentro da Caverna

Gruta da Judéia (dá para tomar banho aí nessa “piscina” mas a água é gelaaada!)

Depois de curtir esse passeio, fomos para a Cachoeira da Iracema, também um passeio muito bonito! Além da cachoeira com sua força, é possível visitar mais uma gruta do ladinho da queda d´água.

Cachoeira da Iracema

Gruta ao lado da Cachoeira da Iracema

Como era dia de jogo do Brasil (que por sinal foi o dia em que o time foi eliminado da Copa) , já fomos logo para o almoço! Comemos o tradicional Pirarucu, o maior peixe de amazônia que chega a ter 200kg. Vale lembrar que sua pesca é proibida, os peixes servidos em restaurantes são de cativeiro. O local do almoço era simples, mas a comida muito boa!

Se não tivesse o jogo (sim fizemos questão de assistir e fizemos isso no telão que colocaram para o pessoal da cidade), ainda seria possível visitar mais uma cachoeira, mas ficou para uma próxima visita!

Partiu fazer essa viagem incrível? Encontre aqui sua passagem pelo melhor preço para Manaus!

Para onde viajar
Eu tenhoBudget
e quero viajar porDias
Para onde viajar

Co-fundadora do Quanto Custa Viajar. Ama conhecer novos lugares, culturas, pessoas e comidas!

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *