Já imaginou observar alguns dos principais atrativos do Rio de Janeiro do alto de uma construção do século 18? O Forte São Luiz, em Niterói, oferece visão panorâmica para a Baía de Guanabara, a orla da cidade, o Corcovado, o Pão de Açúcar e até trechos da exuberante Serra dos Órgãos.

Foi entre os anos de 1769 e 1775 que a fortificação foi erguida, a mando do 2º Marquês do Lavradio, Luiz de Almeida, para proteger a entrada da barra, a Baía de Guanabara e a Fortaleza de Santa Cruz contra possíveis ataques. A uma altura de 230 metros acima do nível do mar, instalou-se no Morro do Pico, o que a atribui o nome de Forte do Pico, como também é chamada, pegando ainda em seus arredores raros resquícios de Mata Atlântica Nativa.

Desde 1998 pode ser visitada pelo público, tornando-se um atrativo turístico de Niterói, seja pelos ângulos de seus mirantes ou seu legado histórico. O acervo conta hoje com canhões variados que foram utilizados na 2ª Guerra Mundial e trazidos para o Brasil, além de guaritas, muros de pedra, galerias, túneis, pátios e ruínas.

O complexo de fortes em Niterói é formado por outras construções, como a Fortaleza de Santa Cruz da Barra e o Forte do Forte do Barão do Rio Branco, o mais antigo de todos.

Foto via

Como chegar: o Forte do Pico fica na Alameda Marechal Pessoa Leal, 265, e é acessado pelo Forte Barão do Rio Branco. Pegue a linha 33 Fortaleza do ônibus ou siga de carro pela Av. Roberto Silveira em direção a São Francisco, Charitas e Jurujuba; ou pela Rua Miguel de Frias, acompanhando a orla a partir de Icaraí.

Quanto custa: R$ 10,00 — crianças, estudantes e idosos pagam meia-entrada.

Confira outras dicas de passeios no Rio de Janeiro.

Foto via
Foto: José Henrique Gomes
Foto: Roberto Tonera
Foto: Celso Marinho
Foto: José Henrique Gomes

Fotos: reprodução

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *