Muitos bairros e locais ao redor do mundo têm um potencial incrível de ir do abandono ao título de lugar da moda. É o caso da Flacon Design Factory, um reduto descolado e criativo que ocupa uma antiga fábrica de perfumes em Moscou. O espaço inovador transborda cultura, reunindo estúdios de design, agências publicitárias, co-workings, arte urbana, cafés, restaurantes, lojas de roupas independentes e uma porção de eventos interessantes.

A história do fatídico endereço começou no século 19, quando o terreno que pertencia ao empresário francês Frederi Dutfua passou a sediar a produção de garrafas de perfumes refinados. Ao longo do período soviético, as peças eram convertidas em um utensílio de vidro cortado e depois caíram em desuso, gerando o abandono das instalações. Com essa premissa, Flacon é tida como “irmã mais nova” do ArtPlay, um lugar semelhante, construído dentro de uma ex-fábrica de chá.

Mantendo a cara de galpão industrial, o complexo revitalizado abriu as portas em 2009 e foi concebido com um local de expressão, onde todos têm liberdade para criar. Assim, a indústria pautada pela criatividade teria um endereço de conexão, propagação e inspiração, onde mídia, moda, artesanato e desenho convivem em harmonia, se complementado de diversas formas.

Toda essa atmosfera amigável colabora para que seja escolhido como sede de shows, performances, palestras, exibições de filmes, exposições, feiras, festas e oficinas de design. O local abriga ainda algumas datas especiais celebradas pelos russos, como o Dia da Itália, Dia de Madri, Dia de Paris e o Grande Jantar Inglês, divertidos eventos pautados pela diversidade cultural.

Ali, próximo da Estação de Metro Dmitrovskaya, as ideias borbulham, mas também se desprendem completamente de obrigações massantes. Há quem fique apenas tomando um sol, enquanto outros participam de cerimônias de chá ou plantam uma flor no jardim. E foi (quase) isso que a equipe do Quanto Custa Viajar fez por lá!

Nossa experiência

Estivemos no Flacon no nosso último dia em Moscou, passamos algumas horas lá curtindo o local que é bem gostoso. O (ou seria a?) Flacon conta com diversos grafites, lojas legais, cafés e lanchonetes. Almoçamos por ali e continuamos a passear pelo local que é grande e está ganhando uma expansão (sinal de que é sucesso).

Muitos dos cafés e das lojas são  estilo cool de rico, então não nos aventuramos muito por conta dos altos preços principalmente dos cafés e bares. Achamos no meio de um dos prédios, uma hamburgueria legal e resolvemos comer por ali, mas a conta não foi tão barata, 2 lanches com batata + 2 refris deu 1800 rublos, em torno de R$90.

Pelo local existem vários bancos e mesas diferentes onde você pode levar seu notebook e ficar por ali ao ar livre trabalhando, vimos diversas pessoas fazendo isso, no verão o local deve ferver!

Vale a visita para ver um lado diferente de Moscou, um lado mais jovem e descolado. É importante lembrar que não vimos grafites por Moscou, vimos apenas algumas pinturas em paredes que eram de militares hehehe! Então o Flacon se destaca por ser bem diferente do resto da cidade.

Quer saber mais sobre nossa viagem para a Rússia? Confira custos, dicas e outros passeios aqui!

Quanto custa viajar para a Rússia?! Nós temos a resposta 🙂

Confira o 2° vídeo da nossa viagem para a Rússia

Post por Brunella Nunes e Amanda Santiago
Fotos: equipe QCV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *