Se você gosta de fazer turismo ecológico e, de quebra, conhecer pontos turísticos históricos e culturas diferentes, pode se preparar para ter mais um destino entre os que você quer conhecer em breve: a Estação Ecológica do Taim — uma região imensa de preservação ambiental perto da cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul.

Essa reserva é famosa por suas paisagens, pelas trilhas e, especialmente, pela diversidade da fauna local — ao conhecer a Reserva Ecológica do Taim, é possível se deparar com animais como jacarés, raposas e capivaras.

O turismo ecológico vem ganhando cada vez mais espaço, afinal a ideia de juntar momentos de lazer com apreciação da natureza, tão cheia de encantos e peculiaridades, é mais do que agradável — para muitas pessoas, o contato com o meio ambiente é algo realmente terapêutico!

Reserva Ecológica Rio Grande do Sul: conheça o pantanal gaúcho

A Estação Ecológica do Taim foi inaugurada em 1986 e fica ao sul do Rio Grande do Sul, pertinho da fronteira com o Uruguai, nos municípios gaúchos de Santa Vitória dos Palmares e de Rio Grande.

Ao todo, Taim tem uma área de 11 mil hectares (aproximadamente 110 km²) e foi declarada como área de interesse ecológico devido à diversidade de vida selvagem no local e também por abrigar a maior região pantanosa do Sul do país.

A reserva é constituída por um sistema lagunar enorme, composto pelas lagoas Mirim, Jacaré, Nicola e Mangueira. Em Taim, existem 10 km de praias oceânicas, dunas e vegetação rasteira, garantindo uma sensação de infinito para quem percorre o trecho dirigindo ou caminhando.

Devido ao grande espaço da reserva e ao seu papel na preservação da biodiversidade local, a Estação Ecológica do Taim passou a ser reconhecida como Patrimônio Natural Mundial e, atualmente, é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A alcunha de “Pantanal gaúcho” tem a ver justamente com as características da região, especialmente em relação ao solo com banhados e alagados e à variedade de animais selvagens e vegetações.

Trilhas na Estação Ecológica do Taim

Ao todo, são quatro trilhas que permitem que os turistas conheçam a Estação Ecológica do Taim, e cada uma delas tem características únicas e encantadoras em relação à fauna e à flora desta área imensa e cheia de belezas naturais.

Trilha da Figueira

Aqui, além do cenário da reserva e dos animais que podem aparecer a qualquer momento (jacarés, cisnes e maçarico-do-bico-torto), existe uma figueira centenária e imensa que, por si só, já é uma atração turística.

Essa trilha é a única realizada em uma área privada, e sua duração é de aproximadamente 1h30.

Trilha da Capilha

Na Trilha da Capilha, considerada um passeio histórico-cultural, os turistas têm acesso a uma pequena vila, de mesmo nome, e a Capela Nossa Senhora da Conceição, construída em 1844 e tombada como patrimônio histórico. Aqui existem também as falésias e a lagoa mirim — lugar incrível para ver o pôr-do-sol! A duração da trilha é de aproximadamente 1h30.

Importante: nesta trilha existe a possibilidade de acampar ou se hospedar em casas e chalés, com valores que vão de R$ 15 a R$ 30 por pessoa. Se decidir acampar à beira da praia, não há cobrança.

Trilha do tigre

Essa trilha segue até os campos de banhado, e os turistas conseguem observar de perto as áreas alagadas da região, além da avifauna e de animais como jacarés e capivaras. A duração do percurso a pé é de 2h.

Trilha das Flores

Seguindo pela Trilha das Flores é possível chegar à praia e, depois, à Lagoa das Flores e seus ecossistemas relacionados: dunas, campos, arroios, mata nativa, avifauna e banhados. Parte do percurso é feito de ônibus, intercalando com caminhadas curtas, em uma duração total de 2h.

Flora e fauna da Estação Ecológica do Taim

Já mencionamos ao longo do texto que a região da reserva ecológica é excepcional em relação à diversidade da flora e da fauna locais e, só para você ter ideia do que estamos falando, separamos alguns números:

  • Na Estação Ecológica do Taim, existem 30 espécies de mamíferos;
  • O local tem também diversos jacarés do papo amarelo;
  • As aves migratórias, vindas da Patagônia, são um show à parte;
  • A ave mais comum na região é o cisne-de-pescoço-preto, considerado um dos mais belos do mundo;
  • Ao longo da reserva, é possível encontrar plantações de orquídeas;
  • Entre as espécies ameaçadas de extinção e que vivem na Estação Ecológica do Taim, temos: coscoroba, marrecão da Patagônia, socós, tachã e a garça-branca-grande;
  • Dentro do grupo dos mamíferos, temos o ratão-do-banhado, o tuco-tuco e a capivara.

Quanto custa visitar a Estação Ecológica do Taim

Os valores variam de acordo com a forma de visitação, indo de R$ 100 a R$ 180 por veículo. O ideal é agendar sua visita com antecedência, explicar qual é o roteiro desejado e conferir os valores específicos. Para isso, basta entrar em contato pelo telefone: (53) 3503-3151.

Como chegar na Estação Ecológica do Taim

Saindo da capital Porto Alegre, são 356 quilômetros de estrada, passando pelas BR 116 e 471, com duração de quase 5h de viagem. Ao chegar em Vila da Quinta, é preciso acessar o viaduto.

Uma dica valiosa é fazer uma parada no mirante que fica às margens da BR 471. Nele, dá para ver de pertinho alguns dos animais que vivem na região. O acesso ao mirante é possível por aqueles que passam de carro na direção de Santa Vitória do Palmar ou do Uruguai.

Se for de transporte público, basta pegar o ônibus da Planalto ou Embaixador sentido Chuí e descer na estação Taim.

Dicas gerais para o seu passeio

A Estação Ecológica do Taim é um lugar retirado, por isso é preciso tomar alguns cuidados e levar alguns itens básicos, tais como:

  • Água;
  • Comida;
  • Saco para guardar o lixo;
  • Protetor solar;
  • Roupas para se proteger do frio que pode fazer na região;
  • Chapéu;
  • E, claro, usar sapatos apropriados para caminhadas e solo molhado.

Onde se hospedar durante a viagem

Caso você não queira se hospedar na região da Trilha da Capilha, a cidade mais próxima é Rio Grande — veja os estabelecimentos que selecionamos no município:

Pousada Esquina do Sol

Foto: reprodução / Booking.com

A Pousada Esquina do Sol é um lugar tranquilo e acolhedor, que conta com quartos para famílias, serviço de quarto e piscina, além de aceitar animais de estimação. Os valores da diária costumam ser de R$ 115, para uma pessoa; R$165, para duas pessoas; e R$ 215, para três pessoas.

Hotel Villa Moura Executivo

Foto: reprodução / Booking.com

Essa é também uma opção muito boa de hospedagem em Rio Grande. O hotel oferece comodidades como academia, restaurante, serviço de quarto, recepção 24 horas e um café da manhã que faz sucesso entre os hóspedes. As diárias para duas pessoas variam entre R$ 195 e R$ 280, podendo ser alteradas sem aviso prévio.

Hotel Atlântico Praia

Foto: reprodução / Booking.com

Mais uma opção cheia de charme para quem busca hospedagem em Rio Grande. No Hotel Atlântico Praia, que fica a apenas 800 metros da Praia do Cassino, os hóspedes contam com duas piscinas ao ar livre, uma academia, salão de jogos, bar e restaurante. O valor da diária para duas pessoas vai de R$ 140 a R$ 190.

Já deu para perceber que o passeio pela Estação Ecológica do Taim é daqueles que a gente leva no coração por toda a vida, não é? Se for conhecer esse paraíso natural, nos conte a sua experiência aqui nos comentários!

Estação Ecológica do Taim

  • Endereço: BR 471, Km 492, CEP: 96221-000, Rio Grande – RS
  • Horário de funcionamento: De segunda à sexta-feira, das 8h30 às 18h. É preciso entrar em contato por telefone para verificar a disponibilidade da visita.
  • Telefone de contato: (53) 3503-3151
  • E-mail: [email protected]

👉 Encontre aqui sua passagem aérea para Porto alegre | Alugue online o seu carro para fazer esse passeio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *