Com notoriedade histórica e relevância global, a Escola de Arquitetura e Artes Aplicadas, ou apenas Escola Bauhaus, na Alemanha, abriu seus quartos para hospedagem de viajantes. Erguida em 1926, a instituição foi considerada vanguardista em design, artes plásticas e arquitetura, trazendo à tona a verdadeira essência do modernismo.

Considerada Patrimônio Cultural da Humanidade, a primeira escola de design do mundo foi fundada por Walter Gropius em 1919, na cidade de Weimar e depois transferida para Dessau, onde foi construído o prédio icônico, batizado de Prellerhaus.

Os estudantes viviam e trabalhavam em seus projetos no conjunto de 28 studios de 20 m², junto da escola. Designers renomados como Marianne Brandt, Gunta Stölzl, Herbert Bayer e Marcel Breuer foram alguns dos moradores.

Em 2006 o espaço passou por restauro e melhorias com o intuito de reconstruir um pouco do que era o cotidiano dos maiores nomes do design de antigamente. Mantendo seu estado original, os quartos são bem iluminados, seguindo os princípios da Bauhaus, pautada por geometrização e funcionalismo. Uma pequena cozinha foi montada em cada andar.

O edifício funciona ainda como um museu, centro cultural e educativo. A programação conta com exibições, workshops, cursos e até mesmo residência artística. Há uma variedade de especializações nas áreas de arte, design, arquitetura e desenho industrial.

Na cidade de Dessau há vários outros prédios icônicos desse período para visitar e as entradas podem ser inclusas no mesmo ticket de visitação da Bauhaus. Para a celebração do centenário da escola, alguns deles estão passando por reformas até 2019.

Quanto custa: as acomodações têm diárias entre € 40 a € 65. O valor varia de acordo com dia da semana e categoria. Reservas somente pelo formulário online.

Fotos: Yvonne Tenschert

Bikini Berlin, na Alemanha, reinventa o conceito de shopping e se torna reduto descolado

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *