Que tal se programar para desbravar as belezas naturais do Sul do país? Em trechos preservados da Mata Atlântica, este ecoparque em Canela pode ser o respiro de ar puro que você precisa para recarregar as energias. Cânions, riachos e cachoeiras compõem a bela paisagem do atrativo pertinho de Gramado.

Ecoparque em Canela

O Ecoparque Sperry é um empreendimento comandado pela família de mesmo nome, localizado numa área de preservação ambiental e ecoturismo, o Vale do Quilombo. Fundado em 2009, o espaço verde ainda não ganhou a merecida fama, mesmo que seja tão cênico e esteja em uma das cidades mais visitadas do Rio Grande do Sul.

Foto: divulgação

A infraestrutura é completa: tem estacionamento, recepção, sanitários, área para atividades diversas (como caminhadas e slackline) e restaurante. Além de tudo, é petfriendly, permitindo passeios na companhia de animais de estimação. Ou seja, o lazer é para a família inteira mesmo!

As trilhas bem sinalizadas com sistema de orientação a partir de mapas e placas indicativas levam o público para dentro da mata nativa, tendo como ponto final quatro belíssimas quedas d’água. Ao todo, são 2 km de percurso, com duração média de 1 hora e meia para completá-lo. 

Foto: divulgação

Decks de madeira servem de mirantes ao longo do caminho. As cachoeiras do ecoparque em Canela não permitem o acesso de banhistas. É permitido apenas contemplá-las e fazer fotos para recordação deste lugar tão bonito. Confira abaixo mais detalhes de cada uma delas:

Cachoeira do Trombão: é a mais próxima da sede, a apenas 15 minutos de caminhada. No meio da vegetação e de formações rochosas surge a queda de 35 metros de altura, que pode ser avistada de um mirante privilegiado. 

Foto: divulgação

Cachoeira Escondida: as águas do riacho Cristal seguem seu fluxo até formar diversas quedas. Apesar do nome, a cachoeira é vista através de uma ponte na parte superior e também em sua base, que permite maior aproximação. 

Foto: divulgação

Cachoeira do Poço: como sugere o nome, a queda d’água formada pelas águas do Arroio Quilombo acaba resultando numa piscina natural super convidativa. Os visitantes ficam só na vontade, mas o visual vale a pena.

Foto: divulgação

Cachoeira da Usina: com 45 metros de altura pode ser avistada em um mirante, na sua parte superior e acessada na base que oferece um visual incrível, a partir de trilha com escadaria.

Foto: divulgação

Vai lá!

O ecoparque Sperry fica na Estrada Professora Elvira A. Benetti, km 05 — Canela. A distância é apenas de 8 km de Gramado. Confira aqui opções de hospedagem na cidade.

Funcionamento: terça a domingo, das 9h às 17h.
Ingressos (vendidos apenas no local): R$ 20 por adulto; crianças de 06 a 12 anos pagam meia-entrada; crianças até 5 anos não pagam.

*Não aceita cartões! 

Comida que abraça

Na mesma área do ecoparque em Canela está o restaurante Bêrga Môtta, inspirado na laranja bergamota, plantada no local. Comandada pelos chefs Guilherme Sperry e Tati Milanez Sperry, a cozinha segue o conceito de “comfort food”, seguindo receitas familiares a base de ingredientes regionais e orgânicos.

Segundo o estabelecimento, a culinária “com alma” tem como objetivo cativar o paladar das pessoas proporcionando uma experiência gastronômica diferenciada. 

Foto: Gustavo Merolli

Antes em formato buffet self service, o agradável espaço agora segue o formato “Bêrga na Mesa”, propondo uma sequência de pratos servidos diretamente ao cliente, que podem ser repetidos à vontade.

O almoço sai pelo valor de R$ 95,00 por pessoa aos sábados e R$ 110,00 aos domingos, sem incluir bebidas e taxa de serviço. Crianças até 5 anos estão isentas, e dos 6 aos 12 anos pagam 50% do valor.

Foto: divulgação

 A refeição pode começar com o clássico da casa para beliscar: bolinhos de arroz com banana e canela. A salada de entrada é composta por tomates assados, folhas, lascas de parmesão, pesto de manjericão e granola salgada.

A sequência fica a critério do cliente, mas inclui delícias como polenta cremosa com queijo colonial e alho poró na manteiga; carne de porco com cebola caramelada na cachaça e queijo gorgonzola; risotos e massas. 

Aos sábados são servidas pizzas fininhas e aos domingos é servido o costelão, assado lentamente no forno à lenha na companhia de legumes e purê de moranga com queijo.  

Para finalizar o banquete, as sugestões de sobremesas ficam nos clássicos sagu de vinho com creme de baunilha; pudim de leite condensado e nozes crocantes; e mousse de doce de leite com pedaços de brownie. 

Foto: divulgação
  • Atendimento para almoço aos Sábados, Domingos e Feriados, das 12:00 às 15:00. Aceita cartões. 

Atenção: O pagamento do almoço isenta o valor do ingresso do parque para os clientes do restaurante que desejarem permanecer no local.
(condição válida por pessoa, mediante a comprovação do pagamento do almoço no momento da saída)

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *