Você já teve aquela vontade de colocar uma mochila nas costas e sair pelo Brasil ou pelo mundo, conhecendo novas culturas e pessoas? É bem possível que sim, porque fazer um mochilão é o sonho de muita gente!

Diferente do que muita gente pensa, mochilar não significa passar perrengue com hospedagem, alimentação ou outras coisas. A verdade é que é, sim, um jeito gostoso e econômico de viajar, mas está longe de ser uma experiência “só para jovens”.

Se você já conseguiu se organizar e quer realizar esse desejo de desbravar um destino novo, é bom encontrar algumas dicas para mochileiros de primeira viagem para tornar a sua experiência melhor ainda!

Para onde viajar? Descubra aqui destinos que cabem no seu bolso!

Dicas para mochileiros de primeira viagem

Antes de colocar o pé na estrada, anote nossas dicas!

1. Fique em hostel

dicas para mochileiros
Foto: Pxhere

A primeira dica de ouro para mochileiros é: fique hospedado em um hostel. O motivo é simples, já que as diárias são bem mais econômicas e ajudam qualquer viajante a não estourar o orçamento.

Ficar em hostel é seguro? Dicas para escolher um albergue sem perrengue

Porém, existe outro ponto que é bem importante em relação aos hostels: esses lugares são perfeitos para quem viaja sozinho, que é a cara dos mochileiros de plantão.

A grande maioria dos albergues possui ambientes planejados de forma estratégica para garantir a interação entre as pessoas que estão sozinhas ou que querem fazer amizades.

Com tanta interação, é praticamente impossível que você não faça amizades no hostel. Com isso, vai ter gente para sair à noite com você, fazer um tour pela cidade e por aí vai!

18 hostels em Buenos Aires para você se hospedar com estilo e economia

2. Você pode viajar com descontos

dicas para mochileiros
Foto: Pixabay

Fazer mochilão na Europa é o sonho de muita gente. O que quase ninguém sabe é que mochileiros e estudantes podem ter descontos excelentes.

A Eurail, um dos principais canais de vendas de bilhetes de trem na Europa, oferece preços acessíveis para estudantes, mochileiros e outros viajantes com menos de 30 anos ou mais de 60 que planejam uma eurotrip de respeito. E quase ninguém sabe disso!

Idosos e jovens têm desconto no passe de trem europeu: saiba mais aqui

De forma geral, pessoas até 25 anos têm muitos descontos por aí, tanto em passagens de ônibus, trem etc. Aqui no Brasil, por exemplo, existe a ID Jovem, que dá viagens gratuitas para pessoas de baixa renda no Brasil — e também se torna uma alternativa legal para começar o mochilão.

3. Mochila: a sua melhor companheira

dicas para mochileiros
Foto: Pixabay

Todo mochileiro tem um sentimento especial por essa companheira de viagens. As mochilas são itens essenciais para todo mochileiro de plantão, que precisa literalmente carregar a casa nas costas.

Você precisa escolher a mochila com sabedoria, não só porque aquele modelo é mais bonito ou mais barato. Tudo deve ser pensado de acordo com o seu estilo de vida e das suas viagens.

Confira dicas para viajar mais barato!

Para caminhadas longas e viagens mais curtas, recomenda-se comprar um mochila cargueira pequena, que vão de 35 a 60 litros. A de 40 litros é ideal para quem vai viajar de avião e não quer despachar bagagem, além de servir para trilhas e passeios.

Para aventureiros de plantão, vale adquirir uma cargueira grande, com capacidade acima dos 60 litros. Elas são indicadas para as pessoas que já têm certa prática em esportes de aventura e ideal para quem faz viagens mais longas e nas mais variadas condições.

Quer se aprofundar no assunto? Descubra quais são as melhores mochilas para viajar

4. O que levar na mochila

dicas para mochileiros
Foto: Pixabay

Sabemos que a vontade de levar tudo é grande. Mas, se você vai fazer mochilão, não tem como carregar o mundo por aí. Como dica para mochileiros de primeira viagem, é importante carregar na bagagem:

  • Roupas para as condições climáticas do local.
  • Barraca e saco de dormir, caso seu objetivo seja acampar.
  • Itens de higiene pessoal, como escova e pasta de dente, sabonete, shampoo, desodorante etc. Avalie quanto tempo terá seu mochilão. Se for curto, você pode fracionar esses itens para não deixar a mochila muito pesada.
  • Calçados compatíveis com o destino para onde você vai viajar. De maneira geral, pense no tênis que você está indo, um extra (só para mochilões mais longos) e um chinelo.
  • Remédios para todo tipo de emergência que você possa ter.
  • Câmera, celular, carregador, power bank e demais eletrônicos importantes para você.
  • Repelente e protetor solar.
  • Uma toalha, nem todo hostel pode oferecer (ou se você acampar, é importante ter a sua).
  • Roupas de banho, caso você vá para destinos praianos.
  • Sacolinhas para guardar e descartar seu lixo corretamente — e também para separar roupas sujas e molhadas.

Saiba quais são os lugares mais baratos para fazer um mochilão ao redor do mundo

É importante não exagerar na quantidade de itens. Você vai precisar reciclar roupas íntimas, meias, camisetas, shots e suas roupas em geral. Você pode lavar essas peças no hostel e deixar secando enquanto faz um passeio.

Tenha muita atenção com itens que são permitidos nas bagagens de mão. Mochileiros não têm o costume de despachar a bagagem (até porque, caso ela seja extraviada, você fica sem nada). Por isso, esteja ciente e leve líquidos com até 100ml e não leve desodorante aerosol.

Saiba quais itens você pode (e deve) levar na bagagem de mão em aviões

5. Segurança em primeiro lugar

dicas para mochileiros
Foto: Pixabay

Independente se você viaja sozinha ou com uma companhia, a segurança deve vir sempre em primeiro lugar.

Ficar em hostel é seguro, mas, ainda assim, você deve analisar com atenção a região onde o albergue fica, ver avaliações de outros viajantes sobre o local, pesquisar se existem ponto de ônibus ou metrô por perto e como é a vizinhança de forma geral.

Isso é importante tanto para você ficar numa região mais segura da cidade quanto legal e de fácil acesso.

Intercâmbio Social: como ajudar a transformar o mundo através do voluntariado

Muitos albergues têm sistema de vigilância por câmeras e até cartões de entrada ou identificação. A maioria tem portaria 24 horas que ajuda no controle de pessoas. Esse é mais um item para você observar na hora de escolher seu hostel!

A maioria dos albergues também oferece armários para você guardar seus pertences enquanto estiver fazendo um tour pela cidade. Anote a dica: leve sempre seu cadeado para trancar o armário, ok?

Carregue sempre com você, em uma doleira, por exemplo, a maior parte do seu dinheiro e seus documentos e divida o restante em sua mochila (fechada no armário com cadeado). Evite deixar toda a grana na carteira. Viajante tem que andar esperto em todos os cantos do mundo e, caso algum batedor de carteira apareça e você perca a sua, você tem dinheiro na doleira e na mochila também.

Tenha sempre um pé atrás, mas nunca os dois! Não confie 100% em todo mundo que você conhecer numa viagem, mas não fique neurótico achando que todo mundo vai te assaltar, senão você não consegue nem curtir. Esteja sempre atento e confie na sua intuição.

6. Seguro viagem: tem que ter

dicas para mochileiros
Foto: Pixabay

Imprevistos podem acontecer! Por mais que você seja jovem, com a saúde de ferro, pode acontecer de você torcer o pé, quebrar o braço e até mesmo quebrar o dente.

Se alguma emergência dessa surgir e você não tiver um seguro viagem, é bem possível que você tenha que arcar com uma despesa exorbitante, ainda mais fora do Brasil.

Faça aqui uma cotação de seguro viagem

Quem viaja para muitos países da Europa deve, obrigatoriamente, ter um seguro viagem que apólice de pelo menos 30 mil Euros. Essa é uma regulamentação do Tratado de Shengen. Sem ele, você pode ser barrado logo na entrada.

Os países europeus que integram o Tratado de Schengen são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Irlanda, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça, além da Rússia.

Por que é tão importante ter um seguro viagem?

O ideal é que o seguro seja feito aqui no Brasil, para que você esteja seguro desde o embarque até o retorno. Com um seguro viagem, você vai curtir suas férias bem mais tranquilo, caso algum imprevisto aconteça.

7. Faça um orçamento realista

dicas para mochileiros
Foto: Pixabay

Não adianta nada se programar e furar o orçamento de viagem.

Use e abuse do Quanto Custa Viajar para você descobrir os custos reais de mais de 200 destinos em todos os cantos do mundo!

Você precisa saber quanto é o custo de alimentação, quanto são os passeios mais legais e muito mais. Não adianta colocar que seu gasto diário será de 5 dólares por dia e, na prática, descobrir que os custos do destino escolhido são bem mais altos que isso.

Seja pé no chão e escolha os destinos que cabem no seu bolso para fazer uma boa viagem.

8. Viaje durante a noite

dicas para mochileiros
Foto: Pixabay

Uma maneira bacana de economizar é viajando à noite. Fazendo isso, você não gasta com uma diária no hostel, por exemplo, dorme e chega descansado no destino, pronto pra bater perna.

É importante pesquisar se as passagens durante o dia não estão mais baratas — é, minha gente, mochileiro dos bons é aquele que anda sempre com a calculadora por perto! Pode ser que a passagem à noite seja mais cara do que uma de dia+diária do hostel, não compensando financeiramente. Avalie tudo com carinho.

Com essas dicas, você pode começar a planejar seu primeiro mochilão com mais confiança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *