Muita gente sonha em ir para o Caribe para ver de pertinho aquele visual típico: mar azul cristalino, areia branca e palmeiras. Mas sabia que aqui no Brasil a gente também pode curtir essa atmosfera caribenha? Subindo para o Nordeste, o que temos pra hoje são dicas imperdíveis para aproveitar o melhor de Maceió e seus 40 km de praia.

O cenário desse paraíso inclui águas cristalinas, de tons esverdeados e azul turquesa, areias douradas, dunas, coqueiros e piscinas naturais. Com boa infraestrutura turística, a cidade abriga boas ofertas hoteleiras, inúmeras opções gastronômicas, mercados e feiras de artesanato típico, parque aquático e tours por construções históricas.

De acordo com o banco de dados do Quanto Custa Viajar, um mochileiro gasta em média R$ 1.717 numa viagem de 5 dias com tudo incluso (passagem aérea, atrações, transporte, acomodação e alimentação), enquanto um viajante com mais conforto gasta em torno de R$ 1986,00. Na categoria luxo, a viagem pode chegar a R$ 3.439 no total. 

Dicas de Maceió

Hospedagens para dormir bem e acordar melhor ainda!

Praia a Mare Hotel | R$ 205 a diária*

Com vista para o mar, essa hospedagem fica logo em frente a Praia de Guaxuma e a 5 km de Ponta Verde. Tem piscina ao ar livre, restaurante, quartos com ar condicionado, TV e outras amenidades.

Pratagy Beach All Inclusive Resort | R$ 257,97 a diária

Em meio a uma área de proteção ambiental na praia de Pratagi, o resort all inclusive conta com quartos com vista para o jardim ou para a piscina. A propriedade tem ainda um restaurante, área para crianças e quadra poliesportiva.

Hotel DaNatureza | R$ 330 a diária

Situado em um grande parque de coqueiros, este hotel está próximo a Praia de Paripoeira. Possui quartos com varanda, além de duas piscinas e um bar. Para quem vai de carro, tem estacionamento gratuito.

Hotel Ponta Verde | R$ 386,28 a diária

Como o nome já entrega, esta acomodação fica próxima a praia de Ponta Verde e de algumas das principais atrações de Maceió. O hotel conta com um centro de negócios, uma piscina para adultos e crianças e uma academia, além de quartos sem ou com vista para o mar.

Pousada Casa Caiada | R$ 418 a diária

A 500 metros da praia de Pratagi, a pousada em meio a uma área verde oferece suítes exclusivas com varanda que tem vista para o mar, além de quartos de luxo equipados com hidromassagem. Conta ainda com piscina e um restaurante.

Hostel Brazuca | R$ 80 a diária

A 5km da região central e a menos de 10 minutos da praia de Ponta Verde, este hostel também funciona como pousada. Os quartos têm banheiro compartilhado ou privativo e a área comum conta com uma piscina ao ar livre.

*valores médios para quartos duplos, com exceção do hostel*

Gastronomia: mistura de cores, sabores e aromas deliciosos 

Frutos do mar são a melhor pedida da região e oferecidos aos montes, mas há opções para todos os gostos. Os restaurantes mais tradicionais se concentram nos bairros Jatiúca e Ponta Verde, enquanto os mais descolados estão em Stella Maris. Na orla, não deixe de provar a tapioca, servida fresquinha e com vários sabores, e o sururu, molusco que vai das lagoas diretamente para o cozido ou o caldinho.

Inclua no roteiro gastronômico o Picuí, que há 20 anos tem como prato principal a carne de sol, o contrafilé recheado de queijo de coalho, acompanhado de baião de dois cremoso, e o sorvete de tapioca para finalizar a comilança. A cultura nordestina aparece em peso no Bodega do Sertão, que reúne carneiro guisado, sarapatel e mungunzá no cardápio, além de artesanato, doces e cachaças num ambiente gracioso.

Para provar sabores de outras terras, escolha o Wanchako, um dos melhores restaurantes peruanos do país, que serve desde o típico ceviche (prato frio com peixe branco e temperos) até misturas com ingredientes brasileiros, como o chankay, um badejo grelhado servido com de creme de banana, coco e coentro. Já a culinária francesa é especialidade no Le Corbu, onde servem paleta de cordeiro, codorna desossada, entre outros.

Com inspiração na África, o Akuaba se destaca pela moqueca de polvo, servida em mesas ao ar livre cercadas por árvores. Já as massas italianas são servidas em peso no Massarella. Para deliciar pizzas feitas no forno à lenha, basta ir no Armazém Guimarães, boa opção para ir durante a noite.

Confira mais opções no nosso site!

Passeios para se divertir como se não houvesse amanhã!

Claro que a primeira coisa a se fazer em Maceió é conhecer as belíssimas praias. Não deixe de conhecer a Praia do Gunga, em Barra de São Miguel, destino a 33 km da capital alagoana. Rodeada de belíssimas falésias e com um mirante de onde se vê a imensidão do mar e a vegetação, vai ser difícil dizer tchau.

Praia do Francês é protegida por uma barreira de coral que forma piscinas naturais, ideais para a prática de snorkel e de mergulho. Para quem está no Centro, a praia de Ponta Verde é considerada uma das melhores situadas em área urbana. Bancos de areia costumam se abrir no meio do mar cristalino durante a maré baixa.

As crianças podem se divertir nos passeios de jangada que levam até as piscinas naturais de Pajuçara, ou curtir o dia no parque aquático Ecopark, que é o maior de Alagoas. A adrenalina sobre durante os passeios de buggy pelas dunas de Piaçabuçu, enquanto a calmaria reina às margens da Lagoa Mundaú, que preserva um dos maiores ecossistemas do Estado. Longe da areia, vale a pena conhecer também o Centro Histórico e Jaraguá, regiões que concentram construções dos séculos 17, 18 e 19.

Se tiver tempo para uma longa viagem, planeje conhecer a Costa dos Corais, um verdadeiro paraíso na Terra, que se compara aos cenários e atividades de Fernando de Noronha, com preços mais convidativos. Confira o post com todas as dicas! Maragogi, onde estão algumas das melhores piscinais naturais do país, está a 120 km de Maceió e também pode ser inclusa no passeio.

Confira mais passeios no nosso site!

Foto: Tom Alves

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *