Sair da zona de conforto e mergulhar em culturas diferentes é quase um mantra. Como já falamos aqui, a Ásia é uma boa opção para explorar ao máximo novos costumes, sabores, tradições e estilos de vida. Quer uma prova de como qualquer país do mundo pode te surpreender? Descubra lugares desconhecidos da Índia e tente não se apaixonar.

O que muita gente imagina sobre os destinos indianos se resume a: trânsito caótico, comida deliciosa porém com condições sanitárias precárias, belos templos hindus e budistas, celebração do Holi – Festival das Cores, elefantes por todas as partes e tecidos coloridos espalhados pelas feiras de rua. Não que não tenha tudo isso, mas a Índia é muito mais do que o imaginário popular e numa pesquisa acabei descobrindo o quanto esse país é diverso.

É um lugar místico, multifacetado, de cultura riquíssima, arquitetura maravilhosa, espiritualidade aflorada, e com uma nação de mais de um bilhão de habitantes. Entre o silêncio dos templos e campos de chá de Darjeeling em contraste com o caos e agitação de uma cidade como Nova Delhi, dá para encontrar mais de mil motivos para viajar para a Índia. Confira alguns deles:

Essa é para corajosos! Em Arunachal Pradesh, há uma ponte de bambu feita pelos habilidosos Adi no Rio Siang. A paisagem é espetacular.

Outra ponte que se destaca é a Lakshman Jula, em Uttarakhand, já na fronteira com a China.

Campos de Tagetes (ou cravo francês e “marigold”) se espalham por Kerala e Bangalore

Foto: Sudipto Dans

Andaman parece o Caribe, mas não é! Lindos corais se espalham pelas águas tranquilas da região, que atrai muitos casais em Lua de Mel.

Os eternos namorados também adoram passar um tempo em Darjeeling, lugar de clima fresco e paisagens perfeitas. Extensas plantações de chás, mosteiros e templos estão entre seus atrativos.

Em Delhi, a arquitetura surpreende. O templo Bahá’í Temple, assinado por Furiburz Sabha, fica ainda mais lindo ao anoitecer. O mesmo acontece em Nova Delhi, onde há o lindo jardim em formato de lótus Yogi Hriday Kamal.

Quer conhecer a maior ilha fluvial do mundo? Então vá para a ilha Majuli, em Assam, que tem 1.250 km² e por isso recebeu esse título.

Este belo templo lembra os de Myanmar e Vietnã, mas fica em Gorai, a noroeste de Mumbai. A Global Vipassana Pagoda é tão enorme, que até 8 mil pessoas conseguem meditar no local ao mesmo tempo

Esta é Palitana, no distrito de Bhavnagar, que foi declarada a primeira cidade vegetariana do mundo em agosto de 2014. Por conta do Jainismo, uma religião popular na Índia, a maioria dos moradores não comem carne e o produto sequer é vendido na região.

Essa paisagem parece estar bem longe da Índia, não é? Percorrer os vales e montanhas nevadas de Spiti é uma bela jornada para roadtrips.

Os templos da caverna Badami são o primeiro exemplo de templo Hindu já encontrado. Erguidos por Badami Chalukyas nos séculos 6 e 7 num penhasco de arenito

Uma jornada espiritual te aguarda em Sikkim, Inclusa no circuito budista, o parque de Buda de Ravangla, próximo a Rabong, abriga uma estátua do líder budista de 39 metros de altura, construída pelo 14º Dalai Lama, em 2013

A 5.425 metros de altura, o lago Gurudongmar, em Sikkim, é um dos lagos mais altos do mundo.

Lindo não?! Confira aqui quanto custa viajar para a Índia e comece a se planejar!

Post elaborado por Brunella Nunes
Fotos: divulgação/Incredible India

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *