Essa é a proposta que a empresa norte americana Hyperloop Tranportation Technologies apresentou no estudo de viabilidade da implementação do trem ultra rápido unindo a capital do Rio Grande do Sul à um dos destinos mais cobiçados do Brasil, a serra gaúcha onde estão localizadas cidades como Gramado e Canela.

A HyperloopTT estima que o trajeto de 135 quilômetros de Porto Alegre a Caxias do Sul, que hoje é feito em duas horas de carro, poderá ser realizado em apenas 19 minutos e 45 segundos. Está previsto no trajeto duas paradas, uma em Novo Hamburgo com passagem de R$30 e outra em Gramado com passagem custando R$105. A primeira estação seria no Aeroporto de Porto Alegre.

Foto: HyperloopTT/Divulgação

O modal seria alimentado por energia solar, a ideia é instalar placas solares em 80% do percurso entre Porto Alegre e a Serra Gaúcha. A empresa também busca diminuir os impactos ambientais durante a construção do trajeto, moldando-se conforme o relevo do local evitando viadutos e túneis.

Um estudo feito em parceria com a empresa Hyperloop e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul estimou um custo total para a implementação do hyperloop; junto com gastos de operação e impostos pelos próximos 30 anos, será de US$ 7,71 bilhões. O projeto será totalmente particular sem subsídios do governo.

Tudo ainda não passa de um projeto, o transporte do Hyperloop ainda está sendo testado pela empresa e precisa de melhorias em algumas questões tecnológicas.

Nós da área do turismo ficamos na torcida para que isso um dia venha a acontecer pois realmente irá melhorar muito o trajeto de turistas que querem conhecer um dos destinos mais lindos do Brasil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *