Há quem associe o Litoral Norte de São Paulo apenas ao verão. Afinal, o que não faltam são opções de praias e cenários paradisíacos para aproveitar a estação mais quente do ano nas cidades de Bertioga, Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba. Porém, engana-se quem pensa que o destino vive só de sol e praia.

Com a chegada do inverno, que também coincide com a temporada de férias, as cidades da região apostam em atrativos de ecoturismo e cultura para atender aos turistas que buscam lazer, diversão e contato com a natureza na medida certa.

“O inverno é uma estação perfeita para curtir o Litoral Norte. São atrações diferenciadas, que conectam o entretenimento à natureza de uma forma segura e sem multidões. Nossas empresas receptivas e operadores turísticos têm o passeio certo para todo tipo de turista”, afirma o presidente Interino do Circuito Litoral Norte de São Paulo, Gustavo Monteiro.

Curtir o inverno no Litoral Norte de São Paulo

Pensando nisso, o consórcio turístico reuniu dez atrativos ideais para curtir o melhor do inverno nas cinco cidades, sempre seguindo as tendências de turismo seguro e sustentável. Confira:

Bertioga

Canoa acessível no rio Jaguareguava

Foto: Cristiane Marino Guazzelli

A canoagem é um dos poucos passeios acessíveis de Bertioga, podendo receber quaisquer pessoas com deficiência, independente de seu grau de dificuldade, já que existem dois catamarãs adaptados especialmente para eles. O rio Jaguareguava mostra claramente a transição do manguezal e da restinga. O passeio inicia-se num ponto de profundidade em média de 1,5 m de acordo com a maré, solo de mangue e todo cercado pelo manguezal no seu último quilômetro até a foz. Subindo em direção a nascente, logo este fundo de mangue se transforma em areias claras, que, somado às águas cristalinas que descem da cachoeira, mais as muitas prainhas que se encontram ao longo de 3 quilômetros serpenteando adentram a restinga do Parque Estadual da Serra do Mar – Núcleo Bertioga.

“A melhor época de curtir o Litoral Norte de São Paulo é outono/inverno. Tudo muito mais barato, acessível e naturalmente sem aglomeração. Sem contar que, por ser época escassa de chuva, o rio Jaguareguava se torna mais cristalino ainda e o sol está sempre presente pra deixar tudo mais perfeito”, afirma o proprietário Jaguareguava Ecoturismo, Bruno Guazzelli Filho.

Quem faz: Jaguareguava Ecoturismo
jaguareguava.com.br
(11) 94702-0906

Trilhas ecológicas

Com rica diversidade, Bertioga apresenta rios e cachoeiras que encantam os amantes da natureza e é destino ideal para trilhas ecológicas. Destacam-se principalmente as trilhas do Parque Estadual da Restinga de Bertioga (PERB).

Exemplo disso é a Trilha d’Água, localizada no bairro Mangue Seco, que permite conhecer o processo de mudança da vegetação de Mata Atlântica preservada, passando pelo manguezal, restinga, mata paludosa, de encosta e ombrófila densa e ainda possui atrativos culturais, como a passagem pela linha do bondinho da Usina Itatinga e a ponte de ferro do Rio Guaxanduva.  

Já a Trilha do Vale Verde, de fácil acesso, é excelente para crianças e pessoas da melhor idade, atravessando áreas de restinga e de proteção ambiental do rio Itapanhaú, até chegar a um grande poço com uma pequena praia. Ideal para esportes náuticos, como boia cross e rafting, atividades de educação ambiental e lazer à beira do rio.

Enquanto a do Guaratuba, a mais visitada do parque, é cercada por riachos, poços, cachoeiras e pequenas praias naturais. Nesse roteiro, é possível encontrar grande diversidade de vegetação, como florestas paludosa, de restinga e submontana, além de animais nativos, cores e formas. É ótima também para estudos do meio, atividades de educação ambiental, passeio, ciclismo, corridas e muito mais.

Quem faz: Associação Bertioguense de Ecoturismo
https://www.facebook.com/abecotur/
(13) 99697-7723

Encontre aqui sua hospedagem em Bertioga

Caraguatatuba

Cachoeira do Sul

A cachoeira, localizada na região sul da cidade, está cercada pelo verde da Mata Atlântica. Seu acesso, feito por uma caminhada de aproximadamente 5 quilômetros (percurso ida e volta) passa por alguns poços e tem paradas para apreciar as ricas fauna e a flora locais. A cachoeira tem aproximadamente 10 metros de altura e encanta a todos devido a sua beleza e água cristalina. Com total segurança, o passeio é ideal para toda a família.

Quem faz: Ecotur Caraguá
ecoturcaragua.com.br
(12) 99607-5554

City Tour

Nessa temporada de inverno, vale a pena também fazer um roteiro pelos principais atrativos histórico-culturais de Caraguatatuba. O passeio, feito à pé pelo centro da cidade, visita lugares como o museu e o Santuário de Santo Antônio. E, além disso, percorre os principais mirantes locais como o Morro Santo Antônio, com seus 325 metros de altitude (a subida pode ser feita a pé ou de carro dependendo das normas e decretos atuais), Mirantes da Orla, onde também está a Pedra da Freira e o Mirante do Anfiteatro, com vista privilegiada de toda a baía de Caraguatatuba, Ilhabela e outras ilhas da região.

“Em Caraguatatuba, neste inverno, é possível se divertir de diversas formas. E uma delas é o city tour, um rico passeio com histórico cultural da cidade, incluindo costumes caiçaras, passando por museu, monumentos, marcos históricos, santuário do padroeiro da cidade e mirantes com belas paisagens para o oceano e a Mata Atlântica. Dentro desta floresta, é possível conhecer sobre a faula e flora local, além de passar por piscinas naturais e cachoeiras”, acrescenta o guia de Turismo Tiago Saturnino, da Ecotur Caraguá.

Quem faz: Ecotur Caraguá
ecoturcaragua.com.br
(12) 99607-5554

Pesquise hospedagem em Caraguatatuba

Ilhabela

Trilha do Pico do Baepi

Em geral, o inverno é o período de montanhismo pela menor incidência de chuvas. Dessa forma, a Trilha do Pico do Baepi é um atrativo muito recomendado nessa época do ano. Com nível de dificuldade difícil e percurso de 7,4 km (ida e volta), a trilha está no interior do Parque Estadual de Ilhabela, sendo uma das mais procuradas por ecoturistas que gostam de caminhadas mais desafiadoras. Antes do primeiro quilômetro, possui um belo mirante com vista panorâmica do Canal de São Sebastião, de onde se avista o Parque Estadual da Serra do Mar, os municípios de Ilhabela, São Sebastião e Caraguatatuba, além de ilhas como as do Arquipélago dos Alcatrazes, protegidas pela Estação Ecológica de Tupinambás.

A caminhada inicia em área aberta e logo adentra na Mata Atlântica. A flora e a fauna vão mudando conforme a altitude e o clima do ambiente, até chegar ao pico, com 1.048 metros de altitude e uma vista 360° da ilha. A trilha atravessa uma área de grande importância para a conservação, pois ali vivem espécies raras e frágeis. É necessário o acompanhamento de monitor ambiental credenciado e não é possível realizar a visita em dias de chuva ou chuva de véspera.

Quem faz: Guias e Monitores de Ilhabela
guiasemonitoresilhabela.com.br
(12) 99128-9775

Observação de Baleias e Golfinhos

Foto: Projeto Baleia à Vista

Com um litoral formado por ilhas, ilhotes e parcéis, o Arquipélago de Ilhabela abriga 11 espécies de cetáceos que frequentam a região ao longo do ano. A espécie que mais se destaca é a baleia-jubarte, famosa por seus saltos e cantos. Na cidade, elas estão de passagem e costumam ser mais vistas entre os meses de maio e agosto. Historicamente, Ilhabela tem grande ligação com as jubartes, uma vez que entre os séculos XVIII e XIX a caça destas baleias foi muito praticada localmente, tendo a Praia da Armação um lugar de referência desta atividade. Outros locais como o bairro do Borrifos (referência aos borrifos das jubartes) e o Saco do Gibalte (como antigos caiçaras se referiam a estas baleias), próximo ao Bonete, evidenciam a frequente presença desta espécie ao longo de centenas de anos na região.

Outra que marca presença constante em Ilhabela é a baleia-tropical (Bryde), podendo ser considerada uma residente. Além das baleias, os golfinhos dão um show no mar, o arquipélago é privilegiado pela presença de sete espécies diferentes. Os que mais encantam com suas acrobacias e simpatia são o golfinho-pintado-do-atlântico e o golfinho-nariz-de-garrafa. As toninhas são moradores ilustres, embora difícil de serem avistadas, podem ser consideradas residentes locais. Já as orcas nos visitam esporadicamente e podem ser avistadas em diferentes épocas do ano.

Quem faz: Maremar Turismo
maremar.tur.br
(12) 3896-3679

Webtur
webtur.com
(12) 3896-6180

Caiçara Turismo
facebook.com/Caicaraturismoilhabela
(12) 3896-4019

Narwhal
narwhal.com.br/Ilhabela
(12) 3896-3807

Jipe Aventura
jipeaventurailhabela.com.br
(12) 3896-6464

Mar e Vida Ecotrip
marevidaecotrip.com.br
(12) 99654-5378

Para hospedagens em Ilhabela, confira aqui!

São Sebastião

Ecoturismo

Em São Sebastião, graças à rica biodiversidade, também é possível desfrutar de cachoeiras, trilhas e atividades de aventura. Bairros como Maresias e Boiçucanga oferecem diversos roteiros que integram e conectam à natureza.

Exemplos disso são as trilhas dos Mirantes e de Calhetas. A primeira, ligando as praias de Maresias e Paúba, é curta, tem fácil acesso e leva até o Costão da Paúba, local ideal para a prática de rapel com dez metros de altura. Enquanto a segunda percorre um trajeto de cerca de 25 minutos até a deserta praia de Calhetas, que conta com um visual de areias brancas e águas cristalinas, além de mirantes e uma cachoeira – de onde também é possível fazer rapel.

Outro destaque local é o Circuito de cachoeiras Ribeirão de Itu. Formado por três cachoeiras, o complexo Ribeirão de Itu situa-se em Boiçucanga, no Núcleo São Sebastião do Parque Estadual da Serra do Mar. Com nível moderado de dificuldade, o percurso segue entre rio e mata, levando até as quedas: da Hidromassagem (900 metros), da Pedra Lisa (um quilômetro) e Samambaiaçu (1,2 quilômetro).

Quem faz: Maresias Tur
maresiastur.com.br
(12) 99650-9051

Avistagem de baleias

A temporada de avistagem de cetáceos começou no Litoral Norte e, em São Sebatião, assim como Ilhabela, a expectativa é de que seja um período de recordes de observações. As baleias-jubarte chegam das águas mais geladas do hemisfério Sul em busca de águas quentes para a reprodução e, do litoral paulista, seguem para o sul da Bahia, onde têm seus filhotes. E o Canal de São Sebastião, que têm águas com temperatura média de 23ºC, é o local ideal de passagem.

Hoje, a cidade vem se estruturando para realizar atividades de turismo de observação desses animais de forma sustentável e segura. 

Gustavo, da Capitão Ximango, afirma que essa é uma alternativa bastante interessante para driblar a baixa temporada na região. “O turismo de sol e praia é mais fraco no inverno, então a chegada das baleias na região nos oferece a possibilidade de fazer a observação de cetáceos. Buscamos fazer um turismo seguro, sem colocar em risco a saúde do animal e levando sempre um biólogo e um pesquisador a bordo. Estamos buscando parceiros para estar cada vez melhor e dar uma emoção ainda maior ao turismo a bordo”.

Quem faz: Capitão Ximango
https://www.facebook.com/Cap.Gustavo
(12) 97405-4066

Confira hospedagens em São Sebastião

Ubatuba

Núcleo Picinguaba

O Parque Estadual da Serra do Mar (Núcleo Picinguaba) é responsável pela conservação de 80% da área territorial do município e é composto por aproximadamente 47.000 Km² de fascinante beleza. O trecho de Ubatuba abriga e protege o mais completo ecossistema e um dos únicos Núcleos que preserva desde o topo da serra até a orla marítima. Com o grande objetivo de conservação, o Núcleo Picinguaba desenvolve inúmeras pesquisas e principalmente programas de conscientização.

Assim, dentro do parque, é possível encontrar um vasto roteiro ecológico monitorado por profissionais formados pelo próprio programa. Existem passeios para todos os gostos, idades e objetivos, podendo ser cultural, ecológico ou turístico, com a opção de praias, serra, cachoeiras, mangue e mar. Existem também comunidades tradicionais, gastronomia e artesanato dentro do atrativo.

Quem faz: Ubatuba Tour
ubatubatourturismo.com.br
(12) 3842-1088

Ilha Anchieta

A Ilha Anchieta se encontra em um ambiente insular, o famoso e reconhecido internacionalmente PEIA (Parque Estadual da Ilha Anchieta). Segunda maior ilha do Litoral Norte de São Paulo, com 828 hectares, ela traz em seu passado marcas da história que contribuiu para a formação do país. E, além disso, a bela paisagem não só conta com uma porção da Mata Atlântica, mas também com sete praias e grande extensão de costões rochosos em meio às águas cristalinas, muito utilizadas para o mergulho.

Além das belezas naturais, o visitante também encontra trilhas interpretativas guiadas e autoguiada, as ruínas do antigo presídio e sua história. E possível visitar esta riqueza por meio de um passeio de lancha ou escuna.  

Quem faz: Mykonos Turismo
mykonos.com.br
(12)3842-0329

Hospedagem em Ubatuba para todos os bolsos e gostos você encontra aqui

Conheça essas e outras experiências para desfrutar o melhor do Litoral Norte de São Paulo durante o ano inteiro em: https://circuitolitoralnorte.tur.br/experiencias  

E, para conhecer mais fornecedores turísticos do Litoral Norte acesse: https://circuitolitoralnorte.tur.br/guiageral

Texto e fotos enviados por Assimptur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *