Os brasileiros que sentem falta das históricas construções europeias podem recorrer ao Castelo Britânico de Santa Catarina. Misterioso, o edifício erguido no interior do estado tem uma coleção de objetos vindos do Reino Unido, despertando a curiosidade do público.

Quem diria que a pequena cidade de Cocal do Sul, a 189 km de Florianópolis, teria um monumento que lembra o Velho Continente. O castelo catarinense Persevere foi inspirado no castelo de Glamis, que fica na Escócia, seguindo estilo vitoriano.

Foto: divulgação
Foto: Guilherme Sachi/divulgação

O ano de 1998 marcou o início do planejamento de um grupo de ingleses para a execução da complexa obra. Além de viagens para o país europeu, filmes e pesquisas foram consultados ajudaram a compor o projeto arquitetônico. Em meados de 2006 já estava quase pronto, mas ninguém o conhecia na época. Até hoje permanece sem fazer muito alarde.

Porém, atualmente vem fazendo certo sucesso nas redes sociais. Rodeado de muito verde e com um lago em frente à entrada, o castelo tem detalhes da arquitetura franco-escocesa, com seis torres. A estrutura de quatro andares conta ainda com 20 cômodos, que comportam até 200 pessoas.

Foto: divulgação

A edificação inspirada na Idade Média foi decorada com móveis centenários brasileiros e incontáveis objetos trazidos de vários países ingleses, proporcionando um mergulho na cultura da época dos reis e rainhas.

Logo na entrada os visitantes podem conferir uma coleção de louças da coroa inglesa. Neste mesmo piso fica a sala Prince of Wales, a mais moderninha de todas as ambientações, fazendo alusão a um pub inglês. É decorada com quadros da banda The Beatles, poltronas confortáveis, uma mesa de bilhar, uma lareira e a famosa cabine telefônica vermelha.

Uma sala temática é dedicada a Winston Churchill, figura conhecida por seu papel como primeiro-ministro da Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial, da qual o país saiu vitorioso.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Outras figuras históricas homenageadas nas salas são Lord Nelson e Duque de Wellington, presentes em meio a objetos de guerra e do tempo das grandes navegações. As rainhas Elizabeth I e II não poderiam ficar de fora da brincadeira. Na sala Elizabeth Hall, no segundo andar, estão peças que relembram a trajetória das monarcas.

Encontre aqui hospedagens próximas de Cocal do Sul

O castelo britânico também possui uma adega, um teatro, um bar e uma sala de jantar, que são utilizados apenas em eventos fechados.

Foto: divulgação

Já o terceiro andar funciona como terraço, tendo vista privilegiada para a cidade de Siderópolis. De lá também se vê toda a beleza encantadora do jardim, que conta até com uma “casa da bruxa”, um imóvel antigo de madeira que fica no terreno e foi preservado para compor o cenário.

Sem apelo propriamente turístico, o espaço foi criado para realizar eventos e ensaios fotográficos. Porém, grupos de até quatro pessoas ou seis pessoas de uma mesma família podem agendar visitas. O horário de funcionamento é das 10h às 16h, diariamente. As reservas devem ser feitas com 48h de antecedência pela página do Instagram.

Foto: Guilherme Sachi/divulgação
Foto: divulgação
Foto: divulgação

Brunch no castelo britânico

Aos domingos, entre 12h e 14h, é servido um brunch no castelo britânico, seguindo um menu de tradições inglesas. Com tudo feito no próprio local, a refeição é para até quatro pessoas por mesa, seguindo toda a pompa de um jogo de louças impecável e arranjos de flores.

O banquete começa com um muffin de banana com canela, iogurte natural com pedaços de amora e castanhas, e uma gelatina de amora com chantilly. Para beber tem suco de laranja orgânico (com fruta colhida no próprio castelo), e um drink feito com licor de amora e espumante.

Como prato principal vem a mistura de roast de bacon com batata e eggs benedict, ou ovos beneditinos, receita formada por um muffin inglês, lombo defumado, ovo poché, finalizado com um creme holandês em cima. A refeição é finalizada com um mini bolo de rum com amoras e chantilly.

Tome nota: no momento não estão realizando apenas o tour pelo castelo britânico. É preciso agendar o brunch, que também inclui um passeio pelas instalações. O valor é sob consulta.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *