Se você planeja viajar para o sul da Itália, mais precisamente para a região da Puglia, coloque a cidade de Alberobello em seu roteiro. Garantimos: você não vai se arrepender de pisar na cidade dos trulli!

Considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO desde 1996, a cidade é conhecida pelas casinhas de pedras com seu telhados em formato de cone, chamadas de trullo no singular e trulli no plural, que fazem parte de um cenário de conto de fadas na Itália.

O que mais surpreende nessas construções, que datam do século XVI, é que todos os blocos de calcário são apenas encaixados entre si, formando as casas. Não existe o uso de argamassa ou algo do tipo para “firmar” a estrutura.

Porque a Puglia se tornou o point do verão dos europeus

Símbolos nos trulli de Alberobello

alberobello
Foto: Andressa Xavier Pellanda

Ao andar pelas ruazinhas de Alberobello, você vai notar que muitas casas possuem símbolos desenhados nos telhados e nas paredes.

alberobello
Foto: Andressa Xavier Pellanda

Esses símbolos são mágicos, alguns de origem cristã e outros de origem pagã. Cada símbolo tem um significado diferente e, na maioria dos casos, remete à proteção da família e veneração de deuses.

Tudo é feito a pé

alberobello
Foto: Andressa Xavier Pellanda

Chegando em Alberobello, pare seu carro em um dos estacionamentos próximos ao centro. Lembre-se de ter moedinhas para usar o parquímetro e pegar seu ticket para evitar multas. Saindo do estacionamento, você começa seu passeio até o pequeno centro de Alberobello, no bairro onde se encontram os trulli.

O centro histórico é bem pequeno e você pode percorrê-lo por inteiro a pé. Separe pelo menos 2 horas para bater perna por lá. O centrinho é dividido em duas partes:

  • Aia Piccola: uma área pequena e residencial com 400 trulli. Alguns deles funcionam como hotéis da região.
  • Monti: a área de comércio e possivelmente onde você mais vai andar, repleta de lojinhas de artesanato, restaurantes e sorveterias.
alberobello
Foto: Andressa Xavier Pellanda
alberobello
Foto: Andressa Xavier Pellanda
alberobello
Foto: Andressa Xavier Pellanda

Praia de Torre Dell’Orso: lugar perfeito para curtir o verão europeu na Puglia

alberobello
Foto: Andressa Xavier Pellanda

Em Monti, ande sem pressa! Passeie tranquilamente pelas vielas, entre em todas as lojinhas possíveis (especialmente para ver os detalhes dos trulli) e até mesmo conheça alguns trulli que são decorados e mobiliados como antigamente. Essa é uma oportunidade interessante de entender mais a história desse local encantador.

Vá até a Via Monte Nero para ver os trulli siameses, que são dois trulli unidos pela parte superior. Existe trullo até de dois andares, como é o caso do trullo sovrano, construído no século XVIII, que fica na Piazza Sacramento.

Não deixe de visitar a Chiesa di Sant’Antonio, uma igreja que, assim como os trulli, foi construída com pedras e também tem telhados em formato de cone. Ela não é tão antiga quanto os demais, já que foi levantada em 1927. Mas, mesmo assim, é bonitinha de ser vista — tanto por fora quanto por dentro.

Viagem internacional precisa de seguro viagem de qualidade. Saiba mais aqui!

alberobello
Foto: Andressa Xavier Pellanda

Sobre o artesanato, o tradicional em Alberobello são os tecidos. Por isso, é bem comum ver muitos trulli com panos de pratos e toalhas de mesa lindas expostas nas portas das lojas.

O legal é que a maioria dos desenhos e bordados é feita à mão, sendo um trabalho artesanal realmente impressionante. Boa parte da tinta usada no pigmento dos tecidos é feita de maneira natural, extraída de frutas.

Como chegar a Alberobello

alberobello
Foto: Andressa Xavier Pellanda

Para chegar em Alberobello, os turistas devem pegar um avião até a cidade de Bari — onde fica o aeroporto mais próximo. De lá, é necessário alugar um carro para seguir viagem.

Aluguel de carros na Itália com os melhores preços: saiba mais!

No sul, não tem todas aquelas montanhas que estamos acostumadas a ver no norte, mas ainda assim é uma viagem bem divertida e em estradas bem conservadas. Ah, na Puglia você sempre “corre o risco” de desembocar em uma prainha 😉

No GPS do carro, coloque como destino “trulli di Alberobello”. Assim, seu trajeto já será traçado para ir direto ao centro histórico.

Dicas gerais para quem visita Alberobello

Um trullo pra chamar de meu. Foto: Andressa Xavier Pellanda
  • A área central com os trulli é bem pequenininha. Ande por lá sem pressa e veja a maior quantidade de detalhes possível.
  • Converse bastante com os vendedores da região. Eles adoram bater papo e contar como é a vida na cidade ou como os trulli são construídos.
  • A maioria das lojas oferece degustações, principalmente as de bebidas. Sério: traga alguns licores de recordação que você vai amar!
  • Várias lojas de artesanato vendem miniaturas de trulli para você plantar bonsai ou suculentas. Essas casinhas também são feitas com calcário. Eles embalam bem e não quebra na viagem 😉
  • Tome um sorvete na Gelateria Gentile, sério: um dos melhores da Itália!
  • A região da Puglia é abençoada tipo nosso nordeste e sempre faz calor por lá! Por isso, vá com tênis confortável e roupas leves para aguentar as subidas e descidas do centro.

Hospede-se em um trullo

Se você vai cogitar ir para Alberobello, que tal pernoitar em um trullo na cidade? Quer experiência mais tradicional do que essa? Existem diversas casinhas de pedras que você pode se hospedar, como:

Partiu férias? Se você ficou animada para viajar para Itália, use nosso buscador de passagens aéreas baratas para conferir as melhores tarifas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *