Você está com tudo pronto para mochilar e fazer aquela Eurotrip dos sonhos? Então não deixe de conferir essas dicas para viajar de trem pela Europa. O Velho Continente é um dos melhores destinos do mundo para se explorar por trilhos, já que em poucas horas você chega de um país ao outro.

Rápido, eficiente e democrático, o trem europeu é uma das melhores invenções da humanidade. A EuRail, uma das principais operadoras ferroviárias, sugere alguns itinerários em seus passes, como o itinerário na Itália, Europa Ocidental, Europa Oriental ou Atrações Europeias, que passa por Paris, Amsterdã, Praga, Veneza, Barcelona, entre outras principais cidades.

Dicas para viajar de trem pela Europa

Grande parte dos percussos resultam em até 4 horas de duração, com a vantagem de ser semelhante ao tempo de avião, porém mais barato e mais próximos dos centros das cidades. Enfim, vamos às principais dicas para você focar sua atenção:

– Simule suas viagens com antecedência para saber o tempo entre um destino e outro, e quais são as possíveis paradas no meio do caminho. O site da ferrovia alemã Deutsche Bahn funciona muito bem para isso. Com até 90 dias de antecedência é possível conseguir bons descontos nos passes.

– Compre passes multipaíses somente se irá fazer longos deslocamentos. Fora isso, prefira comprar tickets separadamente. A grande vantagem é a possibilidade de mudar itinerários, desde que esteja dentro da área em que o passe foi destinado.

– Alguns trechos exigem reservas antecipadamente em viagens noturnas ou em trens de alta velocidade – especialmente na França, Espanha e Itália, o que inclui taxas a mais. Se a ideia é economizar, melhor optar por trens regionais que não necessitam de reserva. Por exemplo, o trem que conecta Valência à Madri em 1h30 cobra 24 euros para reserva na primeira classe ou 10 euros para a segunda classe. Como alternativa, o trem regional não cobrará essa taxa, mas a viagem é mais longa, levando em torno de 6 horas.

– Cheque sempre os preços nos sites da operadoras ferroviárias locais. Por exemplo, se quer viajar pela Itália, veja os valores na Trenitalia e Italo, para poder comparar os preços com os passes vendidos pela Rail Europe.

– Evite levar muita bagagem, até porque em trens não existe bagagem despachada e você deve acomodar suas coisas nos compartimentos dentro dos vagões. Não se esqueça de que outras pessoas também levam malas, então facilite a sua viagem e não carregue malas demais.

– A segunda classe, que seria econômica, é muito mais confortável em comparação aos aviões, então não é uma má ideia viajar nelas. A primeira classe tem wi-fi, mais espaço e pode incluir um café como cortesia, mas é melhor esperar tarifas promocionais para embarcar like a boss.

– Se não houver tanto tempo para viajar, coloque na ponta do lápis os custos entre ir de trem ou ir de avião. As companhias aéreas costumam fazer preços bem acessíveis para ligar uma cidade à outra na Europa, então estude bem as possibilidades.

– Trechos noturnos costumam ser mais baratos, assim como destinos dentro do leste europeu. Saiba também que quanto maior a velocidade do trem, mais cara a passagem. Em todo caso, não compre passagens na hora do embarque, porque além do preço não ter desconto algum, pode ser que você sequer consiga um assento.

– Jovens, grupos e idosos têm descontos nos tickets; saiba mais aqui.

Post por Brunella Nunes
Fotos: reprodução/EuRail