A imigração no Brasil trouxe ainda mais diversidade para o país, formando sua identidade rica em misturas. Parte deste legado pode ser vivenciado ao longo do Circuito Caravaggio, que reúne belezas naturais, vinícolas e tradições italianas no Espírito Santo.

A colonização por parte da Itália foi intensa em algumas regiões. Foi entre os séculos 19 e 20 que os primeiros moradores de Santa Teresa começaram a deixar suas marcas que resistiriam ao tempo: a produção de uvas, a fabricação de vinho, a arquitetura e culinária típicas.

No caminho do Valão do São Lourenço e da Estrada Caravaggio, empreendedores locais resolveram criar uma rota que unisse todas as características encantadoras do trecho de 14 km no total. Ao longo do percurso turístico a natureza também faz a sua parte, forrando os entornos com nascentes, corredeiras e cachoeiras da Mata Atlântica. Os aventureiros se arriscam ainda na rampa de voo livre, de onde partem parapentes e asa deltas rumo ao horizonte.

Atualmente são 15 empreendimentos oficiais no circuito, incluindo pousadas, restaurantes, lojas, adegas e vinícolas. Entre os destaques estão as vinícolas Rassele, a Casa dos Espumantes, a Casa del Gelatto, a Cantina Mattiello e o Parque São Lourenço. Uma curiosidade é que em meados de 2012 surgiu na cidade a primeira pousada com cabanas feitas com pipas de vinho, chamada São Lourenço.

A religião é outro ponto forte entre seus atrativos. A “Madonna” do Caravaggio é uma das principais padroeiras, erguida na capela de 1912 no alto da serra. Oratórios e festas religiosas seguem os costumes católicos locais. Para chegar lá, basta seguir pela rodovia BR 101 Norte a partir de Vitória, a apenas 78 km de distância.

Alugue seu carro online para fazer o Circuito Caravaggio. Depois confira a hospedagem para curtir o melhor da região.

Fotos: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *