Os vulcões são aquele tipo de coisa que, independente de sua última atividade ou erupção, você pensa: “melhor não mexer com isso”. Mesmo em situação sob controle ou dormência, dá pra ficar um tanto quanto desconfiado pelos estragos que estas crateras já fizeram. Se sua curiosidade é maior do que o medo, confira abaixo algumas cidades para observar vulcões, fazer trilhas entre eles e garantir umas belas fotos.

Algumas cidades ficam próximas, enquanto outras foram totalmente construídas acima de vulcões, como é o caso de Auckland, na Nova Zelândia, que está acima de sete deles, em meio a um campo vulcânico. A última atividade dos dois vulcões principais, o Monte Wellington e o Rangitoto, foi há 250 mil anos atrás e atualmente o governo calcula que há 0,001% de chance de erupção.

1. Puerto Varas, Chile

A charmosa cidade de Puerto Varas carrega consigo dois vulcões, o Osorno e o Cabulco, e ambos podem ser vistos de longe. À beira do lago Llanquihue, o vulcão Osorno costuma receber turistas e funciona como estação de esqui durante o inverno. E não há com o que se preocupar, pois a última erupção foi em 1850.

image

2. Hakone, Japão

O Monte Hakone, numa estação termal próxima a Tóquio e entre as províncias de Shizuoka e Kanagawa, começou a emitir fumaça em maio de 2015, o que já causou dois terremotos de pequena intensidade mas a região costuma atrair cerca de 20 milhões de pessoas ao ano porque oferece uma bela vista para o Monte Fuji, símbolo do Japão.

image

3. Catânia, Itália

O Etna é vulcão mais ativo da Europa, em constante erupção, fazendo com que o aeroporto de Catânia seja fechado e as autoridades fiquem sob alerta. Tem 3.340 metros de altura e pode ser avistado das cidades próximas, como Taormina e Catânia, mas não é aconselhável chegar perto.

image

4. Quito, Equador

O pico nevado de Cotopaxi, a cerca de 35 km de Quito, esteve adormecido desde 1660 e acordou em 1999, para a surpresa de todos. A cidade ficou coberta com até duas polegadas de cinzas! Atualmente, está tudo sob controle e o vulcão é considerado dormente.

image

5. Arequipa, Peru

A cidade de Arequipa está próxima ao vulcão El Misti, que caso desperte, traria sua enxurrada de cinzas, além de uma avalanche que poderia causar terremoto. Mas não há muito com o que se preocupar, porque ele é um dos menos ativos do mundo, tendo sua última erupção, que foi leve, em 1985.

6. Puerto de La Cruz, Ilhas Canárias

A cidade de Puerto de la Cruz, na Espanha, tem vista para o Monte Teide, o mais alto do país. Antiga vila de pescadores e agora atração turística, o destino fica sob alerta pelo fato deste ser um dos vulcões mais destrutivos da Terra. A última erupção foi em 1909 e atualmente ele é tido como dormente, mas, fica em observação.

image

7. Legazpi, Filipinas

A cidade de Legazpi tem atraído turistas por conta de suas belas paisagens e trilhas até o Monte Mayon, um dos vulcões mais ativos das Filipinas.  Este requer maior cuidado: em 2013, cinco alpinistas morreram por conta de uma pequena erupção, quando estavam próximos ao topo. Cerca de 900 mil pessoas vivem em sua base e às vezes têm dificuldades para respirar por conta de suas cinzas tóxicas.

image

8. Shimabara, Japão

No sul da ilha japonesa de Kyushu, a cidade de Shimabara é um antigo reduto samurai do século 17, com arquitetura tradicional bem preservada. Em 1792, uma erupção do Monte Unzen, a 40 km de distância, enviou um tsunami à baía e matou 15 mil habitantes da cidade vizinha. O último despertar dele foi em 1991, mas ele continua sendo monitorado.

image

9. Nápoles, Itália

Uma das cidades mais ameaçadas por vulcões, Nápoles fica próxima ao enorme campo vulcânico Campi Flegrei e ainda ao vulcão Vesuvius. Caso acontecesse alguma coisa, a evacuação poderia levar mais de 72 horas por causa da estrutura local, mas a população não se preocupa muito com isso, porque os ventos sopram para o nordeste, longe da cidade.

image

image

10. Pasto, Colômbia

O mais ativo da Colômbia, o vulcão Galeras fica próximo a cidade de Pasto, na Colômbia. O local, a apenas 9 km do vulcão, foi coberto por cinzas durante vários anos por conta das erupções. A população de 450 mil pessoas está sempre alerta, sempre pronta para evacuar a cidade. Em 2005, após explosão vulcânica, foram obrigados a usar máscaras e óculos de proteção.

image

Fotos: reprodução

3 comentários

  1. Falta, sem dúvida, incluir o Pico com 2351m (7,713 ft) de elevação em alto mar, que em condições meteorológicas favoráveis, é visível em todas as ilhas do Grupo Central dos Açores. No Faial ou mesmo em São Jorge, as ilhas mais próximas, a vista é indescritível!

  2. Na cidade de Arequipa no Perú, não há apenas um vulcão mas, sim três enormes vulcões (Misti, Chachani e o Pichu Pichu) sendo o menor com mais de 5500 metros de altitude, aqui próximo a nós no Brasil. Todos podem ser avistados simultaneamente em diversos pontos da cidade de Arequipa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *