Por mais que a gente queira, fica difícil conhecer todos os cantinhos de algum país numa só viagem. Para quem atravessa o oceano rumo ao Velho Continente, resolvemos propor uma escapada da rota convencional, incentivá-los a explorar novos destinos e ter novas experiências. Confira 10 cidades na Europa pequenas e charmosas para conhecer!

cidades na europa

Alberobello – Itália

No sul da Itália, em Puglia, a comuna italiana lembra um bocado as cidades gregas. Cerca de 1.500 casas brancas com telhados cônicos ao redor dos bairros Monti e Aia Piccola chamam a atenção dos viajantes. Os símbolos de cal desenhados em cada um deles é para atrair sorte e afastar o mal olhado. Lojinhas de artesanato, bares, igrejas e restaurantes estão entre os demais atrativos da região.

alberobello

Bibury – Inglaterra

A 140 km de Londres, no condado de Gloucestershire, está um lugarejo diferente de tudo que se vê no país. Um dos endereços mais famosos é a Arlington Row, rua que preserva um verdadeiro patrimônio histórico: casinhas de pedra erguidas em meados do século 17, que já apareceram até em filmes como Stardust e O Diário de Bridget Jones. O criadouro de trutas Bibury Trout Farm é uma das fazendas mais antigas já encontradas no Reino Unido e tem uma belíssima paisagem.

bibury

 

Braga – Portugal

Nem tão pequenina, mas muito charmosa, Braga é a a terceira maior cidade do país e figura como um dos principais centros religiosos de Portugal. No coração da região do Minho, está cercada de montes verdejantes, igrejas barrocas e jardins impecáveis. Vale a pena aproveitar os produtos frescos e as cerâmicas vendidas no mercado de rua, às quintas-feiras pela manhã, além dos bares animados e restaurantes contemporâneos. Ao longo da costa de Esposende, Ofir e Apúlia é possível ainda desfrutar de belas praias.

braga

Colmar – França

Na região da Alsácia, um dos vilarejos mais importantes da Rota do Vinho é Colmar, influenciada pelas culturas francesa, suíça e alemã. Um dos atrativos é a Pequena Veneza, um canal onde dá para passear de barco por 30 minutos. Não deixe de visitar também a antiga casa de Auguste Bartholdi, escultor da Estátua da Liberdade. Confira aqui outras cidadezinhas charmosas em território francês.

 

Cesky Krumlov – República Tcheca

Seguindo o fluxo do rio Vltava, Cesky é considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Com raízes cravadas no século 18, a pequena cidade ainda é marcada pela arquitetura medieval, representada pelo segundo maior castelo do país, e pelo estilo barroco, visto em casas, bares e cafés.

cesky-krumlov

Giethoorn – Holanda

Conhecida como “Veneza do Norte“, Giethoorn é diferente porque não tem ruas e sim um canal que liga as casas e os comércios da região. Com cerca de 2.600 habitantes, o destino a 90 km de Amsterdã é tranquilo e extremamente charmoso. Durante o inverno as pessoas patinam no gelo que se forma acima do canal.

 

Hallstatt – Áustria

Ao norte da Áustria está Hallstatt, vilarejo fundado a 7 mil anos atrás. Com menos de mil habitantes, tem cenários cinematográficos que beiram a perfeição. Entre montanhas geladas dos Alpes austríacos estão casinhas, uma pequena igreja e o comércio baseado em produtos artesanais, em sua maioria. Além de um passeio pela cidade num fim de semana, inclua uma visita à mina de sal, que é a mais antiga do mundo.

halstatt

Interlaken – Suíça

Mais um destino rodeado por montanhas, Interlaken é destino de férias dos suíços e serve como ponto de partida para muitas excursões devido sua infraestrutura. São mais de 45 ferrovias montesas, bondinhos e teleféricos que transportam pessoas por até 200 km de pistas, além de uma densa rede de trilhas para trekking, sem contar os barcos de passeio que cruzam as águas do Lago de Thun e do Lago Brienz. Durante o inverno é comum encontrar turistas esquiando e se divertindo no tobogã.

Balade Interlaken, oct 2014

 

Korčula – Croácia

Em meio ao Mar Adriático, a cidade de Korčula é a maior ilha do sul da Dalmácia e pode ser acessada por Dubrovik ou Split. Com visual paradisíaco, está cercada de construções medievais e belíssimas praias adornadas por um mar cristalino. Conhecida como o verdadeiro berço de Marco Polo, é lá onde fica sua antiga casa, aberta para visitação.

korcula

 

 

 

Liubliana – Eslovênia

A capital da Eslovênia pode não estar nos seus planos de viagem, mas é melhor reconsiderar essa ideia e incluí-la em seu roteiro. Cheia de charme e tranquilidade, costuma atrair um bocado de europeus que buscam por sossego e diversão aos fins de semana. Com quase 3 mil habitantes, ganhou o título de Capital Verde da Europa em 2016 por conta de suas ações sustentáveis e da preservação da natureza que a rodeia. O visual lembra um pouco Hallstatt.

wpid-liubliana14.jpg

Valdemossa – Espanha

Na região da Maiorca, Valldemossa nasceu com o privilégio de estar em meio a um arquipélago, adornado com praias maravilhosas. Com pouco menos de 2 mil habitantes, a cidade encanta por sua arquitetura, beleza e estilo de vida, atraindo moradores de outros países como o compositor Chopin e o escritor Jorge Luis Borges no século 19. Perca-se nas ruelas de pedra cercadas de casinhas floridas, cafés, galerias de arte e lojas de souvenirs. Não deixe de pedir um tradicional “coca de patata”, bolo de batata produzido artesanalmente em padarias locais.

valldemossa2

Post por Brunella Nunes
Fotos: reprodução

 

 

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *