Uma das palavrinhas que mais assustam o bolso se chama roaming, serviço que permite falar, enviar SMS e navegar na web do seu celular durante viagens internacionais, e custa caro. Para não perder a conexão e o contato com o resto do mundo, conheça chips de internet para viagem e que são mais econômicos!

Os pacotes oferecidos pelas companhias telefônicas costumam ter um preço bem salgado e são desvantajosos para planos pré-pagos. Na Claro, por exemplo, um pacote de dados de apenas 100MB para usar no continente americano custa R$ 129,00, enquanto o pacote voz de 25 minutos está R$ 44,90. Ou seja, só no básico você já gasta uns R$ 173,90.

Para evitar dor de cabeça, taxas extras e o perigo de ficar na mão com o fim do plano, é melhor recorrer às vias alternativas. Uma delas é o ChatSim, um chip versátil e acessível que chegou ao mercado pelo custo de R$ 52 ao ano (frete a incluir), mais R$ 52 pela taxa de ativação. Ele é o primeiro SIM card do mundo a agrupar serviços de mensagens instantâneas sem cobranças adicionais por roaming. Ou seja, com ele é possível usar Whatsapp, Line, Telegram, Facebook Messenger e outros serviços tranquilamente.

Cobrindo 150 países ao redor do mundo, é compatível com a operadora Vivo e se adapta a PCs, smartphones e tablets (Android, iOS e Windows). Para quem deseja enviar fotos, vídeos e fazer chamadas de voz é necessário adquirir um chip pré-pago, que custa entre €12 e €60.

Para quem vai ao Estados Unidos, pode tentar também o Easy Sim 4U, com entregas entre cinco e dez dias úteis para quem está no Brasil, e de até três dias para quem já está na terra do Tio Sam. O plano mais básico de dados, com 5GB e internet ilimitada, custa US$ 35,00 – incluindo uso no Canadá e no México com US$ 10 adicionais. O plano mais caro, válido por 30 dias, inclui dados e voz por US$ 70,00.

Já na Europa existem várias operadoras que funcionam em mais de um país. A Orange é uma das mais conhecidas, cobre até a América Latina, África e a Ásia, e oferece planos “férias”. O Holiday Orange é um cartão pré-pago oferece 2GB de dados móveis na Europa, 2 horas de chamadas de voz da Europa para o resto do mundo e 1.000 mensagens de texto da Europa para o resto do mundo. O saldo é válido por 14 dias e a linha telefônica por até seis meses após a ativação.

Se não vai passar por outros países além do destino inicial, é melhor comprar um chip na própria cidade que visitar. Como opção também de destaca a Vodafone, que não cobra mais tarifas de roaming na Europa e tem planos mais acessíveis, onde o usuário só paga pelo o que utilizar.

Para quem quer adquirir o produto antes mesmo de viajar, o site Travel Mobile oferece chips para vários lugares ao redor do mundo, incluindo o Brasil. O serviço está disponível no Estados Unidos, Canadá, Caribe, América Latina, Ásia e Europa.

E ai, você já usou algum desses chips e tem dicas? Mês que vem estamos indo para Rússia e pensando nas possibilidades pois ficar sem internet por lá não dá rs…!

Post por Brunella Nunes
Fotos: divulgação

Quando não está viajando pelo mundo, está viajando nas ideias.

4 comentários

  1. esses chips, tem a vantagem de compra e usar eles aqui no Brasil? e se tiver a possibilidade e vantagem qual seria o indicado? no meu caso seria acesso pra internet, rede social e jogos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *