Com os zoológicos passando por uma crise, fazendo com que o debate sobre o uso de animais como entretenimento venha à tona, é interessante a abertura de novas possibilidades focadas no equilíbrio ecológico. Pensando em transformar vidas, o primeiro santuário de elefantes do Brasil será instalado na Chapada dos Guimarães.

Uma fazenda de 1,1 mil hectares será o lar de duas elefantas que foram resgatadas de um circo na Bahia. Vivendo atualmente em Paraguaçu, em Minas Gerais, Maia tem 44 anos e Guida, 42. O santuário, que é também o primeiro da América Latina, tem como principal objetivo abrigar a espécie em situação de risco. Estima-se que 5 mil destes animais estejam alojados em locais nada propícios, como zoológicos e circos, e são vítimas de maus tratos.

guida

As elefantas serão tratadas e assistidas por veterinários e especialistas para que consigam se recuperar de corpo e alma do período em que viveram no cativeiro. Planejado para receber até 50 elefantes vindos de toda a América do Sul, o espaço inicialmente terá até seis deles, com custos um tanto altos, chegando a R$ 20 mil por mês. Os recursos para manutenção virão de ONGs internacionais e doações, que podem ser feitas através do site.

Apesar de não ser aberto para visitação pública, a instituição pretende montar um centro com dados sobre os elefantes, fornecendo informações para pesquisas e estudos, além de palestras e acesso às câmeras que transmitirão ao vivo as áreas internas do santuário.

santuario-de-elefantes-mt

Localizada no Mato Grosso, a Chapada dos Guimarães é rica em recursos naturais e certamente será um belo lugar para o recomeço de vida destes animais. O Parque Nacional conta com inúmeras cachoeiras, grutas, pinturas rupestres, formações rochosas e cânions que oferecem paisagens alucinantes. Uma ótima pedida para aventureiros de plantão e para quem busca por sossego em meio à natureza, assim como as elefantas.

CHapada Guimaraes

santuario-de-elefantes-brasil

ramba

Post por Brunella Nunes
Fotos: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *