Visitar um cemitério pode parecer um tipo de turismo estranho e mórbido para muita gente. Mas, na verdade, existem alguns que são verdadeiras atrações, como é o caso do cemitério da Recoleta em Buenos Aires. O local é praticamente um museu a céu aberto, devido à grande quantidade de obras de arte que possui, e um dos pontos turísticos mais visitados na cidade.

Inaugurado em 1822, muitas pessoas famosas estão sepultadas lá, incluindo Evita Perón, cujo túmulo é um dos mais visitados no cemitério da capital portenha.

cemitério da recoleta
Foto: Equipe Quanto Custa Viajar

Em toda Buenos Aires, o metro quadrado mais caro e valorizado da cidade está no Cemitério da Recoleta, tanto que a fama do local se iniciou justamente por conta das lápides luxuosas. Atualmente, novos sepultamentos não são mais feitos, ocorrendo somente a manutenção dos jazigos existentes.

Quer viajar para Buenos Aires? Encontre aqui passagens aéreas baratas e realize esse sonho!

Vale a pena visitar o Cemitério da Recoleta?

Visitar o Cemitério da Recoleta é praticamente abrir um baú repleto de histórias incomuns, ver cúpulas e túmulos de pessoas influentes e poderosas da história da Argentina, além de ser indicado para quem gosta de esculturas.

cemiterio recoleta
Foto: Equipe Quanto Custa Viajar

Quais são os passeios e tours mais populares em Buenos Aires? Descubra aqui!

cemiterio da recoleta
Foto: Equipe Quanto Custa Viajar

Pacotes de viagem para Buenos Aires com aéreo + hotel: veja aqui nossas sugestões

cemiterio da recoleta
Foto: Equipe Quanto Custa Viajar

Por se tratar de um cemitério, nem todo mundo pensa em dedicar meio dia para visitar esse local e se questionam se vale a pena ir até lá. O que podemos afirmar é que o passeio é bacana, sim, mas não é para todo tipo de público.

Esteja ciente que você vai caminhar por vielas cercadas de caixões expostos — isso mesmo, nem todos são enterrados, alguns ficam em gavetas abertas. Você também vai ver uns gatinhos que escolheram os mausoléus como seus lares!

cemitério da recoleta
Foto: Equipe Quanto Custa Viajar

Algo que pode deixar seu tour mais interessante é conhecer um pouco a história até mesmo surreais das pessoas que estão sepultadas por lá (para que seu passeio não seja apenas “andar e ver túmulos”), além das catacumbas de figuras públicas.

O cemitério tem o túmulo de David Alleno, um coveiro da Recoleta que sonhava em ser sepultado naquele terreno e se suicidou para conseguir estrear a tumba o.O O que é ainda mais de arrepiar é que ele encomendou a lápide já com o ano da sua morte!

Também tem o túmulo de Liliana Crociati que faleceu na Áustria, durante sua lua de mel, e, no mesmo dia, o cachorro que era muito especial para a jovem também morreu na Argentina. No túmulo, existe uma escultura dela com o cão. Há também a escultura de uma jovem segurando uma maçaneta no túmulo de Rufina Cambaceres. Segundo a lenda, ela foi sepultada e, dias depois, seu caixão estava aberto, com marcas de arranhões na parte interna, acreditando-se que a moça foi enterrada viva.

Como muita gente diz, temos é que ter medo dos vivos, não dos mortos. Se você também concorda com isso, o passeio é indicado para você.

Como chegar ao Cemitério da Recoleta

cemiterio da recoleta
Foto: Equipe Quanto Custa Viajar

O cemitério fica em um dos bairros mais movimentados de Buenos Aires, a Recoleta, no endereço Calle Junín 1760. Para chegar até lá, você pode pegar o metrô e descer na estação Las Heras, que fica a 850 metros do cemitério. O horário de funcionamento é das 8h às 18h, aberto todos os dias.

Você também pode fazer uma excursão de bicicleta pelo circuito norte de Buenos Aires incluindo Cemitério da Recoleta. Essa é uma maneira BEM legal de explorar a cidade 😉

Não vê a hora de conseguir viajar para a capital argentina? Descubra aqui quanto custa viajar para Buenos Aires, vendo os custos diários com passagem, hospedagem, alimentação, transporte e passeios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *