Já imaginou pisar num lugar que simplesmente é o maior parque fechado (entre muralhas) da Europa e tem metade do tamanho de Paris? Assim é o Castelo de Chambord, na França, todo trabalhado na grandeza, de cada detalhe de sua nobre arquitetura até os jardins a perder de vista. Não por acaso é considerada a mais bela construção do Vale do Loire.

Toda a magnitude medieval se ergueu sobre a floresta de Chambord a partir de 1519, com 5.440 hectares cercados por 32 quilômetros de muralhas, a mando do Rei Francisco I, que desejada ter um pavilhão de caça para chamar de seu. Ou seja, não era nem para ser a residência principal. E, pasmem: ele viveu lá por apenas 50 dias. Posteriormente, o local sediou festas glamourosas e foi classificado como Patrimônio Mundial da Unesco.

Foto: divulgação/Castelo de Chambord

Imponente e ao mesmo tempo delicado, o chatêau conta com um equilíbrio entre Renascentismo, detalhes italianos e medievais. Teorias sugerem que Leonardo Da Vinci seria o responsável pelo desenho original. Ainda não é possível comprovar a hipótese, porém são notáveis as influências do artista em certas partes e engenharias do Castelo de Chambord.

Descubra por que Monte Saint-Michel é uma das melhores atrações da França

Em todo caso, o edifício chama atenção pela extravagância. Baseado em exibir todo o poder do monarca, conta números exorbitantes: 4.500 objetos de arte, 426 quartos (mais de 60 são abertos ao público), 282 lareiras e 83 escadarias. Uma delas seria assinada por Da Vinci, seguindo o estilo “dupla-hélice”, que permite duas pessoas subirem ou descerem ao mesmo tempo, sem entrarem no caminho uma da outra.

Foto: divulgação/Castelo de Chambord
Foto: divulgação/Castelo de Chambord

Do alto de uma de suas majestosas torres há uma vista panorâmica para os jardins imperiais, que são comparados com Versalhes. São 20 km de trilhas para percorrer de variadas formas, até de veículo 4×4, com 600 árvores, 800 arbustos, 200 roseiras, 15.250 plantas e 18.874 m² de gramados. A revitalização durou 16 anos, de pesquisa à execução, para que ficassem o mais próximo possível dos concebidos por Louis XIV, que completou o acabamento da obra.

As visitações podem ser guiadas ou autoguiadas, mas é importante ter uma ideia antes do que você gostaria de ver, afinal, a propriedade é gigantesca. Um filme de 20 minutos em quatro línguas diferentes é exibido em uma das salas no primeiro piso e também há um roteiro gratuito traduzido para 14 línguas, incluindo o português. No Natal, o Castelo de Chambord fica lindamente decorado e com programação especial, sendo uma ótima época para visitas.

Foto: Drone Contrast/Castelo de Chambord
Foto: divulgação/Castelo de Chambord
Foto: Olivier Marchant/Castelo de Chambord

Para dormir num conto de fadas

Com cerca de R$ 710 por dia você pode ficar bem pertinho do Castelo de Chambord, tendo vista para ele a cada manhã. A apenas 50 metros de distância, o luxuoso e renovado hotel Relais de Chambord conta com 55 quartos e suítes.

Avaliado com quatro estrelas, tem também algumas janelas mirando para o Rio Cosson, a Praça Saint Louis e a floresta. Ou seja, independente da sua escolha, pode ter certeza de que terá um belo visual para contemplar.

Foto: divulgação/Relais de Chambord
Foto: divulgação/Relais de Chambord

Os hóspedes podem desfrutar de hammam, como é conhecido o banho turco, sauna, hidromassagem ao ar livre, spa, quadra de tênis, passeios a cavalo, sala de chá e o restaurante Le Grand Saint-Michel, especializado em culinária francesa moderna. Além disso, o café da manhã também pode ser desfrutado no jardim, tendo o castelo como cenário. Bom, né?

Gostou? Saiba mais e reserve aqui!

Foto: divulgação/Relais de Chambord
Foto: divulgação/Relais de Chambord

Quanto custa

O parque tem acesso livre aos visitantes, mas para entrar no Castelo de Chambord é preciso desembolsar € 13 no ingresso. A entrada gratuita é garantida para jovens abaixo dos 18 anos, residentes de longa data da União Europeia com idade entre 18 e 25 anos, pessoas com deficiência e um acompanhante. O estacionamento custa € 4, válido pelo dia todo.

Você também pode optar por uma excursão de um dia, que passa por diversos castelos da região. Saiba mais aqui!

Confira na página do Quanto Custa Viajar os melhores preços de passagem aérea para a França!

Como chegar

O lugar mais próximo de Blois, no Vale do Loire, é Paris, a cerca de duas horas de distância de trem ou carro, que pode ser alugado aqui. Chegando ao destino, basta pegar mais um ônibus até o Castelo de Chambord, caso esteja de trem.

O trajeto de ônibus é o mais barato, porém o mais longo. São cerca de três horas para ir até a cidade de Tours e depois seguir até a comuna de Chambord. Os bilhetes podem ser adquiridos aqui.

Você também pode montar um roteiro pelos castelos mais magníficos da França!

Foto: divulgação/Castelo de Chambord
Foto: divulgação/Castelo de Chambord
Foto: Leonard de Serrés/Castelo de Chambord
Foto: divulgação/Castelo de Chambord
Foto: divulgação/Castelo de Chambord
Foto: divulgação/Castelo de Chambord

Encante-se com a pequena vila medieval de La Roque Gageac, na França

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *