Não faltam paisagens incríveis à Patagônia chilena. Mas um santuário natural tem integrado, com cada vez mais frequência, a lista de destinos sonhados por turistas que visitam o Chile. Conheça a incrível Capilla de Mármol, formação rochosa de mármore que encanta!

O Santuário de Mármore fica a cerca de 2.000 km de distância de Santiago. Foto: Julian Moggia

A Catedral, a Capilla e a Caverna de Mármore ficam sobre o Lago General Carrera, o maior do país, na pequenina cidade de Puerto Rio Tranquilo, cerca de 2.000 km ao sul da capital Santiago. Ambas são formações monumentais de carbonato de cálcio, que pairam, majestosas, na superfície do lago. Séculos de ação da água e erosão fizeram com que elas chegassem à forma que têm hoje: um emaranhado de calcários que se uniu graças à força da natureza, desgastados ao pontos de deixaram à mostra as camadas de mármore. Em seguida, aparecem as diferentes cores de carbonato de cálcio, quartzo e limonita, numa combinação entre tons de azul-acinzentada, rosa e branco.

O Lago General Carrera, o maior do Chile, é tão grande que não é possível ver as imensas formações rochosas a partir da costa. Foto: Roberto Araya Barckhahn

Chega-se até o local atravessando um trecho rodoviário não muito  movimentado, que liga o Chile Chico e Puerto Ingeniero Ibañez.  O caminho é um grande zigue zague, cheio de altos e baixos, e passa pela famosa Carretera Austral, estrada amada por aventureiros e caçadores de belas fotos de todo o mundo. Antes de chegar a Puerto Río Tranquilo passa-se por diversas e pequeninas cidades costeiras — a paisagem é inesquecível (quem tem pouco tempo — e/ou pouca disposição para guiar — pode pegar um voo que chega a Coyhaique, maior cidade da região, e de lá seguir por terra). Às rochas chega-se (claro) de barco. Detalhe: elas não são visíveis da costa.

Com a luz, as cavernas inundam-se de azul turquesa. Foto: Divulgação

Quanto mais cedo você chegar, melhor: a luz da manhã que reflete nas águas do General Carrera é prá lá de especial — importante saber: os barcos só partem de dia; na temporada, o transporte funciona até as 18h.

Detalhe do interior da caverna. Foto: Divulgação

As formações do Santuário da Natureza, à distância, se assemelham muito a uma capela, uma cabeça de cachorro e a uma catedral. É possível adentrar os espaços que a natureza esculpiu nas rochas. Dentro das cavernas, o reflexo da luz nas paredes cobre todo o ambiente de um turquesa intenso.

Para onde viajar
Eu tenhoBudget
e quero viajar porDias
Para onde viajar

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *