Localizado a 35 km de distância do centro de Urubici fica um gigante apreciado por muita gente: o imponente Cânion Espraiado. Com paredões que atingem mil metros de altura, quem se aventura para subir até a borda dos penhascos tem uma vista linda de um ponto turístico icônico da Serra Catarinense.

Quem gosta de ter contato com a natureza, acampar e até mesmo fazer trilhas pesadas vai se deliciar durante um fim de semana pelo Espraiado. O cânion é uma das principais atrações de Urubici, cidade na Serra Catarinense repleta de passeios para quem gosta de ecoturismo.

Veja também: Roteiro de três dias em Urubici para visitar a Serra Catarinense

cânion espraiado
Foto: Andressa Xavier Pellanda
cânion espraiado
Foto: Andressa Xavier Pellanda
cânion espraiado
Foto: Andressa Xavier Pellanda

Antes de iniciar sua aventura, é importante saber que:

  • Você precisa de autorização e comprar seu bilhete de acesso ao Cânion Espraiado antes de iniciar a subida. O ingresso custa R$ 20 por pessoa.
  • Como o cânion fica em uma propriedade particular, você deve ir até a casa da Dona Terezinha e do Seu Marcos para comprar o seu bilhete. Na rua, sentido Serra do Corvo Branco, tem plaquinhas indicando onde fica a casa deles.
  • Se preferir, entre em contato com o Seu Marcos ou com a Tahys pelos telefones (49) 3278-4732 ou WhatsApp (49) 98405-4653 e agende a compra.

Como chegar ao Cânion Espraiado

Foto: Andressa Xavier Pellanda

Há quem diga que os caminhos mais difíceis levam aos lugares mais bonitos, não é mesmo? Olha, no Cânion Espraiado isso é BEM verdade! A subida da trilha até chegar à área do cânion tem 12 km e demora aproximadamente 1h30 de carro, isso porque as condições da trilha são complicadas.

Se quiser subir de carro por conta própria, você deve, obrigatoriamente, ter um veículo com tração 4×4. Um carro de passeio vai conseguir passar pela primeira porteira de logo terá que estacionar porque não tem jeito de continuar. Dá uma olhadinha como é a estrada:

GIF: Andressa Xavier Pellanda
GIF: Andressa Xavier Pellanda
cânion espraiado
Foto: Andressa Xavier Pellanda

Veja também: Rancho Queimado, bate e volta de Florianópolis para a Serra Catarinense

Uma alternativa é falar com o Seu Marcos ou com a Tahys e agendar sua subida com eles, fazendo a rota com o veículo 4×4 da família que sai às 9h e retorna às 15h. Mande uma mensagem para os telefones (49) 98405-4653, (49) 99138-3967 ou (49) 98417-8770. A subida com eles custa R$ 100 por pessoa, já com o bilhete de autorização incluso. Eles são bem-queridos e até fazem um cafezinho para você lá em cima no cânion <3

Faltando aproximadamente 300 metros para chegar à instalação que serve como base para quem visita o cânion, começa o trecho de lama e, nesse momento, sem um 4×4 você não segue viagem. Se tiver receio de seguir esse trecho final sozinha de carro, é possível deixar o veículo estacionado ao lado da casa de vidro e fazer o percurso restante a pé.

Minha experiência: subimos por conta própria, com uma TR4 4×4 com pneus originais. Foi demorado, usamos bastante e reduzida, mas conseguimos! A maior parte do percurso tem buracos e pedras soltas, por isso é necessário ir com cautela e sem pressa!

Tivemos sorte de subir logo atrás da caminhonete do Seu Marcos, que levava alguns turistas para conhecer o Espraiado. Caso ficássemos atolados, ele nos puxaria. Por isso, veja se tem mais pessoas esperando para subir, porque lá em cima não tem sinal de celular para pedir ajuda.

Tem bastante gente que faz a trilha a pé. Caminhar os 12 km vai levar aproximadamente 8 horas somente de ida. Ah! No caminho, tem quatro porteiras que você deve abrir, passar e fechar, certo? Deixe tudo organizado e fechadinho 😉

Foto: Andressa Xavier Pellanda

Dica: faça seu passeio de manhã, começando a subida 9h/9h30. A partir do momento que chegar à área do cânion, separe pelo menos 3 horas para passear lá em cima. Assim, você evita voltar no escuro, já que a estrada é cheia de pedras soltas.

Veja também: 15 cânions no Brasil que você deveria conhecer

Como é visitar o Cânion Espraiado

Após a aventura da subida, você chega até uma casinha de madeira que também funciona como pousada. Seu Marcos e a família aluga os quartos e também fica por lá para dar assistência aos visitantes. O local tem banheiro e uma cozinha simples com utensílios que os visitantes com autorização podem usar.

Dica importante: leve galochas ou use calçados impermeáveis. Em muitos trechos, a área do campo é de banhado e você vai ficar com água até a canela. Se não tiver galochas, você pode alugá-las com o Seu Marcos, custa R$ 10.

Não pense que basta percorrer os 12 km de subida para chegar à beira do cânion! Após passar por uma pequena trilha fechada, um campo com vegetação a perder de vista se abre diante de seus olhos. Lá em cima, você vai andar pelo menos 3 km para ir em vários pontos de observação do Cânion Espraiado. Veja abaixo como é a trilha:

Foto: Andressa Xavier Pellanda
Foto: Andressa Xavier Pellanda
cânion espraiado
Foto: Andressa Xavier Pellanda

Veja também: Cambará do Sul reúne cânions surpreendentes a mais de 1.000 metros de altura

Tudo é sinalizado com pedaços de pano e plaquinhas, indicando quais são as atrações. Tem a Cachoeira do Adão (faça a trilha por baixo para ver a cachoeira sob uma nova perspectiva); tem riacho para tomar banho nos dias de calor; tem a vista para os cânions com mais de mil metros de altura e, uma novidade legal: o balanço do Cânion Espraiado.

cânion espraiado
Foto: Andressa Xavier Pellanda

Em um dos pontos mais altos do terreno, a família instalou uma balança. Para ajudar com os custos da construção, é cobrado um valor de R$ 30 por pessoa para se divertir no balanço. Ao ser empurrada, a sensação que você tem é de ser arremessada para cima dos cânions. É simplesmente sensacional!

Onde ficar em Urubici?

Camping, cabanas ou suítes na Hospedagem Rural Nossa Senhora das Graças. Foto: Andressa Xavier Pellanda

Sempre que viajo para Urubici, eu gosto de ficar na Hospedagem Rural Nossa Senhora Aparecida. A Dona Ana é a responsável pelo local, que tem camping, suítes e chalés. O diferencial é o café da manhã com quitutes caseiros com aquele gostinho de fazenda. Veja aqui mais opções de hospedagem em Urubici para ficar durante seu passeio.

Acampe no Cânion Espraiado

É possível acampar na área do cânion! Para isso, basta pedir autorização para Dona Terezinha e Seu Marcos e pagar um valor de R$ 30 por pessoa. Aquela casinha de madeira que funciona como base para os visitantes fica aberta para você usar o banheiro e a cozinha numa boa!

Veja também: Entre curvas e cânions, saiba o que fazer na Serra do Rio do Rastro

Dicas gerais para quem visita o cânion pela primeira vez

cânion espraiado
Foto: Andressa Xavier Pellanda
  • Leve uma mochila com água e lanche. Como a subida é demorada e você caminha bastante lá em cima, a fome e a sede vão apertar. Sente-se no gramadão e descanse!
  • Use roupas leves e indicadas para caminhar;
  • Vista uma calça que não tenha problema sujar/manchar, isso porque a lama do cânion parece que gruda na sua roupa e nunca mais sai!
  • Coloque na mochila um par de meias extra;
  • Leve uma jaqueta corta vento, lá em cima é frio;
  • Use uma bota impermeável ou alugue uma galocha com o Seu Marcos;
  • Boné e chapéu são ideais nos dias de sol;
  • Mesmo que esteja nublado, use filtro solar. O Cânion Espraiado fica a uma altitude de 1.500 metros, com bastante incidência de raios solares;
  • Nos dias quentes, leve repelente;
  • É permitido levar cachorros durante seu passeio.

Visitar o Cânion Espraiado é uma experiência única! Se você gosta de trekking e natureza, só vai <3

Veja mais fotos:

Belezas pelo caminho. Foto: Andressa Xavier Pellanda
Belezas pelo caminho. Foto: Andressa Xavier Pellanda
Belezas pelo caminho. Foto: Andressa Xavier Pellanda
cânion espraiado
Belezas pelo caminho. Foto: Andressa Xavier Pellanda
canion espraiado
Foto: Andressa Xavier Pellanda
canion espraiado
Foto: Andressa Xavier Pellanda
Foto: Andressa Xavier Pellanda
A balança do Cânion Espraiado. Foto: Andressa Xavier Pellanda
Foto: Andressa Xavier Pellanda
Foto: Andressa Xavier Pellanda
Foto: Andressa Xavier Pellanda
Em alguns trechos, leve seu cachorro no colo. Foto: Andressa Xavier Pellanda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verão 2020

Programe-se para curtir as belezas da Bahia no próximo verão! Temos dicas de lugares incríveis para suas férias.