Com a Copa do Mundo 2018 se espalhando por cidades como Sochi, é interessante saber o que fazer por lá quando a bola não estiver rolando em campo. Para quem encara desafios nas alturas, uma dica é pular de Bungee Jump na maior ponte suspensa da Rússia. Batizada de SkyBridge, a passarela para pedestres tem uma base para saltos a 207 ou 69 metros de altura.

Quando inaugurada, em meados de 2014, a atração turística dentro do AJ Hackett Sochi Skypark, parte do Parque Nacional de Sochi, ganhou notoriedade mundial pois, na época, era considerada a maior já construída para pedestres em todo o globo.

Pairando a 439 metros de altitude sob o vale de Krasnaya Polyana, a ponte foi desenvolvida ao longo de dois anos em parceria com a Nova Zelândia, que é especialista no assunto. Foram utilizados 740 toneladas de metais e 2 mil metros cúbicos de concreto para que ficasse pronta. A estrutura com um quilômetro de extensão suporta até 30 mil pessoas por vez, além de aguentar firme e forte a terremotos, furacões, chuvas, neve e gelo.

Na plataforma para bungee jump, suspensa por meio de oito cabos de aço que amparam até 300 toneladas, oferece um belo espaço para pulos que chegam a atingir uma velocidade de até 31 metros por segundo ou 120 km/h. Há ainda outras atividades de aventura dentro e fora da ponte, como tirolesa, swing, megatroll (suspensão no ar feita em cadeiras) e arvorismo, além de contar com um mirante panorâmico, área para shows, um hotel e um restaurante.

Quanto custa: para quem vai saltar, os preços variam de 10000 a 20000 rublos russos, algo próximo de R$ 500 e R$ 1000. A tirolesa custa, em média, R$ 118. Para acessar apenas a ponte e o mirante, o valor é de 1250 rublos, ou R$ 74.

Fotos: divulgação

Que tal saltar de Bungee Jump nas Torres Orlando, em Joanesburgo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *