Muitos viajantes sonham em fazer um mochilão pela América do Sul. É um dos destinos preferidos para quem curte uma aventura solitária – e, o melhor, em conta para o bolso. Para saber quanto custa viajar pelo continente e quais os países que mais valem a pena, o pessoal do Dubbi, plataforma colaborativa de viajantes, resolveu dar umas dicas para a gente.

Argentina

Tenha em mente que você vai encontrar muitos brasileiros pelo continente, mas em Buenos Aires é ainda mais comum. Caso seja sua primeira viagem sozinho, pode ser uma boa alternativa, afinal, ouvir o português será uma situação bastante comum.

Um destino para viajantes solitários é a Patagônia. Lá, uma das cidades mais atraentes é El Calafate. Não deixe de visitar o sítio arqueológico Cueva de las Manos. São diversas pinturas rupestres (imagens ancestrais feitas em paredes), que representam moradias, reuniões, caça de animais e figuras abstratas.

Outros dois passeios próximos a El Calafate são: Laguna Nimez, um belo lago onde é possível observar mais de oitenta tipos de aves como flamingos, patos e cisnes de pescoço preto, e Parque Nacional Los Glaciares, cuja estrela local é a imponente geleira Perito Moreno, formação com 5 quilômetros de largura e até 60 metros de altura.

Quanto: varia de agência para agência, mas cada saída gira em torno de US$ 100 por dia.

Chile

cerro-san-cristobal-creative-commons

O Chile é o local número 1 para ir sozinho, segundo a viajante Camila Abou, de São Paulo. Ela enumera os motivos: “o país é lindo, as pessoas simpáticas, é muito fácil se locomover e tem muitas opções de passeios. A estrutura é bem bacana para auxiliar os turistas, então aproveitei bem as dicas que recebi na cidade e fiz tudo o que queria sozinha mesmo”.

Em Santiago, capital chilena, um dos estilos de turismo mais encantadores e baratos é aproveitar as nevadas serras da Cordilheira dos Andes, que dominam a paisagem dos cartões-postais da cidade. O cerro (morro, em espanhol) San Cristóbal é um deles e possui diversas atrações, como bosques, piscinas, zoológico, entre outras.

Para chegar ao topo, é preciso pegar um trem (chamado de funicular), que partem a cada meia hora e custa cerca de R$ 10. A vista panorâmica lá de cima é única, e é recomendável ficar até o pôr do sol.

Uruguai

CaboPolonio-foto-dubbi

Cabo Polônio é uma praia isolada a 250 km de Montevidéu, considerada Parque Nacional, onde só se chega a bordo de veículos 4×4. E é um destino recomendado pelos viajantes do Dubbi para aproveitar o Uruguai de maneira econômica – como não tem eletricidade, não há sinal de celular nem internet por lá. E num vilarejo assim a vida fica um pouco mais barata.

As pousadas e hostels do local seguem no mesmo estilo – aconchegantes, porém, simples. O bom é que a diária não sai cara, em torno de R$ 80 para um casal. Também dá para dormir em casas de pescadores, que alugam quartos por preços mais camaradas (cerca de R$ 50 por dia). Como é uma área natural protegida, é proibido acampar na praia.

Atrações? Além do ambiente rústico, festinhas rolam soltas na praia, em qualquer horário.

Dicas para viajar sozinho

Sendo homem, sendo mulher, as dicas não são nenhuma reinvenção da roda: fique esperto com seus pertences, utilize transportes oficiais, não vá para lugares que os moradores alertem que são perigosos, opte por se hospedar em bairros seguros, e por aí vai…

Quer mais dicas de como viajar sozinho? Veja aqui.

Para onde viajar
Eu tenhoBudget
e quero viajar porDias
Para onde viajar

2 comentários

  1. Olá! Em janeiro de 2018 irei passar 25 dias viajando entre Uruguai Argentina e Chile. Vc sabe me dizer, em média, quanto custaria essa viagem?

    1. Olá Hudson, acesse nosso site e navegue pelas cidades que pretende visitar, lá temos todos os custos quantocustaviajar.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *