Existem vários tipos de viajantes, mas existe uma coisa em comum em todos: a vontade de descansar, em pequenas ou grandes doses. Para curtir umas férias relaxantes sem cruzar o oceano, as águas termais no Uruguai, ainda pouco conhecidas pelos brazucas, são uma boa pedida.

Oriundas do enorme e misterioso Aquífero Guarani, que passa por três países vizinhos e tem sua maior escala dentro do Brasil, as águas cristalinas ricas em propriedades medicinais emergem espontaneamente do subsolo e prometem um verdadeiro tratamento de spa natural sem cobrar nada a mais por isso.

Descobertas em meados dos anos 1940, quando uruguaios faziam esforço para cavucar petróleo, as fontes termais com variação de 38 a 46 ºC de temperatura têm em sua composição um bocado de cálcio, magnésio, potássio, flúor e outros minerais que desde a Idade Média são apontados como curativos, pois estimulam as defesas do organismo, reativa o metabolismo, tonifica a pele, elimina toxinas do corpo, entre outras maravilhas.

No Norte do país, Salto se destaca como um dos principais destinos para banhos de imersão

Com a fama de que seriam um suplemento para a saúde, a juventude e o bem estar, não demorou para que começassem a fazer sucesso onde quer que estejam. Seja por prazer ou pela crença em suas atributos terapêuticos, os turistas e moradores disputam um canto nas chamadas Thermas.

[+] Descubra Quanto Custa Viajar para Montevidéu e comece a planejar suas férias!

No Uruguai, um dos lugares mais conhecidos pelos banhistas é Paysandú, cidade banhada pelo Rio Uruguay a cerca de 367 km de Montevidéu e 353 km de Buenos Aires. Tranquila e litorânea, possui nos arredores dois complexos termais: Termas de Guaviyú Termas de Almirón, ambas com piscinas, área para camping e chalés, com a diferença de que Almirón é o único abastecido com águas salinas. Os preços ficam entre 50 e 85 pesos uruguaios.

Os chalés dentro das propriedades são bem simples, apenas para alojamento mesmo. Se quiser mais comodidade e conforto é aconselhável ficar em hotéis. Uma das opções é o Salinas del Almiron Resort Termal, no povoado de Guichón, que tem infraestrutura bem completa para abrigar a família toda e um café da manhã bem farto.

Próximo dali está Daymán, destino com boas instalações em hotéis que, inclusive, trataram de fazer sua própria perfuração para garantir uma piscina termal à altura da concorrência, além de abrir o Parque Aquático Acuamanía. O investimento deu certo, já que atualmente este é o complexo termal mais movimentado do país. Entre as hospedagens mais indicadas nos arredores está o Los Naranjos Resort Spa Termal, rodeado por laranjeiras.

Em Salto Grande se destaca o Resort Termal Horacio Quiroga, propriedade cinco estrelas que fica de frente para uma bela represa. Com investimento certeiro, conseguiu garantir que as águas termais a 10 km de distância chegassem ao local. O parque aquático de Salto é o mais completo, contando com vários tipos de piscinas e atividades, incluindo até uma praia artificial. O ingresso vai de 340 a 380 pesos uruguaios.

Em San Nicanor, área rural de Salto, há menos movimento numa pequena e escondida estação termal, que tem um dos melhores campings do país. Além de piscinas, conta com restaurante, mini mercado e área para piquenique.

A região de Arapey, a 80 km de Salto, foi pioneira em termos de desenvolvimento turístico do atrativo natural. O mais thermas mais tradicional da cidade é o Arapey Oasis Termal, que possui 40 bangalôs para acomodar os visitantes, restaurante, serviços de entretenimento e piscinas termais ao ar livre e interna. Porém, a melhor acomodação no momento é o premiado hotel termal e club de golf Altos del Arapey, com instalações modernas e oito banhos termais, sendo seis  ao ar livre e dois cobertos, além de outras atividades de lazer.

Arapey Oasis Termal: thermas a 580 km de Montevidéu e a apenas 80 km da Argentina
Altos de Arapey é premiado anualmente pelos usuários do site Trip Advisor

Fotos: divulgação

Compre aqui sua passagem para o Uruguai!

Resort e parque de águas termais será inaugurado em Gramado em 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *