Não que seja necessário, mas vamos listar cinco motivos para conhecer Big Sur, na Califórnia. Um dos melhores trechos litorâneos do Estados Unidos, a região de 90 km de extensão entre o céu e o mar, que não tem núcleo urbano, levando os viajantes para uma imersão na natureza e no inesquecível charme que só um lugar rodeado por montanhas poderia oferecer. Embarque numa road trip californiana e descubra porque escritores como Jack Kerouac Henry Miller se apaixonaram por lá:

1. É um lugar selvagem

Big Sur é um lugar para aventuras e para curtir, ouvir e sentir a natureza bem preservada. Conheça o calcário natural do Limekiln State Park até chegar às cachoeiras e aproveite para acampar em um dos 28 campings da região. Caminhe entre as enormes sequóias do Parque Nacional Pfeiffer. Com 405 hectares, há muitas trilhas a serem feitas, passando por cachoeiras, rios e aconchegantes pousadas como a do parque Big Sur Lodge. Custa apenas US$ 10 para entrar.

big-sur20

big-sur29

bigsur9

big-sur24

Os copos de leite do vale Calla Lily também merecem uma visita (e uma foto!)

calla-lily

2. Tem vistas de tirar o fôlego

Logo na rodovia Highway One você já encontra uma bela vista litorânea em diversos mirantes. Passando pela ponte Bixby Creek, concluída em 1932, se vê um vale íngrime a 79 metros de altura. É comum que quem passa por ali faz uma rápida parada para admirar a beleza do local.

bigsur11

Com apenas 1 km, uma trilha do Parque Estadual Julia Pfeiffer Burns leva os viajantes a uma inesquecível recompensa: um ponto elevado à beira-mar de onde se avista a McWay Falls, cascata com 24 metros de altura no meio da praia. A trilha vizinha, chamada de Ewoldsen Trail, tem 3 km e leva a outro mirante deslumbrante.

big-sur19

Existem outros vários pontos de observação incríveis ao longo de Big Sur. Um dos mais famosos fica no badalado restaurante Sierra Mar, no luxuoso hotel Post Ranch Inn. Em um penhasco a 365 metros acima do nível do mar, o local surpreende não só por sua gastronomia sofisticada, mas pelo visual deslumbrante.

ranchinn

post-ranch-inn

O charmoso bar Nepenthe, um dos points da geração Beat e hippie da cidade, também é agraciado com uma vista de tirar o fôlego no deck, acompanhado de hambúrguer, batata frita, cerveja e uma fogueira nas noites frias. Aproveite o passeio para conhecer a loja Phoenix, no mesmo endereço, com peças de joalheria artesanal, cerâmicas e instrumentos.

big-sur15

O hotel Post Ranch Inn conta com uma bela piscina à beira de um penhasco, que oferece não só um visual romântico, mas um dos pontos mais cobiçados de Big Sur. Se não encaixa no seu budget, não se preocupe, existem mirantes em hospedagens econômicas. O Lucia Lodge também tem um deck tranquilo de onde se aprecia o mar e as montanhas, além das cabanas do Tree Bones Resorts.

big-sur13

bigsur3

tree-bones-resort

yurt-exterior

3. É roots, mas tem tudo o que você precisa

Bom, até aqui já deu pra notar que Big Sur é um tanto idílica, tomada por uma simplicidade única, um charme despretensioso e uma forte ligação com a natureza. Ainda assim, podemos dizer que tem tudo o que você precisa. Entre suas atrações estão os restaurantes já citados acima e mais: a tradicional Big Sur Bakery and Restaurant, que faz fama com seu café forte, sourdough (pão caseiro) e pizza no forno à lenha.

big-sur27

Aproveite também a galeria de arte Coast Gallery, que tem a maior coleção de itens artesanais do Estados Unidos, reunindo mais de 3 mil peças de 250 artistas. Além disso, tem uma estrutura interessante, construída com dois tanques navais de água e placas de madeira, sem contar o visual ao redor, que é maravilhoso. Aproxime-se da arte local também na Hawthorne Gallery, que conta com peças de design, joalheria e pintura num belo espaço feito com madeira e grandes janelas de vidro.

coast-gallery

big-sur30

Vale incluir na lista uma visita ao Big Sur Roadhouse, onde os condimentos estilo Cajunse misturam com ingredientes super locais, como quiabo preparado com frutos do mar recém pescados.A comida é preparada com ingredientes orgânicos e o design inclui madeira reciclada e restaurada e arte moderna.

big-sur-roadhouse

roadhouse

Para se aproximar do seu “eu interior”, não deixe de visitar o Esalen. Além de estar numa localização privilegiada, oferece retiros, meditação, massagens e banho em águas termais. Quem curte a vida rural ou é curioso pela rotina do campo pode optar por experiências sustentáveis no Esalen Institute Farm and Garden, onde há hortas e jantares com o que é colhido. Tudo bem natureba e totalmente ligado à natureza.

esalen

esalen3

Outro ponto indispensável nessa viagem é o coração cultural e a alma de Big Sur, o Henry Miller Memorial Library. O famoso escritor norte americano viveu na cidade entre 1944 e 1962, onde atualmente há uma charmosa livraria, que serve como espaço cultural, e cafeteria. Entre maio e outubro acontecem muitos eventos por lá, como o Big Sur International Short Film Screening Series, que conta com exibição de filmes ao ar livre e apresentações de bandas renomadas, como o Red Hot Chili Peppers.

big-sur7

big-sur5

big-sur9

Não se esqueça de dar uma paradinha nas vinícolas. Os vinhos californianos têm ganhado fama e Carmel Valley, logo ao lado da cidade, tem muitos vinhedos. Folktale Winery, Galante Vineyards e Big Sur Vineyards são alguns nomes pelo caminho. Fique de olho nas datas do festival Food & Wine, boa oportunidade para provar as delícias locais.

big-sur

big-sur6

4. Tem hospedagens incríveis

Mesmo que seja no “meio do mato”, a região não deixa o luxo de lado, contando não só com ótimos restaurantes, mas spas e hotéis que não deixam a desejar. O Ventana Inn & Spa conta com ofurôs ao ar livre, grandes terraços e quartos com lareira. Já o Post Ranch Inn conta com suítes e casas privativas em penhascos, com janelas panorâmicas.

ventana-inn

Quem prefere simplicidade, saiba que Big Sur é ideal para quem quer se isolar no meio da floresta e ainda assim ter boa infraestrutura, como glampings, acampamentos bacanas, casinhas onde dá vontade de ficar pra sempre.

Tem as casas coloridas do Don Loui:

don-loui

don-loui

O River Inn, que é restaurante e também hospedaria, com quartos a partir de US$ 150

riverinn

As cabanas do Fernwood Resorts…

fernwood-resort

A bela hospedaria Big Sur Inn:

bigsur2

big-sur28

O Ripplewood Resort, que serve como mercadinho, cafeteria, restaurante e cabana:

ripple-wood-resort

E o Big Sur Camping com suas cabanas rústicas de teto transparante:

big-sur-camp

5. É ótimo para se isolar do mundo

Ah, como é bom poder relaxar e esquecer que o mundo existe! O Treebones Resort tem várias opções de acomodação, incluindo até mesmo um ninho! A curiosa estrutura feita em madeira foi idealizada pelo artista local, Jayson Fann, e custa US$ 150 por noite. E o melhor: Big Sur não tem sinal de celular! Mas calma, Wi-fi pega bem nos estabelecimentos, então se você quiser se conectar, tem jeito.

treebones_resort_nest

treebonesnest1

big-sur21

Fato curioso: As casas do arquiteto Mickey Muennig são um legado e uma verdadeira lenda local. A Green House é uma das mais cobiçadas, mas existe outra que estava a venda por inacreditáveis US$ 6,5 milhões. 

glass-domed-green-house-hut-by-mickey-muennig

green-house-by-mickey-muennig-glass-domed-hut-in-big-sur-california

Post por Brunella Nunes 
Fotos: divulgação

 

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *