Atraindo cerca de 3 milhões de turistas por ano, Fortaleza é o terceiro destino mais procurado pelos brasileiros. Com 27 praias próprias para banho, agitação noturna e clima favorável, não é de se estranhar que caia nas graças dos turistas, incluindo os gringos. Mas que tal reservar um tempinho para desbravar o estado? Conheça 18 lugares deslumbrantes no Ceará, terra de inúmeras belezas e contrastes.

Ainda segundo um levantamento da SETUR (Secretaria de Turismo), os municípios de Aquiraz, Jijoca de Jericoacoacara e Beberibe também já atraíram os olhares dos visitantes, que chegaram a 600 mil somente em 2014. Numa viagem de carro, é possível fazer dois roteiros e conhecer um pouquinho de cada canto.

Rota do Sol Poente – Litoral Oeste, começa em Iparana e vai até a divisa com o Piauí: Iparana, Pacheco, Icaraí, Tabuba, Cumbuco, Pecém, Taíba, Paracuru, Lagoinha, Guajiru, Fleixeiras, Mundaú, Baleia, Icaraí de Amontada, Caetano, Moitas, Itarema, Torrões, Almofala, Itarema, Porto do Barco, Ilha do Guajirú, Itarema, Praia do Farol de Itapajé, Aranaú, Ponta do Presídio, Barrinha, Formosa, Preá, Jericoacoara, Mangue Seco, Guriú, Tatajuba, Carrapateiras, Maceió, Bitupitá, Pontal das Almas.

Já a Costa do Sol Nascente – Litoral Leste, se inicia em Porto das Dunas e chega até a divisa com Rio Grande do Norte, onde fica Natal, outro destino muito buscado pelos brasileiros. O roteiro inclui: Porto das Dunas, Prainha, Presídio, Iguape, Caponga, Águas Belas, Barra Nova, Morro Branco, Praia das Fontes, Uruaú, Barra da Sucatinga, Campestre, Canto Verde, Parajuru, Barrinha ou Barra do Pirangi, Pontal de Maceió, Canoa Quebrada, Majorlândia, Retiro Grande, Quixaba, Lagoa do Mato, Ponta Grossa, Redonda, Barreiras, Quitéria, Ibicuitaba, Tremembé, Melancias, Manibu.

Uma dica para quem quer saber mais sobre as atrações deste pedaço nordestino é buscar pelo blog Rodando pelo Ceará, quetraz muitos relatos bacanas e detalhadas sobre vários destinos cearenses, visitados pelo próprio blogueiro e sua família. Enquanto sua viagem não chega, aproveite para escolher onde a jornada começa:

Ceará, aí vou eu!

Jijoca de Jericoacoara

Com fama internacional, Jericoacoara se consolidou como uma das 10 mais belas praias do mundo pelo jornal Washington Post. À 300 km de Fortaleza, o Parque Nacional encanta os turistas com suas belezas naturais, que passam por dunas, manguezais, lagoas e praias de cair o queixo, de onde se vê um belo pôr-do-sol. Com bastante infraestrutura, é fácil encontrar turistas que não querem ir embora deste paraíso cearense. Saiba mais sobre ele aqui.

Para chegar até lá de ônibus, partindo de Fortaleza, custa R$ 47,85 ou R$ 76 para categoria de VIP.

Jericoacoara-yuri kiddo-20
Foto: Yuri Kiddo

Jericoacoara1

Guaramiranga

É inacreditável o quanto o Ceará consegue ser multifacetado. Pouca gente sabe, mas no Maciço de Baturité tem uma cidade nordestina que, apesar de ser colonizada por portugueses, é apelidada de “Suíça cearense” e “Cidade das Flores”. Guaramiranga é uma região serrana onde os termômetros marcam entre 15ºC e 23ºC, muito mais amenas do que o litoral. Para quem quer curtir o visual e relaxar, é o lugar ideal. Agraciado pela natureza, o lugar também é propício para o ecoturismo. A tarifa da viagem de 3 horas de ônibus, saindo da capital, é de R$ 13,25.

guaramiranga4

guaramiranga5
Icapuí

Na fronteira com Rio Grande do Norte estão praias rodeadas por dunas, coqueirais e falésias que contrastam com a cor do mar. A 200 km de Fortaleza, a praia de Ponta Grossa é uma das principais da região, onde se encontram grutas e outras formações fora do comum. Já a praia da Redonda conta com infraestrutura, incluindo pousadas e restaurantes com preços convidativos. A lagosta é um dos principais ingredientes da região, servida ao molho de manga.

icapui

icapui-ce
Foto: Alex Uchoa

Caetanos de Cima

Uma das praias mais belas do Ceará, Caetanos está a 210 km de Fortaleza, é deserta, tranquila, rodeada por dunas e lagoas. Com infraestrutura que não inclui hotéis ou resorts, o local é perfeito para a prática do turismo comunitário, contando com pequenas hospedarias e dois restaurantes, todos comandados por moradores, que somam 46 famílias. O que eles arrecadam acaba ajudando a economia local e projetos sociais, como na formação de jovens guias turísticos da Rede Tucum.

caetanos-de-cima

Beberibe

Uma das mais belas paisagens cearenses está em Beberibe, a apenas 80 km de Fortaleza. A areia de várias colorações da Praia de Morro Branco é utilizada para silicografia, arte feita dentro de garrafas, e serve de cenário para fotos impressionantes. As falésias vermelhas, cheias de labirintos, chegam até a bela Praia das Fontes, onde há uma gruta. Do topo do morro, um pôr-do-sol maravilhoso. Vale a pena esticar o passeio até a tranquila Lagoa do Uruaú.

De Fortaleza, a viagem de ônibus dura 2h e custa R$ 8,50.

morro branco

ceara-lindo

lagoa-do-uruau

Cascavel

A apenas 60 km de Fortaleza, no litoral leste do estado está Cascavel, município que tem como principal atração turística a praia de Águas Belas. O nome faz jus ao o que os olhos veem: águas cristalinas em tons de azul e verde que se misturam na imensidão do mar. Formando piscinas naturais durante a maré baixa, a praia tem ainda o belo encontro do Rio Malcozinhado com o oceano, melhorando ainda mais o visual das areias desertas, que contam com pouca infraestrutura a seu redor. Sem sombra natural, também convém levar guarda-sol.

aguas-belas

aguas-belas

Trairi

Em Trairi estão as deslumbrantes piscinas naturais da tranquila praia de Flecheiras, nome dado por conta do antigo costume indígena de pescar com flecha nas águas cristalinas. A pesca artesanal segue firme entre os costumes e rende muitos frutos do mar que são servidos nos restaurantes. Aliás, a região é ideal para quem quer explorar novos sabores, como se vê na Barraca das Algas, que serve inúmeras receitas feitas com algas, como a “cocalgas” (parecido com a cocada) e o mousse, além de pizzas, iogurte, tortas e saladas. Para quem quer se aventurar, experimente os passeios de buggy e o sandboard, “surf” praticado nas dunas de areia.

flexeiras

Além dela, Mundaú também chama a atenção dos turistas que vão ao município, proporcionando o encontro do rio, do mar e das dunas, que formam sua inesquecível paisagem. Seus atrativos não param por aí, passando ainda por recifes, manguezais, piscinas naturais e as rendeiras, que encantam a todos com suas técnicas de artesanato.

mundau-divulgacao-setur-ce-5-media
Foto: Setur/Ceará
Itarema
Ainda pouco explorada pelos brasileiros, essa ilha de Itarema faz a cabeça dos gringos viciados em kite surf. A três horas de carro de Fortaleza e a apenas 6 km da praia de Flecheiras, Guajiru tem condições de vento e lagoa perfeitas para a prática do esporte, atraindo desde os que desejam aprender até os profissionais da modalidade. Tranquila e rústica, é a escapada ideal para as próximas férias. Outro destino conhecido na ilha é a praia de Almofala, onde vive a comunidade indígena Tremembé e onde se reproduzem tartarugas marinhas.

guajiru2

Caucaia

A apenas 30 km de Fortaleza os viajantes encontram uma antiga vila de pescadores em meio a dunas altas e íngremes, que formam verdadeiros cânions, alcançando 40 metros de altura. Esse deserto todo é parte da Praia do Cumbuco, a principal da região de Caucaia, que pode ser acessada em passeios de buggy ou jangadas, percorrendo as águas tranquilas. Os ventos sopram tão forte e não movem somente as areias, mas os adeptos ao kitesurf e windsurf, mais precisamente na Lagoa do Cauípe.

cumbuco2
Foto: Alex Uchoa

cumbuco

Ventak Beach

Nos arredores de Cumbuco, este lugar de visual surreal tem tudo para se tornar um grande ponto turístico. Uma lagoa surpreendentemente azul, resultado de um lençol freático de água mineral, é ponto de encontro de quem pratica Stand Up Paddle. Além disso, também oferece um pequeno tratamento estético com ajuda da lama fitoterápica que tem no fundo, forrado de argila branca, vermelha e amarela, que proporciona limpeza e esfoliação da pele de forma natural. Mas aproveite enquanto esse recanto ainda está praticamente intacto e com entrada a R$ 10,00. A ideia de quatro sócios é transformar o espaço num grande empreendimento, que terá um hotel ecológico – feito com materiais recicláveis -, bangalôs, parque aquático, teleférico e uma ilha artificial no meio da lagoa, futuramente disponível para eventos e um spa. A natureza dificilmente se mantém intacta sob as mãos do homem.

ventak-beach2
Quixadá

A apenas 170 km da capital, Quixadá tem aquelas paisagens que não se encaixam dentro do imaginário popular quando falamos em Ceará. As formações rochosas em meio a paisagem sertaneja são chamadas de monólitos e dão à cidade o título de “melhor lugar da América Latina para voo livre”. Ainda pouco explorado, o município é ideal para práticas de ecoturismo e aventura, passando pelo parapente, asa-delta, off-road, trekking, montanhismo e rapel. Trilhas, pedras, açudes, morros, lagoas, serras e fazendas podem ser exploradas pelos visitantes. É lá também onde se encontram bons preços, seja na gastronomia, que serve carne de cordeiro e petit gateau do matuto (com cocada) ou em hotéis de luxo com vista para a bela paisagem.

quixada

quixada-ceara

Camocim

Existem duas grandes atrações em Camocim, que fica a 1 hora de distância de Jericoacoara. A Ilha do Amor, também chamada de Testa Branca, fica isolada às margens do Rio Coreaú, bem em frente a cidade. O lugar atrai casais e famílias que se divertem nas dunas, nadam em lagoas com águas cristalinas e percorrem os mangues. Durante o Carnaval, o destino entra na folia e recebe muitos turistas da região e do Brasil todo. Já a praia Barra dos Remédios, a 16 km do centro da cidade, proporciona o encontro do mar com o rio de mesmo nome. Povoado por pescadores, o lugar tem um visual de tirar o fôlego e pode ser acessado de canoa a partir da Ilha do Amor.

ilha do amor
Foto: Alex Uchoa

camocim

Aracati
O município de Aracati, a 156 km de Fortaleza, conta com belas praias. A mais famosa delas é Canoa Quebrada, que nos anos 1970 passou a atrair mochileiros, europeus e hippies que não só curtiam a brisa, mas decolavam em voos de parapente. Rodeada de falésias de onde se avista não só o nome do lugar, cravado na própria terra, como a paisagem exótica acima de mirantes naturais, a praia pode ser acessada de carro ou ônibus (R$ 19,70) numa viagem de 3 horas. Depois de percorrer as dunas a bordo de um buggy, com ou sem emoção, os turistas relaxam com um banho de mar e desfrutam da culinária local. Ao cair da noite as ruas ficam agitadas e não à toa ganha o apelido de Broadway do Nordeste.
canoaquebrada
canoa-quebrada-ceara

Paraipaba

O município a 104 km de Fortaleza faz parte da chamada Rota do Sol Poente e tem como principal atrativo a praia da Lagoinha. Este paraíso rodeado de coqueiros, areia branca e dunas avermelhadas faz parte de uma colônia de pescadores e antigamente servia de esconderijo para piratas franceses. Além de curtir a praia, é possível embarcar em passeios de pau-de-arara, buggy e catamarã na Lagoa das Almécegas. O agendamento é feito em bares e restaurantes do entorno.

lagoinha

Juazeiro do Norte

No sul do Ceará, a 514 km de Fortaleza, Juazeiro é um dos maiores centros religiosos da América Latina. A presença de Padre Cícero, figura importante no aconselhamento espiritual e trabalho solidário em períodos de fome, permeia o município até hoje, que tem como grande atração um monumento em sua homenagem e uma romaria em seu louvor. Além de visitar locais de interesse religioso, como a Casa dos Milagres e as igrejas, a região também valoriza o artesanato, uma das principais atividades econômicas.  O Arajara Park também atrai turistas que querem fugir do calor. O parque aquático conta com trilha que leva até uma gruta de cerca de 100 milhões de anos, piscinas e toboáguas.

colina-do-horto

arajara-park

Sobral

A 230 km de Fortaleza, a charmosa cidade é o maior centro universitário do interior cearense. Seu grande atrativo está concentrado na arquitetura, em boa parte patrimônio histórico, incluindo museus, teatros, igrejas, casas de cultura e o belo Palácio de Ciências e Línguas Estrangeiras, construído em 1926 com traços do estilo eclético, de origem francesa. Outro destaque da região é o voo livre, em especial o parapente, modalidade que coloca Sobral entre os melhores destinos para a prática na América Latina.

sobral

sobral-ceara

Barbalha

A região é simples, mas esconde riquezas naturais e culturais dignas de encantamento. O centro histórico é tomado pela arquitetura do período imperial. O ecoturismo é forte na região, propícia para trilhas entre grutas e fontes naturais de água mineral, em grande parte dentro do Geopark Araripe. O parque também possui nove sítios geológicos e paleontológicos, além de um Museu de Paleontologia que reúne mais de 750 peças do período cretáceo, datados a 65 milhões de anos atrás, coletados na região.

geopark-araripe 

barbalha

Post por Brunella Nunes
Fotos: divulgação/agências de turismo

Quando não está viajando pelo mundo, está viajando nas ideias.