A época das flores é uma das melhores do ano para viajar, porque é quando o clima está favorável para passeios e as paisagens ainda mais bonitas. Selecionamos 12 lugares para curtir a Primavera ao redor do mundo e se encantar pela diversidade botânica que cada país resguarda.

Para se programar, saiba antes de mais nada que existem dois tipos de Primavera baseados na localização geográfica do mapa mundi. A boreal, no Hemisfério Norte, começa em 20 de março e termina em 21 de junho. Já a austral começa dia 23 de setembro e vai até 21 de dezembro. Vamos destacar aqui quando a estação dá as caras, de acordo com a região:

Europa: abril e maio
América do Sul: 
setembro a novembro
América do Norte: março a junho
América Central/Caribe: maio a dezembro
Oceania: setembro a novembro
África: agosto a outubro
Ásia: março a maio

Para onde ir na Primavera?

Holanda

O país das tulipas é uma ótima oportunidade de se encantar e sentir o aroma das flores. O clima e solo da região são favoráveis o suficiente para dar ao Parque Keukenhof o título de mais florido do mundo! São 7 milhões de botões espalhados por todo o parque, formando um mar de cores vibrantes. O local fica a 34 km de Amsterdã, com fácil acesso por ônibus, trem, táxi e carro.

Holambra (SP)

A cidade no interior de São Paulo é conhecida por priorizar as tradições e a cultura da colônia holandesa. Sendo assim, não poderiam faltar flores em seu repertório e hoje a região se consolida como uma das principais no cultivo de espécies botânicas como rosas multicoloridas, begônias e bonsais. Entre os meses de agosto e setembro sedia a Expoflora, importante feira do segmento, com extensa programação que inclui comida e danças típicas. Saiba mais aqui.

Cunha (SP)

Na fronteira com Paraty (RJ), a cidade a x km de SP capital ganhou bastante fama por causa de seu lavandário. Em meio a Serra, o cenário da extensa plantação transmite a atmosfera de Provence, na França, onde o cultivo de lavanda é referência mundial. Os visitantes aproveitam para provar receitas feitas com a flor roxinha, também chamada de alfazema, como sorvete e biscoitos e chás, além de poder levar para casa óleos essenciais e outros produtos cosméticos. Saiba mais aqui.

Gravatá (PE)

Difícil imaginar que uma cidade pernambucana estaria nessa lista, mas Gravatá é uma ótima opção para o cultivo de flores. A cerca de 80 km de Recife, a cidade com clima ameno fica no Planalto da Borborema – também conhecido como Serra das Russas. Assim as estufas são favorecidas, onde brotam diversas espécies de flores que geram renda a 70% dos agricultores. Vale a pena dar um pulo no Orquis – Centro de Orquídeas de Pernambuco, que reúne 830 tipos da espécie. Os sítios dos produtores também podem ser visitados, como o Sempre Verde, Vivências e Cavalgadas, que além de cultivar flores ornamentais, tem produção de rapadura, mel, leite, entre outros.

Japão

Uma das espécies botânicas mais conhecidas do mundo é símbolo da cultura japonesa. A Sakura, popularmente conhecida como cerejeira, representa a paz e a resistência, espalhada pelos quatro cantos do país. Ao Norte de Tóquio os turistas se encantam com o florido Túnel Wisteria, no Parque Ashikaga. Porém, é no Hitachi Seaside Park, em Hitachinaka, que a Primavera permanece durante os 365 dias do ano. O parque é forrado de paisagens coloridas a perder de vista, formadas pelo desabrochar de diversas espécies de flores, como 1 milhão de narcisos e  4,5 milhões de Nemophilas azuis. É surreal!

Espanha

Na Espanha, além de visitar os jardins botânicos de Madri e Barcelona, programe-se para curtir o Festival de Girona, que acontece anualmente no mês de maio. A cidade, que lembra os cantos de Florença, fica mais colorida com as 62 exibições de flores espalhadas por monumentos, pátios e jardins. Outra opção é o Fiesta de Los Patios de Córdoba, na charmosa Córdoba, que também acontece em maio. As pessoas enfeitam – e muito! – os pátios de suas casas com inúmeros vasos de flores, como jasmins, cravos e gerânios. Para ver o amarelo vibrante dos girassóis, siga até Jerez de la Frontera, ao sul de Sevilha.

Inglaterra

Depois de percorrer o belo Kew Gardens, em Londres, pegue o carro ou um ônibus rumo ao belíssimo campo de lavandas, que pode ser apreciado pelo público por apenas 1 euro. O local permanece aberto somente entre os meses de junho e setembro, então é importante se programar. Outra opção é ir para a bela região de Cotswolds, onde casinhas são cobertas por flores e enormes campos floridos de Canola se destacam pelas colinas.

Argentina

Quem está na América do Sul e com orçamento apertado para ir até a Holanda pode recorrer aos nossos hermanos argentinos. Isso porque em Trevelin, na Patagônia, está um infinito campo de tulipas coloridas que pode ser visitado pelo público. A florada acontece no mês de outubro e o passeio custa cerca de R$ 20. Na capital Buenos Aires, a dica é percorrer o El Rosedal, dentro da área do parque Três de Fevereiro, onde há belíssimas rosas de diversas espécies.

Estados Unidos

A uma hora de carro de Seattle está um dos festivais mais aguardados do ano e, nesse caso, não tem a ver com música. O tradicional Festival Anual de Tulipas do Vale Skagit acontece no mês de abril há mais de 30 anos, quando os campos se enchem de milhões de pontinhos coloridos! Outra opção é conhecer as flores silvestres que brotam no deserto de Anza-Borrego, no Sul da Califórnia. São mais de 200 espécies de plantas que surgem no fim de fevereiro e abril, mas os primeiros dias de março são a melhor data para vê-las. O parque Epcot Center, na Flórida, também promove um festival de flores anualmente, na chegada da Primavera.

Itália

A romântica Itália não poderia faltar nesse roteiro! Perca-se nas paisagens apaixonantes da Toscana, que em julho se enche não só de turistas mas também de flores. Os famosos campos de girassol da região ficam divinamente amarelos com as floradas, facilmente avistadas das estradas. Outra opção de viagem é ir rumo à vizinha Úmbria para ver campos de papoula no final de abril. É lá onde também fica Spello, vilarejo próximo à Perugia (onde acontece um festival de chocolate imperdível), que fica rodeado de vasinhos floridos na fachada das casas.

França

Depois de se encantar com o mundialmente famoso Jardim de Versalhes, construído em 1692 em Paris, siga para Giverny onde fica o encantador Jardim de Monet, a uma hora de distância. A casa onde viveu o artista Claude Monet abriga ninféas, pomares, tulipas e vitórias-régias em sua área externa. Nos meses de junho e julho, a região de Provence chega ao seu ápice florido, com campos de lavandas recheados de botões roxos em contraste com o amarelo vívido das plantações de girassóis.

Bônus: Dubai

Como em Dubai a ostentação é quase uma regra, a Primavera não fica por menos. O exuberante parque Al Ain Paradise, chamado de Miracle Garden, é exageradamente decorado com 45 milhões de flores de diversas espécies. Além de estarem em cestos e no solo, elas ornamentam esculturas em diversos formatos, como corações, onde são tiradas muitas fotos.

Fotos: reprodução

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *