O ano está passando, o verão já foi embora do Brasil e você ainda não viajou? Muita calma nessa hora porque enquanto houver 365 dias no ano, é possível encontrar uma brechinha para viajar e cair no mundo! Depois de reunir dicas de janeiro a julho, te mostramos 10 lugares para viajar em agosto.

Procurando passagem aérea barata para agosto? Aproveite que é mês de promoções, confira nossa página de passagens baratas ?

O mês é o auge do verão europeu, o que sobe os preços e o número de turistas por metro quadrado do Velho Continente. A opção é uma boa para baladeiros (as) de plantão e para quem quer curtir as altas temperaturas nas praias de Ibiza. Vale a pena considerar as praias de Portugal, os lugares incríveis da Croácia e do Leste Europeu.

Enquanto isso, no Brasil, estamos em baixa temporada, no auge da seca de inverno, com chuvas escassas. Ainda assim, é neste período que algumas regiões do Nordeste têm altos índices de precipitação, como Recife, Porto de Galinhas, Maragogi e Maceió. A temperaturas baixas também não dão praia em Florianópolis e arredores, além do litoral sul de São Paulo e Paraty, no Rio de Janeiro. É também neste mês que acontece o Festival de Cinema de Gramado.

Evite: há risco de furacão nas ilhas caribenhas como Turks e Caicos, Nassau, St. Marteen, Punta Cana, Cancún e San Andrés, se prolongando até Miami. Para quem quer economizar, é um bom período para desbravar o Brasil, já que acabaram as férias escolares, e também alguns lugares da América do Sul.

Lugares para viajar em agosto

1. Dublin – Irlanda

Um dos destinos mais procurados para intercâmbio, Dublin tem o espírito jovem em seu DNA. Durante o verão da Europa, desfrute seus parques, vida noturna e suas cervejas reconhecidas mundialmente. Em agosto a região é favorecida com dias mais longos: são cerca de 18 horas de luz solar, fazendo com que a noite só caia após as 23h.

2. Ilhas Fiji

Passado o período de monções e ciclones tropicais, as Ilhas Fiji são uma boa opção para o mês de agosto. O arquipélago no centro do Pacífico Sul conta com 322 ilhas, sendo 105 habitadas, entre aldeias e comunidades agrícolas. Além de ter praias selvagens e paradisíacas, tem na região Norte um dos melhores lugares para mergulho no mundo. A capital, Suva, tem temperaturas médias de 26ºC, mais frescas do que no verão.

3. São Francisco – Estados Unidos

Aproveite os últimos dias de verão norte americano em San Fran, eleita a cidade mais bonita do EUA. Entre suas colinas o ritmo é intenso, onde há muito o que ver e fazer, seja nos parques, teatros, museus, galerias ou baladas. Neste período tem temperaturas médias entre 13ºC e 19ºC, além de um bocado de movimento devido a alta temporada. Procure reservar tudo com antecedência ou ir nas duas últimas semanas do mês se quiser mais tranquilidade. Você também pode aproveitar e fazer uma road trip pela Califórnia!

4. Tanzânia – África

Apesar dos problemas sociais, a Tanzânia tem destinos turísticos espetaculares. Do Monte Kilimanjaro às praias magníficas do arquipélago de Zanzibar; da cratera de Ngorongoro ao safári do Parque Nacional de Serengeti, há muito a se explorar no país. Em agosto as temperaturas são favoráveis devido o período de seca.

5. Bariloche – Argentina

A cidade queridinha dos brasileiros é um dos principais destinos da temporada de inverno. Com neve e baixas temperaturas, oferece diversas opções para prática de esportes como o esqui. A beira do lago Nahuel Huapi, o destino também reúne atividades relacionadas a ecoturismo, gastronomia e compras. Até a primeira quinzena de setembro é possível ter a companhia do gelo, sem tanta muvuca quanto em julho. Confira aqui tudo o que você precisa saber antes de ir!

6. Curaçao – Caribe

A ilha caribenha é capaz de despertar encantamento em qualquer mortal. Com influências jamaicanas e colonização holandesa, oferece uma riqueza cultural bem interessante que se reflete na vida cotidiana, indo além das praias maravilhosas e resorts de luxo. Sua proximidade com a costa da Venezuela (junto com Los Roques e Aruba) garante uma segurança maior em relação aos furacões que podem atingir o Caribe. Confira aqui nosso guia de Curaçao!

7. Sardenha – Itália

Aproveite as temperaturas favoráveis para desbravar o belo litoral italiano, a começar por Sardenha, a segunda maior ilha do Mediterrâneo. Se quer sofisticação, vá até a Costa Esmeralda, mas cada província dessa ilha é mágica. O clima seco deste período favorece os dias quentes, aliviados com a brisa fresca e banhos de mar intensamente azul.

8. Cambará do Sul – Santa Catarina/Rio Grande do Sul

Na divisa entre SC e RS está um imenso conjunto de 36 cânions para contemplar. A região de Cambará do Sul engloba dois dos mais turísticos do Brasil: o Fortaleza e o Itaimbezinho. O mês de agosto diminui o risco de nevoeiro, garantindo boa visibilidade lá do alto dos paredões rochosos, rumo ao horizonte. Saiba tudo sobre o destino aqui!

9. Fernando de Noronha – Pernambuco

Quem é que nunca sonhou em ir até o arquipélago de Noronha? Paradisíaco, o local tem clima favorável e bons preços até setembro, quando também oferece as melhores condições do ano para praia e mergulho. As águas calmas são ideais para curtir com as crianças, que de quebra podem ter maior contato com a fauna marinha.

10. Nova Friburgo – Rio de Janeiro

Falando em Rio de Janeiro, você já pensa em calor e praia, não é? Apesar do período ser favorável em Búzios e Angra dos Reis, vale a pena aproveitar o friozinho na região serrana. Em Nova Friburgo, o mês de agosto começa com festa, celebrando o Dia Nacional da Suíça, em homenagem aos colonos. A programação anual inclui danças folclóricas, comidas típicas, cortejos e o Festival do Chocolate. A cidade tem as temperaturas mais baixas do estado e boa infraestrutura turística, garantindo que você tenha conforto para se abrigar do frio.

Confira 8 cidades legais para conhecer no RJ.

   Agora que você já decidiu o destino, garanta a sua passagem aérea
Fotos: divulgação

Para onde viajar
Eu tenhoBudget
e quero viajar porDias
Para onde viajar

4 comentários

    1. Ela está fora da rota direta dos furacões, mas por conta da proximidade, dependendo do furacão, pode sofrer consequências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *