Quanto Custa Viajar
Para onde viajar
Passagens aéreas baratas
BUSCAR CIDADE:
Atrações turísticas

O que fazer em Cusco

Você está em: Cusco > O que fazer



1 US$ 353.00 | R$ 1.118,41
Viagem diurna para Machu Picchu partindo de Cusco
463 avaliações
Faça uma viagem de um dia com tudo incluso para a deslumbrante Machu Picchu partindo de Cusco. Visite as mundialmente famosas ruínas incas e aprenda sobre a cidade, sua história e o povo que um dia viveu ali. Ideal para visitantes de primeira vez, famílias (caminhadas não exaustivas) e viajantes sozinhos, essa experiência única de vida é uma obrigação durante a visita ao Peru!


3 US$ 9.50 | R$ 30,10
134 avaliações
4 US$ 9.50 | R$ 30,10
91 avaliações
5 US$ 50.99 | R$ 161,55
56 avaliações
6 US$ 920.85 | R$ 2.917,53
33 avaliações
Passeios

Atrações turísticas em Cusco

1
Entrada para: Sacsayhuamán, Pikillaqta, Tipón, Pisac, Moray, Ollantaytambo, Chinchero, Puka Pukara, Tambomachay e alguns museus

Adulto
S.130.00 | R$ 125,24
Estudante
S.70.00 | R$ 67,44
2
S.193.00 | R$ 185,94
3
S.142.00 | R$ 136,80
4
Adulto
S.10.00 | R$ 9,63
Estudante
S.5.00 | R$ 4,82
5
Adulto
S.20.00 | R$ 19,27
Estudante
S.10.00 | R$ 9,63

Guia


Cusco é muito mais que um centrinho charmoso com ares de cidade de interior. Cusco é uma aula de história, de arqueologia, é voltar ao passado para termos a chance de aprendermos mais, ou para ver pessoalmente o que um dia aprendemos.

Ainda bem que aos poucos Cusco está deixando de ser apenas a cidade de passagem para quem está de caminho a Machu Picchu, pois a cidade é bem agradável e merece estar incluída nos roteiros de viagem. Em Cusco muitas atrações ficam um pouco distantes do centro da cidade, mas nada que acordar cedo não resolva o problema. Abaixo algumas sugestões de passeios, lembrando que são somente sugestões e que com certeza cada um descobre algo mais a fazer onde viaja.

Plaza de Armas - Aqui é o centro de tudo em Cusco. Praça principal, é onde se concentra muitos restaurantes, bares, lojas, turistas, enfim, tem de tudo um pouco. As construções que cercam a praça são da época da colonização espanhola e complementam o charme do lugar. Com certeza é um local onde qualquer turista irá passar várias vezes. Sentar em um banco da praça para descansar e apreciar o vai e vem das pessoas é no mínimo interessante.

Catedral de Cusco - La Catedral, igreja grande e imponente, fica no coração da Plaza de Armas. Em seu interior é possível ver objetos de ouro, obras e esculturas.

Templo do Sol (Qoriancha) - Localizado no complexo do convento de Santo Domingo, o lugar ainda possui algumas ruínas da época do império Inca. O templo era utilizado para venerar o Deus Sol.

Mercado Central de San Pedro - Próximo a Plaza de Armas, é um local onde se encontra desde comidas, roupas e souvenir de viagem. Os moradores da cidade também frequentam o lugar, o que torna a experiência ainda mais interessante. Bom para quem quer comprar artesanatos e por ser muito colorido, rende boas fotos.  

Museu Inka - Boa oportunidade para aprofundar mais o conhecimento da cultura Inca. Cerâmicas, múmias, tecidos e outros objetos fazem parte do acervo do museu.

Sítio de Sacsayhuaman - É o sítio arqueológico mais próximo de Cusco. Um exemplo de arquitetura, construído pelos Incas, as ruínas impressionam. Muralhas construídas com pedras gigantescas e devidamente encaixadas são capazes de deixar qualquer engenheiro boquiaberto.

Pisac - Fica na região conhecida como Vale Sagrado. O mercado de Pisac é até pequeno, porém suficiente, com todas aquelas opções de artesanatos peruanos, está localizado em uma vila rústica e agradável. Caso façam o passeio até lá com algum guia, provavelmente ele irá levar em alguma loja de fabricação de peças em prata sendo a maioria das peças brincos, anéis, colares, entre outros acessórios femininos. Já as ruínas de Pisac, ficam em uma área grande e inclui ver além de ruínas, terraços agrícolas e uma espécie de cemitério feito nas montanhas.

Moray - Mais um sítio arqueológico, até hoje há controvérsias sobre sua origem. Alguns dizem que o local era um anfiteatro, mas o que parece mesmo ser é um local utilizado para plantio agrícola. São terraços circulares construídos sobre as montanhas. Como o lugar é alto fica mais difícil a locomoção, subir e descer os terraços pode ser bem cansativo, dependendo claro, da pessoa. 

Maras - As Salinas de Maras são um complexo com 2 mil anos de existência e com aproximadamente 4 mil piscinas feitas para a produção de sal. As famílias da região são encarregadas de cuidar do local e a renda arrecadada é dividida entre elas. O processo de extração de sal ainda é feito utilizando técnicas mais antigas e é bem artesanal. No local há lojinhas onde é possível encontrar diversos artigos feitos de sal.

Criação de alpacas - É possível visitar um local onde se criam alpacas, ver os animais e alimentá-los, para quem estiver com sorte, quem sabe terá a oportunidade de ver uma alpaca bebê nascendo. Também é possível ver a fabricação daqueles tecidos peruanos, coloridos e artesanais. Como não poderia deixar de ser, há lojinhas com produtos típicos. Fica no caminho entre Cusco e o Vale Sagrado.

Ollantaytambo - Dizem ser o povoado mais antigo da América, com suas ruas que permanecem as mesmas desde a época em que a vila era ocupada pelo povo Inca, lá é possível visitar uma fortaleza, local onde os Incas observavam o solstício de inverno e verão tendo a cidade abaixo como vista. Se tiverem a oportunidade de pernoitar uma noite no lugar, melhor ainda. Muita gente pega o trem para Machu Picchu partindo da estação de Ollantaytambo.

Urubamba - Mais um povoado no caminho entre Cusco e Machu Picchu, serve de base para pernoitar, conhecer a região e ir a lugares próximos como Moray e Maras. É um vilarejo simples, sem tanta história, mas no local há pousadas baratas e charmosas, vale um pernoite para quem viaja sem pressa.