• Café da manhã

    S.10.00 S.20.00 S.23.00
    R$ 10,18 R$ 20,36 R$ 23,41
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Almoço

    S.23.00 S.35.00 S.39.00
    R$ 23,41 R$ 35,63 R$ 39,70
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Jantar

    S.27.00 S.30.00 S.44.00
    R$ 27,49 R$ 30,54 R$ 44,79
    Baixo custo Econômico Conforto

Guia Alimentação em Cusco

A culinária peruana hoje em dia dispensa apresentações, mesmo para quem ainda não teve a oportunidade de conhecer o país, aqui no Brasil é cada vez mais comum encontrar pratos peruanos em restaurantes.

O prato mais famoso da culinária peruana para nós brasileiros talvez seja o ceviche, um prato tradicional, porém de preparo simples incluindo peixe cozido no limão, cebola, coentro, batata doce e milho, sendo que os 2 últimos ingredientes são típicos do país. Dizem que a origem da palavra ceviche vem do Inglês “sea beach”, porque quando os marinheiros ingleses chegaram no Peru e provaram o prato, eram essas as palavras que eles diziam: “sea beach”, que acabou ficando ceviche para os peruanos. Se é verdade ou não, não importa, o que vale mesmo é o sabor desse prato que é item obrigatório em qualquer restaurante peruano e deve ser provado.

Outros pratos mais típicos para provar são:

Carne de alpaca, para quem não se sentir culpado de vê-las tão fofas e consumi-las depois.

Lomo saltado, mais comum para nós, é um prato feito com carnes cortadas em finas tiras, servidas com batatas ou arroz.

Cuy peruano, este último, bem tradicional em Cusco, é uma carne de porquinho da Índia que era consumido já pelos incas para agregar mais proteína na dieta.

Algumas bebidas também são tradicionais do país como essas:

Inka Kola, a famosa coca-cola peruana que é um refrigerante amarelado, cor de Epocler, aliás até o gosto lembra o remédio, mas há quem goste, vale a pena experimentar.

Chá de coca, consumido muito para ajudar a aliviar os efeitos da altitude, normalmente é servido sem açúcar.

Pisco sour, a caipirinha peruana é o drinque mais famosos do país, este é para quem quer provar algo mais forte e o preparo varia de acordo com o estabelecimento, mas em geral sempre contém clara de ovo, pimenta, limão, açúcar, gelo, além claro, o próprio pisco, que é uma água ardente derivada da uva.

Chicha morada, um suco feito do milho de cor roxa e especiarias como cravo e canela, servido frio, é bom para matar a sede. O refresco é tão popular no país que existem até versões vendidas em sucos de saquinhos em pó. 

Como Cusco é uma cidade turística, há diversas opções de restaurantes, desde os mais tradicionais com cardápio incluindo os pratos típicos citados acima e também restaurantes internacionais, com cardápio igual a qualquer restaurante, incluindo pratos como pizzas e hambúrgueres.

O famoso restaurante Chicha é muito recomendado e faz jus a todas as recomendações, é o típico restaurante bom, bonito e barato. Instalado em um edifício colonial, tem cardápio variado e preço muito justo. Outro restaurante imperdível chama-se Limo, privilegiado pela localização, com uma ótima vista da Plaza de Armas, a comida é tão boa quanto a do Chicha. Na dúvida volte aos 2 e tente decidir qual é o melhor. Outras opções de restaurantes em Cusco são: Green`s Organics, para quem gosta de uma refeição mais natural, o Morena Peruvian Kitchen, que como o próprio nome já diz os pratos são típicos peruanos, o restaurante Cicciolina, situado no centro da cidade e com extenso cardápio, La Bodega 138, com ótimo ambiente, cervejas artesanais, boas massas e pizzas.   

No Peru há uma enorme variedade de batata, milho e quinoa, o que enriquece ainda mais a gastronomia regional. O país se beneficia pela variedade de clima e altitude, colaborando com a produção de produtos locais.

Gastón Acurio é o chef mais famoso do país, considerado embaixador da gastronomia peruana e responsável por ajudar o país a ganhar 4 vezes o prêmio de melhor destino gastronômico do mundo, o World Travel Awards. Com toda essa reputação, com certeza o país merece uma visita e melhor ainda se Cusco fizer parte da programação.