A Hungria é um país localizado na Europa Central, com cerca de 10 milhões de habitantes, e Budapeste é sua capital, com um pouco menos de 2 milhões de habitantes. O país pertence à União Europeia desde 2004, mas não adotou o Euro como moeda, a moeda oficial do país chama-se Florim Húngaro.  

Budapeste...

Leia Mais
  • População 1.74 milhões

  • Hora local 12:08

  • 100 Florim húngaro R$ 1,30

  • Temperatura local 23º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Budapeste

Atrações turísticas em Budapeste

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Budapeste

Hospedagem em Budapeste

menor valor maior valor
Pousada R$ 85,63 R$ 1.237,33
Albergue R$ 100,40 R$ 513,77
Apartamento R$ 137,01 R$ 7.548,16
Hotel R$ 138,72 R$ 2.350,50

Alimentação em Budapeste

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 9,88 FT$ 758.40 a R$ 18,76 FT$ 1440.00
  • Almoço


    R$ 15,48 FT$ 1188.00 a R$ 98,15 FT$ 7532.40
  • Jantar


    R$ 58,89 FT$ 4519.20 a R$ 147,24 FT$ 11299.20

Guia Budapeste

A Hungria é um país localizado na Europa Central, com cerca de 10 milhões de habitantes, e Budapeste é sua capital, com um pouco menos de 2 milhões de habitantes. O país pertence à União Europeia desde 2004, mas não adotou o Euro como moeda, a moeda oficial do país chama-se Florim Húngaro.  

Budapeste é considerada por muitos, uma das mais belas cidades da Europa que consegue surpreender a todos os visitantes. Budapeste é praticamente uma cidade dividida em duas, de um lado fica Buda e do outro lado, fica Peste, e quem faz a divisão é o Rio Danúbio. E dos dois lados, tanto em Peste, quanto em Buda há muitas atrações para conhecer durante a viagem. 

A animada Peste está ligada a Buda por várias pontes que cortam o Rio Danúbio, é onde fica a bela Avenida Andrássy, conhecida como a Champs-Élysées da Hungria. Essa avenida está repleta de construções históricas, muitas transformadas em lojas de marcas de luxo conhecidas mundialmente e está na lista de Patrimônios Mundiais da Unesco desde 2002. É desse lado que fica o metrô subterrâneo mais antigo da Europa, construído no século 19, a linha amarela, e é aqui também que fica o maior edifício do país, o edifício do Parlamento Húngaro, com suas fachadas em estilo gótico, é considerado o orgulho da nação.

Buda é mais nostálgica, mais calma, mais residencial e é onde vivem as pessoas com maior poder aquisitivo. É onde fica a maior parte das construções medievais da cidade, com lindas igrejas sendo a principal delas, a Igreja de São Matias. Por fora você verá sua estrutura neogótica e um telhado em forma de cone com azulejos coloridos. Por dentro suas paredes são cobertas por murais. A fila para entrar é sempre longa e o preço da entrada não é barato.

Mas independente do lado que estiver conhecendo, o Rio Danúbio sempre estará presente para deixar qualquer um dos lados ainda mais belo. Às margens do rio, há várias empresas que vendem passeios de barco, é uma boa forma de conhecer a cidade de outro ângulo e de admirar as paisagens com mais calma. Para finalizar o dia, escolha um bom restaurante para jantar ou então assista um concerto em alguma das casas de espetáculos.    

Como chegar

Do Brasil, para chegar até Budapeste não há voos diretos, é necessário fazer no mínimo uma conexão que pode ser por exemplo em Lisboa, se o voo for com a Tap, em Londres, se o voo for com a British Airways, em Amsterdã, se a cia aérea for a KLM ou em Zurique, se o voo for com a Swiss Airways.

Já, se você estiver na Europa, fica bem mais fácil chegar em Budapeste, há voos diretos de algumas capitais, trens, ônibus e até barcos chegam através de cruzeiros que percorrem o Rio Danúbio.

Budapeste é bastante visitada por turistas que chegam de outras cidades como Viena ou Praga, em roteiros que combinam vários lugares em uma única viagem, aí nesse caso, geralmente a chegada é feita de ônibus.

Budapeste é bem conectada com o restante da Hungria e de outras grandes cidades da Europa através do sistema ferroviário. De Viena, na Áustria e de Bratislava, na Eslováquia, são apenas três horas de trem. 

O Aeroporto Internacional Ferenc List, em Budapeste, está localizado a cerca de 16 quilômetros do centro da cidade. Para sair dele, não há linhas de metrô que cheguem até lá, então é necessário pegar primeiro um ônibus que te leve até uma estação, para depois pegar o metrô. Existe também um serviço de ônibus que te deixa na porta do hotel, o Airport Shuttle, que é mais cômodo que pegar transporte público e não é tão caro como um táxi, ou então, para quem estiver com muitas malas ou então estiver em mais pessoas, táxi pode ser uma boa opção, é mais caro, mas é confortável e prático.

Vida noturna

Budapeste é considerada uma das cidades mais animadas do leste europeu e sua vida noturna é mais um motivo que atrai tantos turistas à cidade, principalmente durante os meses de verão.

Como toda grande cidade e capital, Budapeste reúne as mais variadas opções de entretenimento noturno como bares, restaurantes, casas noturnas e os tradicionais pubs. Os pubs são bares típicos da Europa, mas os Ruin Pubs são uma espécie de atração turística típica de Budapeste, e a tradução de ruin pub seria de um bar em ruínas, ou seja, estabelecimentos que foram abertos em prédios abandonados e destruídos após a Segunda Guerra Mundial, e que depois foram reformados e reutilizados, mantendo um pouco da característica de abandono e de decadência como foram encontrados. Hoje, esses pubs funcionam como local de entretenimento noturno e se tornaram praticamente uma parada obrigatória até para quem não costuma sair à noite. Alguns deles fazem parte de roteiros turísticos, afinal são parte da história de Budapeste e da Hungria.

O Szimpla Kert é o mais antigo ruin pub em funcionamento, abre a tarde e fica até altas horas e é frequentado inclusive por famílias, o Instant Pub é outro clássico ruin pub, porém esse faz o estilo mais de baladinha e, o Fogas Hás é além de bar, um centro cultural onde há exposições e apresentações artísticas.

E para diversificar um pouco a noite em Budapeste, uma outra opção de entretenimento é assistir um concerto ou ópera em uma das diversas casas de espetáculos para apreciar desde Mozart até Liszt, um famoso pianista e compositor húngaro.