Reduto de surfistas atrás das constantes ondas e de esportistas devido a vasta possibilidade de esportes que podem ser praticados no local como trilhas, canoagem, stand up paddle, vela, pesca e outros mais, a ilha agrada (e muito) quem viaja em busca de contato com a natureza.

As principais praias são: Encantadas, Praia Grande, Praia do Farol, Praia de Fora, Praia da...

Leia Mais
  • População 151.829 mil

  • Hora local 18:22

  • 1 Real R$ 1,00

  • Temperatura local Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Ilha do Mel

Atrações turísticas em Ilha do Mel

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Ilha do Mel

Hospedagem em Ilha do Mel

menor valor maior valor
Pousada R$ 60,00 R$ 790,00
Albergue R$ 80,00 R$ 230,00
Hotel R$ 195,00 R$ 330,00

Alimentação em Ilha do Mel

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 9,60 R$ 9.60 a R$ 22,80 R$ 22.80
  • Almoço


    R$ 18,00 R$ 18.00 a R$ 45,60 R$ 45.60
  • Jantar


    R$ 24,00 R$ 24.00 a R$ 57,60 R$ 57.60

Guia Ilha do Mel

Reduto de surfistas atrás das constantes ondas e de esportistas devido a vasta possibilidade de esportes que podem ser praticados no local como trilhas, canoagem, stand up paddle, vela, pesca e outros mais, a ilha agrada (e muito) quem viaja em busca de contato com a natureza.

As principais praias são: Encantadas, Praia Grande, Praia do Farol, Praia de Fora, Praia da Fortaleza, Praia do Miguel, Praia do Belo e Praia de Brasília. Mas nem só de praias vive a Ilha do Mel que também conta com parques para visitação como o Parque Nacional do Superaqui, Parque Estadual Rio da Onça e Parque Natural Municipal do Rio Perequê. Para comprinhas de artesanato os melhores lugares estão nas praias do Farol e Encantadas.

No inverno faz bastante frio na ilha ficando mais difícil aproveitar as praias, já o verão é a melhor época para quem quer aproveitar o mar quando a temperatura da água é mais agradável, embora seja comum chover em qualquer época do ano.

Na hora de comer há muitos restaurantes de comida caseira que oferecem frutos do mar, e os melhores estão nas praias de Encantadas, do Farol e Nova Brasília.

Não importa o motivo da viagem, seja para relaxar, curtir a natureza, praticar esportes ou fugir dos grandes centros urbanos, a Ilha do Mel consegue surpreender. Carros podem até não entrar, mas pessoas com disposição para conhecer suas praias e sua beleza serão muito bem-vindas!

 

Como chegar

Só se chega na Ilha do Mel por meio de barcos, que saem de dois locais diferentes: Paranaguá ou Pontal do Paraná, ambos os locais mais ou menos 100 quilômetros distantes de Curitiba.

De carro
Para chegar ao Pontal do Paraná de carro é preciso pegar a BR-277, a PR-407 e a PR412.  De lá, a travessia até a ilha dura 30 minutos e há barcos saindo o tempo todo.

A estrada que leva a Paranaguá é a BR-277. As embarcações que partem da cidade demoram mais tempo para fazer a travessia, cerca de uma hora e meia.

Para informações sobre preços e horários dos barcos, consulte o site da Abaline

De avião
São quase 130 quilômetros que separam Curitiba de Pontal do Paraná e menos de 100 quilômetro entre Paranaguá até a Capital. Se você está distante do Paraná e precisa pegar um avião, vá até Curitiba e de lá ou alugue um carro ou pegue um ônibus. Depois, vá até um dos dois destinos para pegar o barco e chegar na Ilha.

De ônibus
Vindo do Sul:
há uma linha de ônibus que faz um trajeto entre o Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, pela BR-101. Ele passa por várias cidades do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, como Porto Alegre, Florianópolis e Itajaí. São duas opções: parar em Paranaguá ou em Praia de Leste, onde é necessário trocar de ônibus para chegar ao Pontal do Sul.
 

Vindo do Sudeste: é possível pegar um ônibus em São Paulo, Santos ou em Peruíbe e ir até Paranaguá, em uma viagem que dura aproximadamente 9 horas.  

De trem
Quase muita gente desconhece a informação de que existe um trem que vai de Curitiba até Paranaguá através de uma estrada de ferro. O passeio é imperdível, graças a sua vista panorâmica. 

Vida noturna

Quem pensa que na Ilha do Mel a diversão se resume em aproveitar apenas o dia está enganado. Apesar de ser um lugar paradisíaco e rústico – não há um único carro circulando pelas ruas – a vida noturna não deixa a desejar.

Para acompanhar o estilo praiano, o reggae e o forró estão presentes em quase todas as caixas de som dos bares e também nas rodas de violão espalhadas pelas praias, nos famosos luaus. Grande parte dos restaurantes da Ilha se transformam em bares e baladas quando a noite cai, com música ao vivo e até pista de dança.

Independente da escolha para a noite, lembre-se de carregar uma lanterna para iluminar o caminho na volta, que pode estar vazio. Em noites de lua cheia as trilhas ficam mais visíveis, mas é sempre bom estar prevenido. E lembre-se de sempre apontar a lanterna para baixo, para não atingir o rosto de outra pessoa com a luz.

A curtição na Ilha do Mel acontece principalmente aos finais de semana e durante todos os dias na alta temporada de verão. Uma dica é perguntar para os locais qual é a melhor pedida da noite.

Conheça os locais mais frequentados da Ilha:

Toca do Abutre
Localizado em Nova Brasília em frente à Praia do Farol das Conchas, de dia o local funciona como um restaurante e de noite se transforma em um bar com música ao vivo.

Canto da Vó
É na Praia Grande que se encontra o Canto da Vó, palco de luaus e festas pé na areia que acontecem durante a madrugada. O agito começa mais ou menos às duas da manhã, o que torna o Canto da Vó em um after de outras festas.

Praça de Alimentação
O espaço abriga uma dezena de bares que durante a noite se enchem de pessoas que estão buscando uma cervejinha gelada. Em algumas noites acontecem festas com som ao vivo, mas tudo depende da programação da época.

Forró do Wando
É a melhor opção para curtir um forró na Ilha, pois as bandas que se apresentam são sempre muito boas. O bar fica em Nova Brasília, próximo à Toca do Abutre.