Dicas para viajar para a Patagônia, confira nosso guia!

Dicas para viajar para a Patagônia, confira nosso guia!



Viajar para a Patagônia povoa o imaginário de muitos, especialmente daqueles viajantes que adoram o contato com a Natureza e destinos em que aventura é a palavra de ordem. A vasta região, que guarda belezas naturais sem número, é partilhada por dois países, a Argentina e o Chile, e está localizada no extremo mais austral da América do Sul.

Montanhas imponentes, estepes a perder de vista no horizonte, glaciares, cristalinos lagos azuis e florestas centenárias são algumas das atrações que os visitantes encontram ao viajar para a Patagônia. Repleta de cantos intocados e misteriosos, a região acaba deixando muita gente na dúvida sobre como se preparar para viagem e o que conhecer entre inúmeras opções.

Se você está precisando de umas dicas para viajar para Patagônia, o Quanto Custa Viajar elaborou um roteiro básico para você começar a se preparar para esse incrível destino. Confira a seguir.

Dicas para viajar para Patagônia

Quando ir?

A região oferece atrativos durante o ano todo, mas o verão austral (de dezembro a fevereiro) é a melhor época para visitar a Patagônia. O período é o melhor para quem gosta das atividades e caminhadas outdoor e observação das geleiras e lagos cristalinos. Porém, se o desejo são os esportes de inverno, os meses mais apropriados são de junho a agosto. No inverno a maior parte dos estabelecimentos turísticos da Patagônia não funcionam e a exceção fica por conta das estações de esqui em Bariloche e Esquel.

Veja também mais sobre Bariloche no nosso blog e descubra outras dicas para conhecer essa bela cidade da Patagônia Argentina.

Como ir?

São inúmeras as opções para se chegar na Patagônia e tudo dependerá do seu estilo de viagem e orçamento! Pesquisando com antecedência é possível encontrar boas opções.

Lembre-se que o Quanto Custa Viajar tem uma ferramenta com passagens aéreas baratas, encontradas por usuários do Viajanet. As opções mais em conta aparecem destacadas em amarelo na ferramenta e já estão calculadas conforme o câmbio.

Para aqueles que desejam realizar uma viagem internacional de ônibus a dica para viagem pela Patagônia é a Pluma Internacional, empresa que oferece alguns destinos dentro das principais cidades da América do Sul. Outras empresas de ônibus, como a Andesmar, Via Bariloche e Flecha Bus atendem as principais cidades da Argentina. Lembre-se que quando optar por esse tipo de transporte, será necessário acrescentar mais dias para compensar os dias de deslocamento.

Já, para distâncias menores, sempre é possível alugar um carro. Para os mais aventureiros, no entanto, é importante lembrar que viajar de carro requer um pouco de experiência, bons mapas e navegadores e planejamento, pois há poucos postos de serviço e abastecimento.

Que documentos levar?

Tanto para Argentina quanto para o Chile, o ideal é levar o Passaporte Original e estar sempre atento ao prazo de validade de, pelo menos, seis meses antes do vencimento. No caso de locação de veículos é necessário levar a CNH brasileira dentro do prazo de validade e ter uma CNH internacional como precaução. Se for atravessar as fronteiras entre os dois países, lembre-se que no Chile eles são um pouco mais rígidos, então tome cuidado para tudo estar em ordem.

Qual moeda levar?

Na Argentina e o Chile, o dólar é uma boa opção para o pagamento dos hotéis. Já os Pesos Argentinos e Chilenos são importantes para o pagamento das entradas dos parques que só aceitam moeda local e outros gastos pessoais como alimentação, transporte e compras. Os passeios, restaurantes e taxis podem ser pagos em dólar ou pesos argentinos/chilenos. É recomendado levar um valor considerável em espécie, pois não são todos os hotéis e restaurantes que aceitam cartão de crédito.

Passeios: Confira se há venda de ingressos online. Muitas vezes, as opções para compra antecipada têm descontos que podem chegar até 40%. No Quanto Custa Viajar, as principais atrações já estão com os links oficiais para a compra dos ingressos.

Onde ficar?

Cidades como Bariloche, Puerto Madryn e El Calafate possuem boa infraestrutura hoteleira e vários serviços, incluindo agências de viagem e boa conexão de internet. Assim, são as opções mais óbvias na escolha de uma base para as excursões. No entanto, em qualquer cidade da região da Patagônia você irá encontrar inúmeras opções de hotéis, dos mais econômicos até os mais luxuosos.

Uma dica para poupar dinheiro na Patagônia, já que geralmente os passeios são mais caros, são as inúmeras opções de campings, que valem a pena mesmo alugando equipamento. Outra alternativa é ficar em hostels com acesso à cozinha.

O que levar?

O sul do continente e, especialmente a zona do Estreito de Magalhães e da Terra do Fogo, está localizado sob uma das grandes falhas da camada de ozônio, sendo fortemente recomendado o uso constante de bloqueadores solares e de óculos com proteção UV. Na região, todos os tipos de clima podem acontecer no mesmo dia. A dica para viajar para a Patagônia é preparar-se levando artigos básicos para sol e frio: protetor solar, boné, capa de chuva, boas botas ou calçado para caminhada, óculos de sol e agasalhos.

O que conhecer? 

*clique nos nomes das cidades para descobrir os custos de viagem além de outras dicas para aproveitar

Existem vários lugares imperdíveis na Patagônia. Os locais mais procurados são Bariloche e Ushuaia. Esta última está localizada no extremo sul da Argentina, ou melhor, no extremo sul do planeta, por isso é conhecida como “fim do mundo”.

Outro destino recomendado é El Calafate, onde se encontra o magnífico glaciar Perito Moreno, uma das vistas mais belas da América do Sul e patrimônio da biosfera.

Já no Chile, uma parada obrigatória é Punta Arenas, capital da Patagônia e da região de Magalhães, e apenas a quatro horas de distância Santiago do Chile.

Quanto custa viajar para Bariloche
Saindo desimulação de calculadora
com estadia desimulação de calculadora
Quanto custa viajar para bariloche

6 comentários

Comente
  1. 3
    Gilmar Limas

    Boa tarde , é possível fazer algum tipo de Cruzeiro da Argentina até o Chile? E quanto custaria mais ou menos por pessoa?

  2. 6
    10 lugares para viajar em outubro - confira uma lista dos melhores!

    […] Apesar do inverno começar a dar espaço para a primavera nesse período, na Patagônia começa o “verão” da região, quando o frio intenso diminui. A neve vai sumindo para que surja o verde dos bosques e campos, onde os animais voltam a circular. Assim, torna-se possível atividades como o trekking no glaciar Perito Moreno, em El Calafate, e observação de pinguins em Ushuaia. Confira o que fazer na Patagônia neste post. […]

+ Deixe um comentário